Assine o fluminense

Óculos e maquiagem

Armação e lentes podem revelar personalidade e estilo, que se sofisticam com pintura do rosto

Especialistas dão dicas sobre como realçar os olhos de acordo com a especificação das lentes. Sobrancelha bem desenhada, sombra, rímel e delineador também fazem diferença

Foto: Lucas Benevides

Alvo fácil de zoações e ofensas no passado, o famoso bullying, os óculos de grau deixaram para trás o estigma para serem considerados símbolo de estilo. Entre as mulheres, a importância dos óculos no visual gera preocupação quanto à maquiagem: ela deve se destacar mesmo com a armação e lentes. 

Voltada para ressaltar a beleza e esconder algumas imperfeições, a maquiagem para as usuárias de óculos requer alguns cuidados necessários, dependendo do grau e tipo de armação usada. Segundo a especialista Alessandra Grochko, que está em um projeto de uma marca de óculos em que grava tutoriais no YouTube dando dicas de maquiagem para quem usa óculos, há diferenças para quem tem miopia ou hipermetropia. 

“Quando uma pessoa tem miopia, os olhos parecem menores devido ao efeito das lentes, assim, o ideal é usar uma maquiagem capaz de abrir o olhar para que eles pareçam maiores. Optar por sombras claras e lápis bege na parte interna dos olhos ajuda a dar esse efeito. Já para quem tem hipermetropia, cujas lentes deixam os olhos maiores, o ideal é usar tons mais escuros para tentar diminuí-los. Lápis escuros, como marrom ou preto, ou mesmo delineadores, são sempre bem-vindos nesses casos” opina a especialista.

Também especialista no assunto, Cláudio Santiago, hair stylist e make-up artist do Sense Centro de Beleza, discorda e enfatiza que as usuárias de óculos não devem usar cores escuras, porque os óculos naturalmente diminuem os olhos, e, dessa forma, ao usar o esfumaçado escuro, os olhos não irão realçar, diminuindo seu tamanho.

“A lente não altera em nada a maquiagem se ela for feita com cores claras. Uma dica, algo que deve ser realçado é o delineador, naquele desenho de ‘gatinho’, um clássico. Outro detalhe essencial, que ressalta a beleza do olhar, é estar com a sobrancelha bem-feita, o ideal é um tom mais claro do que o natural para haver um preenchimento das falhas”, explica.

Um dos pontos fortes do uso do acessório é a escolha das armações. O recomendado é de que a escolha seja em tons neutros, como branco ou bege, deixando a cor para a boca. Entretanto, por se tratar de uma escolha pessoal e ideal para cada tipo de rosto, quando a armação for colorida, estimula-se que seja usada mais próximo à base dos olhos, e a maquiagem em tons neutros.

“Se a armação for mais grossa, o delineador mais grosso pode acompanhar e o mesmo vale para armações finas. Na sobrancelha, use lápis, sombra ou gel, para fazer a moldura dos olhos e deixá-la preparada para receber a armação”, 
Como finalização use curvex nos cílios e rímel em grande quantidade, já que não é aconselhável usar cílios postiços, pois pode encostar nas lentes. Evite lápis preto na linha-d’água, e o substitua por bege, e, ainda, ilumine o canto interno do olho.

A professora de inglês Carollina Lattanzi Fonseca, de 37 anos, tem astigmatismo e leve hipermetropia. Diariamente, Carollina usava delineador, rímel, sombra, batom, e ainda caprichava em sua sobrancelha, porém, sentia dificuldades em escolher as cores e as combinações. 

“Eu faço tudo de óculos. Quando saio, preciso estar com a maquiagem boa. Agora já aprendi os truques certos para realçar meu rosto por trás dos óculos. Escolho um batom colorido, faço um olho ‘gatinho’, linha-d’água com lápis claro, muito rímel e uma sobrancelha boa. Assim já fico na preparação para qualquer ocasião”, lista a professora, que aprendeu a se maquiar com profissional especializado. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top