Assine o fluminense

Flores no caminho

Cidades do Brasil e do mundo são verdadeiros templos floridos, atraindo turistas de todas as partes do mundo em busca da beleza

Lisse, na Holanda, é conhecida pelo Parque Keukenhof e sua infinidade de tulipas

Foto: Divulgação

A beleza das flores fascina e, por isso, elas também são atração turística e movimentam a economia de alguns países e cidades. Locais com grande produção se tornam um atrativo para turistas que visitam as lavouras, parques e praças para apreciação das espécies. No Brasil, esse tipo de atrativo possui até o reconhecimento do Ministério do Turismo, que apoia os municípios “floridos”, com recursos para projetos de infraestrutura turística que contemplem as exposições de flores, como a revitalização de praças, reformas de pontos turísticos, entre outros.

Quando se fala em fazer turismo para apreciar flores, a maior parte das pessoas pensa logo nas tulipas da Holanda, que, de tão famosas, se tornaram um dos maiores atrativos do país. Na primavera de lá, entre 23 de março e 21 de maio, a maior atração é a abertura do Parque Keukenhof, próximo à cidade de Lisse, um convite a uma experiência inesquecível em meio a infindáveis cores da tulipas, revelando uma paixão holandesa desde o século XVII. Na mesma época, também acontece a Parada das Flores,  com carros alegóricos decorados, saindo da cidade de Noordwijk até o Haarlem, passando por Keukenhof. 

A floração das cerejeiras acontece no Japão entre março e abril

Foto: Divulgação

Do outro lado do mundo, a floração das cerejeiras, o hanami, acontece no Japão entre o final do mês de março e início do mês de abril. As delicadas flores – sakura, em japonês, consideradas símbolo nacional – anunciam o fim do inverno e início da primavera. Um espetáculo que dura menos de duas semanas e que, de tão raro, atrai um grande número de pessoas.

Mais perto daqui, muita gente não sabe, mas Nova Friburgo é a maior cidade produtora de flores de corte do Estado. Em média, são 8 milhões de maços de diferentes espécies produzidas por ano, entre crisântemo, rosa, gladíolo, chuva-de-prata, tango, áster, limonium, alstroméria, gerbera e copo-de-leite. Um trabalho que envolve cerca de 200 famílias somente no cultivo. 

“Anualmente, Nova Friburgo realiza a Festa da Flor. Em 2017, o evento acontecerá entre os dias 11 e 15 de outubro, na Praça Getúlio Vargas, Centro, quando são oferecidos roteiros de visitação às produções, entre outras atividades relacionadas ao segmento”, ressalta Wilton Neves, secretário de turismo de Nova Friburgo.

Campo Novo do Parecis, no Mato Grosso, é o maior produtor de girassóis do País

Foto: Divulgação

A tradição do cultivo, produção e venda das flores da Holanda fez escola no Brasil. Com o título de “jardim do Brasil”, Holambra acumula os títulos de maior produtora de flores do País e maior exportadora do produto para a América Latina. O município possui 15 mil habitantes, mas chega a receber um milhão de turistas por ano atraídos por suas flores. Situada na região metropolitana de Campinas em São Paulo, a cidade mantém uma atmosfera mágica, cheia de características típicas de seus colonizadores, os holandeses, inclusive no nome da cidade. 

Também em São Paulo, Cunha não fica atrás quando o assunto é produção de flores. As charmosas lavouras de lavanda são semelhantes às cultivadas no sudeste da França e inspiram turistas pela beleza, aroma e cor que conferem à vegetação um belo tom de lilás. Cerca de três mil pessoas se deslocam para a cidade em busca desses locais, que em sua maioria podem ser visitados gratuitamente.

As lavouras de lavanda de Cunha, em São Paulo, são semelhantes às cultivadas no sudeste da França

Foto: Divulgação

Em Mato Grosso, Campo Novo do Parecis é o destino florido de destaque no Estado. Maior produtor de girassóis do País, o município produz 29 mil toneladas da planta por ano, gerando empregos e movimentando o comércio da cidade. Mas o turista que tem interesse em apreciar os campos amarelados precisa ficar atento às datas de florada, que acontece apenas alguns dias no mês de maio.

Por fim, Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul, é repleta de espaços floridos. Tanto que a cidade ficou conhecida como “Jardim da Serra Gaúcha”. Por lá, o turista encontra floriculturas com mais de mil variedades de plantas ornamentais junto a pontos turísticos naturais como a rampa de voo Livre Ninho das Águias, o Pinheiro Multissecular e o Labirinto Verde.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top