Assine o fluminense

Taxistas alegam perda de 60% com o Uber

Profissionais da categoria discutiram regulamentação de transporte por aplicativos na Câmara Municipal

Cerca de 600 taxistas de diferentes municípios estiveram na Câmara

Foto: Marcelo Feitosa

Cerca de 600 taxistas de diferentes municípios estiveram na Câmara Municipal de Niterói na tarde desta segunda-feira (13), onde foi realizada uma audiência pública para discutir a regulamentação de transporte particular por meio de aplicativos, como o Uber. Segundo os taxistas, a perdas nos ganhos chega a 60%. O encontro foi presidido pelo vereador Betinho (SD). 

O taxista de Niterói, Celso Wermelinger, foi o primeiro da categoria a se pronunciar, alegando que os taxistas “estão sob a proteção do Código de Trânsito Brasileiro e do Código do Consumidor, que destinam o serviço de transporte individual remunerado de passageiros somente para carros com placa vermelha”. 

Alessandro Martinez, taxista de São Paulo, argumentou que o objetivo do aplicativo é conquistar a sociedade com baixo preço, quebrando a concorrência e monopolizando o serviço. 

“Pedir para que se cobre o mesmo preço é a mesma coisa que pedir para uma loja de conveniência regulamentada cobre o mesmo que uma banca clandestina da rua. Ou se proíbe essa atividade de forma muito bem embasada ou que se regulamente de forma justa”. 

O vereador Leonardo Giordano (PCdoB), autor da Lei da Data Base para a atualização anual das tarifas, também se manifestou a favor da categoria. 

“Qualquer atividade só poderia começar uma vez regulamentada. Niterói precisa planejar a sua frota, já que o taxista recolhe impostos para que existam serviços públicos. Por que existe esse monte de gente rodando por um aplicativo que não contribui em nada para a cidade?”, questionou. 

Representando a Procuradoria-Geral do município, o Dr. Vinícius Alvarez deu sinal verde “à uma regulamentação razoável, que garanta uma concorrência justa”. 

O presidente do Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac), Rubens dos Santos Oliveira, sugeriu uma manifestação, porém, até o final do debate, a categoria não confirmou a realização de um novo ato.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Observador do Caos
Cobrar por quantidade de volumes (exemplo: sacolas de supermercados) é justo? Não subir ladeiras é justo? Recusar passageiros em dias de chuvas é justo? Prestar um serviço de quinta categoria é justo? Ora, senhores taxistas, não tentem posar como vítimas. Trabalhem. Prestem um serviço honesto. O serviço prestado pelos taxistas é lamentável.
Vote up!
Vote down!

: 1

You voted ‘up’

Janete C S
Todo município tem um departamento de regulação do táxi, caro passageiro busque seus direitos, caso o taxista não te trate da forma que é correta vc precisa efetuar a reclamação, só assim vc ajuda a qualidade do táxi a melhorar. Acredito que muitos taxistas tem uma excelência em atendimento e por conta de alguns não se Pode generalizar uma categoria.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Marcio
Nunca vi uma puniçao ao mau serviço, esse departamento é uma figuraçao. O sistema taxi-prefeitura-passageiro nao funciona. Os taxistas devem buscar melhorias ou vao continuar perdendo espaço, monopólios nao duram para sempre.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Joseilson Barcelos de Carvalho
Os taxistas precisam melhorar o seu serviço, não escolher corridas, ser mais atenciosos, se vestir com mais zelo, ligar o ar condicionado, sem que o passageiro tenha que pedir. Melhorar muitas coisas, para depois reivindicar!
Vote up!
Vote down!

: 1

You voted ‘up’

Janete C S
Caro Joseilson, o atendimento do taxista está em constante melhora, infelizmente por conta de poucos uma categoria inteira é discriminada, se vc tem suas reclamações por favor faça-as ao departamento competente do Municipio e assim vc ajuda a melhorar o atendimento do taxista. Táxi hoje é a única forma de transporte individual de passageiros mais segura que existe, é regulamentada e os taxistas são profissionais que sabem e conhecem os caminhos, trata-se de uma categoria centenária que presa a segurança de seus passageiros.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Ciro Fernandes
Os taxistas possuem custos que os motoristas de Uber não possuem, mas o serviço é muito inferior. E são serviços distintos, eu não consigo pegar um uber fazendo sinal na rua, nem há um ponto de Uber em cada esquina. Os taxistas deveriam melhorar o serviço e cobrar pela desregulamentação do táxi, para que os custos diminuíssem.
Vote up!
Vote down!

: 2

You voted ‘up’

Janete C S
Ontem a audiência pública foi de um nível extraordinário, infelizmente os representantes desta empresa clandestina não apareceu e nem se pronunciou demonstrando novamente o descaso com a situação. Os taxistas do Brasil todo estão se reestruturando e com certeza isso tem um lado muito positivo, tratar nossos passageiros com educação e atenção e mostrar que a generalização de uma categoria para o lado negativo não vai ajudar em.nada a melhora no atendimento.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Marcio
Nao deve ter aparecido com medo de apanhar, com razao, diga-se de passagem
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

valber salles
O serviço de táxi e regulamentado. O Uber não ...Olha a diferença ...Se regulamentar ,ou seja o governo se meter na vida do cidadão quando não deve, piora . Chega . Estado mínimo ,precisamos é de saúde educação e segurança. Taxistas tem encargos ? E as isenções de impostos na compra de carros ? Não é o usuário que tem que reclamar para melhorar o seevico. Quem melhorado serviço e a concorrencia Sra taxista . Os aplicativos são uma evolução no transporte , com qualidade e preço.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Scroll To Top