Assine o fluminense

Destinos para a virada

Planejamento é tudo quando o assunto é onde e como passar a virada do ano. Por isso, algumas dicas são essenciais, tanto para quem quer viajar, quanto para quem vai passar o Réveillon em Niterói ou no Rio de Janeiro

Atravessar a Ponte e assistir à queima de fogos da Praia de Copacabana pode, sim, ser um excelente programa. Basta se organizar

Foto: Divulgação

O fim do ano está chegando e muita gente já começa a pensar onde passar o Réveillon. Primeiramente, se você quer opções de baixo custo, é melhor começar a se programar e organizar passagens, hospedagem ou aluguel de casa para não correr o risco de deixar tudo pra cima da hora e acabar gastando mais do que deveria. 

Praticamente em todas as cidades do Estado acontece uma festa popular de Réveillon, com fogos de artifício e atrações musicais. Muitas pessoas procuram sair da cidade do Rio de Janeiro e de Niterói querendo variar o clima da virada do ano novo com a família ou amigos. Mas ficar por aqui não é sinônimo de monotonia. Muito pelo contrário, como revela o diretor da CVC no Estado do Rio de Janeiro, Adriano Gomes, que considera a queima de fogos na praia de Copacabana como a maior festa de todas. Para curtir ao máximo a incrível queima de fogos, entretanto, ele dá algumas dicas:

“Para se passar a virada do ano, os destinos mais procurado entre os brasileiros no Estado são: A própria cidade do Rio de Janeiro, por conta dos fogos de Copacabana e a região dos lagos, como Búzios. Vale destacar que outra viagem bem buscada que inclui o Estado do Rio são os cruzeiros marítimos. Se quiser festa, muita festa, fique próximo ao hotel Marriott, quase no centro da praia. Outra dica é chegar cedo e, se possível, ficar em um hotel perto da praia. Se puder ir andando, melhor. Caso contrário, vá de metrô. Não perca os shows da praia, em geral são dois ou três palcos montados na areia. Eles recebem grandes nomes da música brasileira e até estrelas internacionais. É comum que uma pequena festa seja realizada nas areias do Arpoador. Se este ano tiver, vale a pena ir até lá para fechar a noite”, indica.

Fora da cidade do Rio e de Niterói, três lugares têm destaque na virada do ano: Ilha Grande, Búzios e Paraty.

Certamente, Ilha Grande, na Costa Verde, é um paraíso para visitar o ano inteiro. O lugar possui uma grande oferta de hospedagens, incluindo hotéis, pousadas e campings. Para quem prefere o agito, pode ficar em Abraão, o centro da ilha, onde está localizada a maior parte das pousadas. Quem prefere um lugar um pouco mais sossegado pode escolher ficar em Palmas ou Aventureiro. Na virada, normalmente há um palco com atrações na praia de Abraão com direito à queima de fogos. Para chegar em Ilha Grande, basta sair de Conceição de Jacareí ou de Angra dos Reis e pegar a lancha rápida que vai para lá. O trajeto dura em média 30 minutos. Saindo de Mangaratiba, basta pegar a barca pública que sai duas vezes por dia, o trajeto dura 1h30. 

Quem quer passar a virada em contato direto com a natureza exuberante pode optar pela Ilha Grande, na Costa Verde

Foto: Divulgação

Já Búzios é a “estrela” da Região dos Lagos, próxima a Cabo Frio, São Pedro d’Aldeia e Arraial da Cabo. A charmosa cidade é destino certo de muitos cariocas que pretendem passar a virada do ano na badalada Praia de Geribá, com direito à queima de fogos, ou nas muitas festas privadas que acontecem nas boates e clubes até o amanhecer. Búzios fica a 154km de Niterói, o trajeto normalmente é feito de carro ou ônibus pela BR-101 e, depois, pela Via Lagos (RJ-124). A viagem dura aproximadamente 2h10. 
 
Completando a trinca, Paraty é uma das cidades mais bonitas do litoral fluminense, com um Réveillon que une sossego e diversão. Apesar de não ser um destino dominado pelas festas, o ano novo em Paraty é bem animado. A festa principal acontece na Praia do Pontal, com direito à queima de fogos. O melhor lugar para assistir, sem dúvidas, é em frente à Capelinha, no Centro Histórico. Se você curte uma pegada mais “raiz”, pode optar por ficar em Trindade ou na Praia do Sono, mas isso não significa que irá pegar esses locais vazios, uma vez que já caíram no gosto dos turistas. A cidade fica na Costa Verde assim como Ilha Grande, a 2.255 km do Rio de Janeiro. Saindo do Rio, o melhor caminho é seguir pela BR-101 (Rio-Santos). 

Se você já tem um local para ficar em um desses locais, a promoter Bianca Pinho dá dicas de como armar uma boa festa de Réveillon, caso prefira uma comemoração mais privada.

“No quesito música, é importante ser eclético. Lembre-se de agradar a todos, monte uma boa playlist com músicas animadas e dançantes, não se esqueça das músicas tradicionais de fim de ano e, dependendo do tamanho da festa, você pode até contratar uma banda ou um DJ. Na decoração, é legal brincar com as cores para decorar o ambiente. Amarelo, branco, prata e dourado são as cores mais indicadas. Decore o local e as mesas com flores, velas e frutas. Quando falamos de bebidas para o Réveillon, o bom e velho champanhe não pode faltar. O menu para a ceia pode ser variado. No cardápio, pode ter frutas, peixe, arroz e as tradicionais lentilhas. Montar uma mesa com pães, patês, queijos e tábuas de frios é sempre um ponto legal. Uma sugestão para a sobremesa, que está muito na moda, é cortar pedaços de panetone e servir com sorvete”, indica. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top