Assine o fluminense

Semana decisiva para Bagueira na Alerj

Para optar pela vaga de deputado é preciso renunciar ao cargo de vereador de Niterói

A convocação de Paulo Bagueira (SD), presidente da Câmara Municipal de Niterói, para assumir uma cadeira de deputado estadual na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) será nesta semana.

Isto porque na última quinta, a Mesa Diretora da Casa Legislativa, liderada por André Ceciliano (PT), presidente de Alerj, decidiu dar posse, no mesmo dia, aos deputados eleitos que, até o momento, estavam impedidos de assumir seus mandatos por estarem presos.

Com a decisão, todos tomaram posse, com exceção de Anderson Alexandre (SDD), ex-prefeito de Silva Jardim que, apesar de não estar mais preso, está impossibilitado de assumir qualquer cargo público por uma decisão de uma Juíza da Comarca de sua cidade.

Entretanto, apesar da posse, os parlamentares presos, por motivos óbvios, não poderão comparecer às sessões ordinárias da Alerj. Por isto, também na decisão da Mesa Diretora, os suplentes serão convocados para suas vagas. Especula-se que a convocação será publicada na edição do Diário Oficial desta segunda e, a partir disto, os suplentes terão 48 horas para se apresentarem a Casa.

Um deles é Bagueira. O vereador niteroiense que chegou a ocupar a prefeitura interinamente enquanto Rodrigo Neves (PDT), esteve preso, não conseguiu se eleger no pleito do ano passado, mas conquistou a segunda suplência de sua coligação (SDD-PTB).

Ocorre que, dos eleitos de sua coligação dois políticos que conquistaram mandatos estão na lista dos presos. Além disto, Coronel Jairo, primeiro suplente da coligação, também foi preso. O que faz com que Bagueira tenha que decidir, nesta semana, se vai ou não para a Alerj.

Caso decida por ir, Bagueira terá que renunciar a seu cargo como vereador de Niterói e, consequentemente, como presidente da Câmara Municipal. Se isto acontecer, o Legislativo niteroiense, tal qual aconteceu durante o tempo que Bagueira foi prefeito interino, deve ficar nas mãos de Milton Cal (PP), Vice-presidente da Câmara.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top