Assine o fluminense

Coisa do passado?

Avanços tecnológicos na área ortodôntica tornam a decisão por uma extração dentária cada vez menos frequente

Tratamentos apontam para a conservação dos dentes e não para a extração

Foto: Lucas Benevides

É muito comum associar a chegada da terceira idade com o uso de dentaduras ou implantes dentários. Dentaduras são dentes falsos, e embora sua qualidade tenha melhorado, não é ideal para todas as pessoas. Quando não está bem fixada com adesivo, ela pode sair do lugar enquanto a pessoa está comendo ou falando, o que é bastante constrangedor. A dentadura parcial muitas vezes provoca infecções e a degradação de outros dentes quando não está bem ajustada, aumentando o risco de o paciente precisar de obturação no pilar de retenção do dente. Fora isso, a dentadura pode ser a melhor escolha para quem tem gengiva ou mandíbula fraca ou não muito saudável.

Quem perdeu um dente, mas tem gengiva e maxila saudáveis, normalmente recorre a um implante dentário, que são dentes substitutos implantados cirurgicamente no osso. Com uma boa higiene bucal, o implante dentário chega a durar 20 anos ou mais sem necessidade de substituição. Por isso é a opção mais comum para quem perdeu um ou mais dentes, mas também pode ser uma boa alternativa para a dentadura quando a pessoa perdeu vários. Se a gengiva e a maxila estiverem saudáveis, dois ou mais implantes podem servir de base de apoio para vários dentes substitutos. Porém, esses dois fatos não deveriam ter nenhuma conexão com a terceira idade. A prótese total é, na verdade, sinônimo de uma péssima administração da saúde bucal, e ela pode se fazer necessária em qualquer época da vida. 

Claro que a idade avançada também traz algumas complicações, mas que poderiam ser controladas sem acabar em perda dental. O professor doutor de odontologia da UFF Marco Antônio Gallito explica como se pode prevenir do uso desses tratamentos quando chegar na terceira idade.

“A prevenção é a melhor conduta para evitar não só o uso de prótese na terceira idade, bem como evitar qualquer problema dentário. Prevenir é a melhor opção sempre. É essencial escovar os dentes após cada refeição diária (café da manhã, almoço, café da tarde, jantar) e antes de dormir. Outro meio de prevenir o uso de próteses na terceira idade é fazer o uso do consumo inteligente do açúcar, o que vem a ser isso? Consumir açúcar próximo às refeições para aproveitar a escovação que será realizada após cada refeição. De preferência, também deve-se escovar os dentes com creme dental com flúor e com escovas dentais com cerdas macias. E, claro, realizar consultas ao dentista a cada seis meses também contribui muito para evitar as próteses na terceira idade”, detalha Marco.

Essa associação existe por falta de informação. Ainda vivenciamos a realidade de perdas dentais por falta de manejo profissional e falha das instituições públicas. A saúde geral e bucal dos idosos merece atenção especial, e as autoridades brasileiras competentes não se mostram preparadas para essa população, que apresenta altos níveis de ausência total de dente e alta prevalência de cárie e doenças periodontais. 

A cirurgiã-dentista, especialista em ortodontia e ortopedia facial, Jéssica Fadel explica que, hoje em dia, o tratamento conservador é uma ótima opção para quem se descuidou e deixou os dentes a ponto de usar dentaduras ou implantes dentários.

“Hoje, temos o tratamento que chamamos de conservador. No passado, era muito mais comum fazer extrações para se resolver as dores de dente, por isso temos tanta gente fazendo uso de próteses, sejam elas fixas ou móveis. Já hoje, utilizamos do tratamento conservador, que consiste em “salvar” o elemento dentário a todo custo, fazendo restaurações, tratamentos de canal e reabilitação do dente, sempre que possível, para evitar as extrações. Hoje temos acesso à informação na tela do celular, mas muita gente ainda deixa pra ir ao dentista somente quando sente dor ou quando a estética incomoda. A visita ao dentista regular é essencial para prevenção, e também para uma informação correta, já que a internet também pode ser uma vilã, por passar tantas informações incorretas.”

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top