Assine o fluminense

Projeto ‘Para Nunca Esquecer’ é lançado com seminário no Rio

Proposta é valorizar o respeito à vida através das lembranças do holocausto

Governador Wilson Witzel participou da abertura, que teve apresentação de coral

Divulgação/Palácio Guanabara

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Educação,realizou nesta quarta-feira, o seminário de lançamento do projeto “Para Nunca Esquecer: Pela valorização da vida, em memória do holocausto”.  O governador Wilson Witzel participou da abertura do evento, no auditório da sede da Secretaria de Educação.

Emocionado com a apresentação do Coral Mané Garrincha, de Magé, formado por alunos da rede estadual, o governador falou sobre a iniciativa.

“Em Israel, no Museu do Holocausto, passei por um memorial onde muitas vozes de crianças de tenra idade estavam simbolizadas por estrelas que se apagaram nas barbaridades do nazismo. Foi quando me comprometi a fazer com que os nossos jovens tivessem conhecimento do que foram esses horrores para o povo judeu, e pedi ao secretário (Pedro Fernandes) que iniciássemos o trabalho’,  explicou o governador.

O evento, realizado em parceria com a Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj), é uma das iniciativas da Secretaria de Estado de Educação, entre diversas ações que serão implementadas no âmbito da rede estadual de ensino.

“Esse seminário vai engrandecer o trabalho da secretaria. Vamos ter a oportunidade de falar sobre a memória do holocausto e a importância da preservação de valores e do respeito à vida. No dia 2 de maio, fizemos o primeiro ato nesse sentido, que foi um minuto de silêncio nas nossas unidades em respeito à memória do holocausto. Tenho certeza de que esse vai ser um de muitos para vencer essa guerra contra o preconceito e a discriminação. O poder público tem que fazer um trabalho preventivo no combate ao bullying, à discriminação, à homofobia e a qualquer tipo de desrespeito que possa vir a acontecer dentro das nossas escolas. Isso é fundamental para formar cidadãos melhores”, disse o secretário de Educação, Pedro Fernandes.

Concurso - Além do seminário, a Secretaria de Educação também promoverá o concurso “Para Nunca Esquecer”. Dentro da proposta, os estudantes vão elaborar atividades e ações criativas, associando a temática do holocausto a questões contemporâneas, como o combate ao racismo e à segregação, o respeito à diversidade, a defesa da dignidade humana e dos direitos humanos, entre outros temas.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top