Assine o fluminense

Da cor do pecado o ano todo

Especialistas falam sobre técnicas que ajudam a manter a pele bronzeada

O jet bronze e o bronzeamento a vapor são algumas das alternativas que podem ser feitas nos consultórios ou clínicas especializadas

Divulgação

Por Carolina Ribeiro

Em um país tropical como o Brasil, ter a pele bronzeada virou sinônimo de beleza e bem-estar. Entretanto, os médicos são unânimes em afirmar que é preciso ter cuidado ao ficar exposto ao sol por muito tempo. Por esse motivo, algumas técnicas de bronzeamento foram desenvolvidas com o objetivo de atender aqueles que querem estar em dia com o bronze mesmo nos dias mais nublados. 

O bronzeamento artificial, que era realizado em câmaras através da exposição aos raios ultravioleta, está proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde 2009, contudo outras alternativas sem efeitos colaterais para o corpo vêm sendo desenvolvidas ao longo desse período.

A dermatologista Aline Vieira, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), diz que é importante ressaltar que os dermatologistas não indicam aos pacientes o bronzeamento com exposição solar por longos períodos, uma vez que gera envelhecimento e aumenta o risco de desenvolver câncer de pele no futuro. Sendo assim, o bronzeamento artificial com pigmentos é a melhor opção para evitar se expor a qualquer tipo de radiação solar e continuar bronzeado.

Aline Vieira enfatiza que, atualmente, estão liberados o autobronzeador, hidratantes com ação de bronzear e substâncias que pigmentam a pele como uma espécie de maquiagem, como o jet bronze. 

“Todos apresentam uma substância segura, não tóxica e sem risco de efeitos colaterais (salvo se houver alergia) chamada DHA (di-hidroxiacetona), que, ao ser aplicada na pele, reage com as células, gerando a cor. Não há problemas em usá-las por longos períodos, porque estas substâncias não são absorvidas no corpo, agem na camada mais externa da pele”, esclarece a especialista.

De acordo com a dermatologista Maria Fernanda Gavazzoni, coordenadora da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro (SBDRJ), as pessoas gostam de ter o tom de pele bronzeado por acreditarem que assim vão adquirir um aspecto “mais saudável”, e conseguir disfarçar celulite ou outras imperfeições.  

Maria Fernanda acrescenta que, durante a aplicação, é necessário um cuidado especial para que a cor fique o mais natural possível. Por isso, recomenda-se experimentar o produto em uma pequena parte da pele antes de aplicar no resto do corpo. Além disso, para evitar manchas, a aplicação deve ser feita de forma homogênea.

“O autobronzeador, em creme ou spray, que pode ser aplicado em casa, por aproximadamente três a cinco dias seguidos, até que a cor desejada seja atingida. Usar luvas é importante para evitar que as mãos e as unhas também fiquem pigmentadas”, ensina Maria Fernanda.

A especialista lembra, ainda, que os procedimentos realizados em clínicas mostram um resultado mais imediato e homogêneo. O jet bronze, por exemplo, é um processo que consiste em aplicar uma loção bronzeadora em todo corpo, usando um jato de ar. Após a aplicação da loção, não se pode tomar banho durante um período de oito horas, que é o tempo suficiente para a secagem completa. Já o bronzeamento a vapor, em uma cabine computadorizada, o autobronzeador é emitido por meio de dois jatos que deslizam pela parede pulverizando todo o corpo.

“O sistema de pulverização é muito suave, cada bico emite um ‘leque’ de névoa de 180 graus, que garante que o produto atingirá a pele de maneira leve e uniforme, reduzindo o risco de manchas. Em seguida, o corpo recebe um jato de ar que permite secagem instantânea. Para o rosto, basta programar a altura dos jatos a partir da testa. O método permite três níveis de bronzeamento para pele negra, morena e clara, de acordo com a intensidade desejada.

Aline afirma que a duração da cor atingida costuma ser de uma semana a 15 dias, e que quanto mais hidratada a pele ao longo desses dias, mais prolongado será o efeito. Ela recomenda fazer uma esfoliação na pele três vezes na semana anterior à realização da técnica.

As técnicas, por serem de efeito rápido e de fácil acesso, se tornaram as opções mais procuradas quando o cliente precisa estar com o bronzeado em dia. Assim, famosos e anônimos se tornaram adeptos desses tipos de bronzeamento.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top