Você faz a notícia

É hora de se exercitar

Espaços multiuso são uma boa ideia para quem quer se exercitar, mas não tem tempo para sair de casa. Arquitetos e especialistas dão dicas

Carla Reis procurou uma especialista para montar um espaço multiuso em que pudesse se exercitar com a filha Giulia

Foto: Marcelo Feitosa

Não há vida saudável sem a prática de exercícios físicos, no entanto, na correria do dia a dia, nem sempre sobra tempo para frequentar uma academia. Quem nunca pagou as mensalidades, mas não deu muito as caras por lá? Pensando em resolver este problema, algumas pessoas, incluindo famosos como Alexandre Pires, Bruno de Luca e Eliana, montaram academias em casa para driblar a agenda cheia de compromissos.

Com o trabalho no Rio e as atribuições com a família, a administradora de empresas Carla Reis, de 48 anos, procurou uma especialista para montar um espaço em que pudesse se exercitar, dentro das suas limitações, devido a um problema na coluna.

“Diversas vezes passei pela experiência de pagar planos semestrais em academias e não conseguir ir por causa do trabalho, por exemplo. Montar uma academia em casa foi a solução – eu consigo fazer exercícios físicos a qualquer hora sem perder tempo de deslocamento”, comenta aliviada.

O espaço de exercícios, que contempla um transport, colchonetes, pesinhos e bolas de pilates, fica no jardim da residência da administradora e divide teto com uma área de lazer com TV, home theater e sinuca.

“Como passei por uma cirurgia na coluna e não posso fazer uma série de exercícios físicos e pegar muito peso, não precisamos de muitos equipamentos, consequentemente, de muito espaço. Resolvemos, então, fazer um ambiente multiuso em que posso fazer exercícios com a minha filha ou relaxar”, explica.

A designer de interiores Ana Meirelles, responsável pelo projeto na casa de Carla, destaca algumas características importantes na hora de tirar a ideia de uma academia em casa do papel. Em primeiro lugar, vale lembrar que os equipamentos escolhidos, que variam de acordo com os objetivos de cada um, é que delimitam o espaço, e é preciso respeitar os limites de circulação. Quanto à ventilação, a natural não é obrigatória, mas precisa existir. 

“Quando não há ventilação no ambiente da academia, é necessário colocar um ar-condicionado potente. Espelhos também são fundamentais para que a pessoa possa fazer o exercício se observando e corrigindo a postura, e, ainda, quando existe a possibilidade, um piso de PVC que amorteça o impacto é o mais adequado”, orienta.

Depois de ouvir o que a cliente queria, Ana pensou em uma maneira de construir espaços diferentes em um mesmo ambiente, tornando-o multiuso, sem que um interferisse no aproveitamento do outro. 

“A grande estrela do projeto, que permitiu que a climatização da sala passasse para a academia e a luminosidade e a ventilação circulassem nos dois ambientes, mesmo com a porta fechada, foi um painel ripado com uma porta de correr. Mesmo integrados, conseguimos deixar os ambientes setorizados para que uma pessoa malhe na academia enquanto outra jogue sinuca ou assista TV”, revela a designer de interiores, que acredita que qualquer um pode ter uma academia em casa, e que um profissional faz toda a diferença na hora de organizar o ambiente. 

A fim de economizar nos custos, vale a pena seguir algumas dicas na hora de escolher os equipamentos, como dar preferência a alternativas mecânicas que evitem gastos elétricos, e pesquisar bem.

“Orientada pelos meus médicos, busquei na internet o tipo de aparelho que eu poderia fazer uso e comparei preços. Procurei um aparelho de qualidade, que não tivesse um custo extremamente alto. Como só eu e minha filha iríamos utilizá-lo, não tinha necessidade de ser um aparelho profissional de academia”, aconselha. 

O professor de educação física Claudio Mescouto, que atualmente trabalha no setor de qualidade de vida em empresas, montou uma academia em um espaço vago da casa com alguns equipamentos: bicicleta, esteira, transport e uma estação de musculação para que toda a família possa aproveitá-la. Para ele, no entanto, antes de iniciar os exercícios, é necessário alguns cuidados, tanto para preservar os equipamentos quanto para evitar acidentes.

“Antes de iniciar os exercícios é necessário estar com a roupa adequada para reduzir as chances de lesões e evitar acidentes como prender a barra da calça na esteira. É preciso sempre lembrar também que, ao entrar no aparelho, primeiro é preciso se posicionar corretamente, depois iniciar o exercício”, ensina.

Além de fazer uma avaliação médica, o ideal é ter o acompanhamento de um personal trainer. Caso não seja possível, Claudio aconselha que a pessoa contrate, pelo menos, uma consultoria com um profissional da área que passe orientações acerca dos exercícios.

“É fundamental a consultoria de um profissional para orientar quanto ao uso do equipamento, à realização dos exercícios e sua duração para que não ocorram lesões. Ter orientação da parte técnica do equipamento também é muito importante para saber, por exemplo, quando utilizar o lubrificante da esteira, e aprender a fazer a manutenção do aparelho”, alerta o professor.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top