Assine o fluminense

Rodrigo Neves discute parcerias com Crivella

Prefeitos também discutiram a situação do Comperj

Crivella e Rodrigo trataram de planos e estratégias para o futuro das cidades.

Foto: Ascom Niterói / Divulgação

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, reuniu-se nesta quinta-feira (16) com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, no Palácio da Cidade, na capital fluminense. No encontro, os dois prefeitos conversaram sobre gestão de suas cidades, alinhavaram novas parcerias entre os dois municípios, analisaram o cenário político-econômico do estado e do país, e revelaram a necessidade da criação de uma frente reunindo os prefeitos da Região Metropolitana do Rio para pleitear investimentos, melhorias e tratamento prioritário para as cidades que representam.

Um dos temas abordados no encontro entre Neves e Crivella foi a situação do Comperj. Para ambos, a retomada dos investimentos no complexo, de forma ampla, é fundamental para o combate à crise que se instalou na região.

O prefeito de Niterói falou sobre o encontro: "Tivemos uma longa e produtiva reunião de trabalho, onde alinhamos parcerias, trocamos experiências e avaliamos os desafios que teremos pelos próximos quatro anos. Se no primeiro mandato já tínhamos uma parceria muito positiva, tenho certeza que o diálogo e a parceria entre Niterói e Rio serão ser ainda melhores".

Já o prefeito do Rio de Janeiro ressaltou a importância do diálogo e da aproximação constante com Niterói: "Foi uma visita auspiciosa, primeiro pela experiência que o prefeito Rodrigo Neves teve, semelhante à minha, de receber o município com dívidas. Ele fez uma gestão  primorosa e hoje Niterói está no azul. Isso que precisamos fazer com o Rio de Janeiro: gestão com sustentabilidade." 

Crivella ainda falou sobre união e investimentos sobre o Comperj, a retomada da indústria naval e o cenário político. "Fechamos questão sobre Comperj: estamos juntos nisso. Vamos lutar lado a lado."

Já em relação à situação política, Crivella sugeriu união de diversas cidades: "Achamos que os grandes municípios do estado do Rio de Janeiro precisam, neste momento de crise, elaborar uma alternativa pela governabilidade, pela estabilidade e pela segurança", disse.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top