Assine o fluminense

A pedaladas

De olho na mobilidade urbana ecologicamente correta, dois niteroienses empreendedores criaram um serviço de entrega via bicicleta

Os niteroienses Pedro Málaga e Pedro Ivo acreditam na força política do uso da bicicleta em substituição aos veículos motorizados

Foto: Lucas Benevides

As grandes metrópoles estão com uma quantidade cada vez maior de veículos motorizados. O Rio de Janeiro, por exemplo, é a segunda cidade neste ranking, com mais de sete milhões de carros – perdendo apenas para São Paulo. Além de causar estresse por conta das longas filas de trânsito, os engarrafamentos causam problemas também na economia. Estima-se que apenas os congestionamentos de grandes cidades custem 98 bilhões por ano, tanto pela perda de produção não concretizada quanto pelos gastos adicionais com combustível. Calcula-se também que estes motoristas passem, em média, praticamente um mês inteiro todos os anos dentro do automóvel. Isso sem falar, é claro, dos impactos ambientais, já que estes veículos emitem uma série de gases nocivos ao nosso planeta. 

Motivados pela junção de prestar um serviço de qualidade, ajudar o planeta e fazer o que gostam, os niteroienses Pedro Málaga e Pedro Ivo criaram a “Niterói Bike Messenger (NBM)”, um serviço de entregas via bicicletas. Há quase dois anos, os amigos se dedicam a este trabalho que foca atender pequenos empreendedores, valorizando o comércio local. 

“A ideia veio depois de eu fazer parte de uma grande empresa de entregas. O Pedro também tinha trabalhado em outra empresa e, por meio de amigos, a gente acabou se conectando aqui em Niterói, daí veio a nossa ideia de montar a nossa própria empresa na cidade”, conta Pedro Ivo, que, além da questão sustentável, também acredita na força política que o uso de bicicletas nas grandes cidades fomenta: “É um símbolo de liberdade na cidade. Então, além da questão da sustentabilidade, a gente também pensa no cicloativismo”. 

Segundo a engenheira civil e professora de estradas da Uerj, Helena de Almeida, esta alternativa de transporte contribui diretamente em todos os âmbitos: econômico, social e ambiental. Tanto pelo serviço prestado a partir das bicicletas quanto pelo baixo custo de aquisição e manutenção das mesmas, e claro, facilitando a locomoção dentro do espaço urbano. 

“Bicicletas e transporte público fazem uma ótima combinação. Soluções incluem a criação de ruas seguras para pedalar perto de estações de transporte, oferecendo bons bicicletários e veículos que permitam bicicletas a bordo. Há um movimento crescente para o conceito das ruas completas, que integram espaços para caminhar, pedalar, para transporte público e carros privados – essa visão integrada é a chave para um design urbano sustentável e de alta qualidade. De modo a modificar o defasado paradigma do sistema de trânsito, foi promulgada em 2012 a Lei nº 12.587/12, denominada Política Nacional de Mobilidade Urbana, que tem por finalidade melhorar a infraestrutura para ciclistas e pedestres, assim como impulsionar o processo de desenvolvimento dos sistemas de transporte público coletivo nos municípios brasileiros”, revela a engenheira. 

Um ponto importante para facilitar o trabalho destes e de outros empreendedores é o desenvolvimento de políticas públicas que incentivem os meios de transporte não motorizados.

“Acredito que a nossa empresa é o futuro da logística do País, onde as entregas feitas por bicicleta serão cada vez mais requisitadas. Quanto maior for a busca pelo ideal sustentável, pela cidade democrática, pela igualdade social, mais espaço a nossa empresa e outras empresas como a nossa terão”, afirma Pedro Málaga, que demonstra interesse em futuramente expandir a NBM: “Hoje, funciona só com nós dois, mas temos planos de expandir a empresa conforme a demanda for crescendo. A contratação tem uma profundidade maior do que apenas empresarial pra gente, pois acreditamos que, quanto mais ciclistas estiverem na rua, teremos um espaço mais democrático”. 

Dentre os clientes que utilizam o serviço de entregas dos “Pedros”, Cinthya Ravizzini é proprietária  de uma loja que vende massas, molhos, salgadinhos e afins. A comerciante revela que a parceria acrescentou muito para a sua loja, que, anteriormente, não tinha este serviço de entregas. 

“Eles entregam para qualquer lugar de Niterói que eu preciso a um custo bem acessível para meus clientes e para mim. Além de ser uma entrega rápida, é ecologicamente correta, então, para mim e minha loja, foi um divisor de águas. É um prazer trabalhar com eles”, conclui. (Colaboração: André Bernardo) 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top