Assine o fluminense
Mão na Massa

O chef Romeu Valadares apresenta as novidades do mundo gastronômico e dicas sobre pratos saborosos e cheios de detalhes curiosos

Rio Wine and food festival

Voltei de viagem praticamente direto para o evento mais importante de vinhos do nosso Estado, perdi a abertura, mas segui, ainda no “jet lag”, para a feira de vinhos que todos os anos o festival organiza no Clube Piraquê. Que local lindo, coisa rara, de tão apoiado na Lagoa que é! Não me canso de recomendar as degustações, as importadoras fazem as delas que são todas muito boas e algumas sensacionais, mas a feira é território livre, onde as surpresas saltam, e o Brasil tem chance de se mostrar. Com as dificuldades enfrentadas pela Expovinis de São Paulo e sua drástica redução, a feira do Piraquê assume ainda mais importância. Três grandes salões contemplaram vinhos do Uruguai, Argentina, Brasil e mais uma variedade de origens em estandes de importadores. Degustações fechadas com a presença de enólogos e produtores tomam lugar em salas menores e são uma oportunidade para quem ama o vinho se aproximar de quem o faz. Esse ano fiquei 100% solto na feira! Gosto muito de sentir a vibração das pessoas, perguntar o que indicam, do que gostam, ver os olhos brilharem com uma descoberta, vinhos encantadores e acessíveis! Novidades e velhos conhecidos. O Grupo Miolo, um orgulho para nós, com profissionalismo e investimentos, gigante, guarda um braço de pequeno vinhateiro, para praticar, com sua nova linha “Single Vinyards”, uma vitivinicultura de terroir, produzindo em parcelas pequenas, exaustivamente pesquisadas, vinhos que pudessem, ao mesmo tempo, atingir alto nível técnico e transmitir as características de sua localização, clima e cultura da gente que o elabora. São vinhos feitos no vinhedo, como se costuma dizer de vinhos que se expressam sem que sejam moldados nas adegas das vinícolas. Sem desmerecer o trabalho do enólogo Miguel Almeida, muito pelo contrario, português, há mais de dez anos é braço forte na Miolo, responsável pela Quinta do Seival, localizada na Campanha Meridional, donde vem o ótimo Touriga Nacional, um dos quatro vinhos da nova linha single vinyard. Miguel, uma voz de força para nosso vinho, tem grande responsabilidade na condução do projeto que, logo de cara, conquistou destaque no Guia Descorchados (o mais importante da América do Sul), ficando entre os dez melhores tintos do continente. Os outros 3 vinhos da linha, um Syrah do Vale do São Francisco (sim, no Nordeste), um elegante Pinot Noir e um fresquíssimo riesling, juntaram-se ao touriga e escolheram o Rio de Janeiro para seu lançamento. No site da Miolo (R$9,90) estão informações técnicas detalhadas, visite e experimente, se preferir ver ao vivo, logo estarão à venda nas boas lojas da cidade. Produção pequena e qualidade com preço justo! O futuro sorri para o vinho brasileiro, vamos a ele!

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Mais notícias de Mão Na Massa

Scroll To Top