Assine o fluminense

A lua e os fios

Afinal de contas: o crescimento dos cabelos tem alguma ligação com as fases da lua?

Mesmo que não exista pesquisa científica que comprove a importância da força de nosso satélite natural sobre o crescimento do cabelo, muitas mulheres ainda passam a tesoura de acordo com o calendário lunar

Foto: Pixabay

Há quem diga que cortar na Lua minguante enfraquece os fios, na Lua crescente os faz crescer, na Lua cheia aumenta o volume e na Lua nova fortalece raízes. Mesmo que não exista pesquisa científica que comprove a importância da força de nosso satélite natural sobre o crescimento do cabelo, muitas mulheres ainda passam a tesoura de acordo com o calendário lunar.

A ideia surgiu a partir da relação da Lua com as marés, já que exerce uma forte influência sobre elas. Como o corpo humano é composto em sua maioria por água, o astro poderia também exercer uma força gravitacional semelhante, fazendo com que o cabelo crescesse mais ou menos de acordo com a fase lunar. 

Para a especialista em cabelos Alessandra Batista, do Espaço Top Hair Ipanema, essa não é uma ideia correta. 

“Quando algumas clientes me perguntam em que lua nós estamos para que possamos realizar o corte, eu sempre respondo: ‘lua linda de salão’ (risos). E a grande maioria sempre sai com seu cabelo cortado”, conta a profissional, que também ressalta o poder da mente humana. 

“Se a pessoa acredita nessa ideia, o poder já comprovado da mente humana faz até acontecer, psicologicamente falando. Mas na verdade não interfere em nada”, afirma. 

A crença da Lua como fonte de forte influência no cotidiano é de longa data. Já na agricultura primitiva, os agricultores organizavam seus ciclos pelas fases da Lua. No hemisfério norte, até hoje a última lua cheia da primavera é chamada de “lua da colheita”. Impulsionada pela astrologia, que defende que os astros têm poder sobre nossas vidas, a crença tomou a forma que tem hoje. Na França, existem até os “cabeleireiros de lua cheia”, que na primeira noite dessa fase lunar deixam seus salões abertos madrugada adentro para atender clientes. 

Para a astrologia, a Lua representa proximidade, e está relacionada aos humores, hormônios e variações do corpo e da mente. De acordo com a astróloga Márcia Mattos, as fases da Lua têm um importante papel não só no crescimento dos cabelos, mas no regimento da vida em geral. 

“As fases da Lua atuam sobre o corpo, a circulação dos líquidos do corpo, o peso e a estética. Tratamento de beleza, hidratação e cabelos são sensíveis também a esta interferência, como a Lua nova se refere ao princípio, a fase inicial de qualquer projeto é o momento ideal para dar início a corte de cabelo para que o crescimento se dê com força, saúde e volume, pois passarão por todas as fases naturais do ciclo (crescente, cheia e minguante). Quase como se estivessem imitando o ritmo da natureza”, indica. 

Ela explica que cada fase é mais propícia para algo: a Lua crescente, por exemplo, é boa para cortar o cabelo visando crescimento rápido, quando se quer mudar o corte, eliminar a tintura ou permanente, mas em compensação o fio cresce mais fino. 

“A fase da lua crescente é uma fase de ‘engorda’, onde tudo na natureza está enchendo, ganhando forma e ocupando espaço”, aponta a astróloga. 

Já na Lua cheia é recomendado cortar o cabelo para crescer mais cheio e com fio mais forte.

“Esta é uma fase de culminância, de aumento do volume de líquido circulando pelo corpo. É mais fácil termos inchaços e ganharmos peso por retenção de líquido nesta fase, o ritmo do crescimento do cabelo está acelerado e cortes realizados nessa fase perdem rapidamente a sua forma”, explica. 

A minguante, por sua vez, é mais propícia para quem quer manter o corte, pois resulta em um crescimento mais lento. 

“Esta é uma fase de retração, desaceleração e diminuição das forças que impulsionam o crescimento”, finaliza a astróloga.

O astrônomo Daniel Mello também ressalta a importância da Lua, apontando que ela não só influencia nas marés como é a causa primária desse fenômeno. 

“Isso ocorre devido a dois processos: a gravidade da Lua, que atua atraindo as massas de água, e o fato de a Lua girar, ou estar em órbita ao redor da Terra. Como a gravidade também depende da distância, as marés serão maiores quando a Lua estiver em seu ponto mais alto no céu. Como há também uma dependência com a gravidade do Sol, as maiores marés serão sempre quando a fase da Lua é cheia ou nova”, explica, esclarecendo também que essa influência só é exercida em massas gigantescas de água.

“Se enchermos um balde com água e esperarmos a maré atuar, ficaríamos desapontados. Por esse motivo, não há nenhuma comprovação correta de que as marés e, indiretamente, as fases da Lua, tenham influência no crescimento dos cabelos ou mesmo no crescimento de plantas. Tudo isso é, e provavelmente sempre será, puro mito”, afirma. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top