Assine o fluminense

Vaccarezza preso em SP

Ele é acusado de ter recebido US$ 430 mil em propina para cada contrato celebrado

O ex-deputado Cândido Vaccarezza foi preso nesta sexta-feira (18) na capital paulista pela Polícia Federal, como parte da Operação Lava Jato. Ele é acusado de ter recebido US$ 430 mil em propina para cada contrato celebrado entre a Petrobras e a Sargeant Marine, entre 2010 e 2013, segundo a investigação da PF e do Ministério Público Federal (MPF). 

Os agentes encontraram a quantia de R$ 122 mil em espécie na casa do ex-deputado durante as ações. Além de Vaccarezza, foram presos o ex-gerente da Petrobras Márcio Albuquerque Aché Cordeiro e o operador financeiro Henry Hoyer de Carvalho. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top