Assine o fluminense

Estado lança campanha de combate à febre amarela

A partir de 2018 a imunização entrará no calendário de vacinação

Dando continuidade à imunização de toda a população fluminense, medida preventiva anunciada desde o início do ano pela Secretaria de Estado de Saúde, é lançada nesta segunda-feira (3) a Campanha Estadual de Vacinação contra Febre Amarela. A nova etapa consiste em expandir para todo o estado a vacinação em larga escala, conforme o planejamento do Estado que, desde o início do ano, vem adotando medidas preventivas para a proteção da população do RJ. Até o momento, quase 6 milhões de doses já foram disponibilizadas aos 92 municípios, com prioridade para aqueles considerados mais vulnerárias, diante da avaliação constante do cenário epidemiológico. 

"Com a garantia de fornecimento das doses de vacinas pelo Governo Federal, faremos uma grande campanha com o Dia D, no sábado (8), para chamar a atenção da sociedade quanto à importância de se proteger e a melhor forma é tomar a vacina. Desde o início do ano, estamos nos antecipando e adotando uma série de medidas preventivas. Já temos boa cobertura nas áreas consideradas mais vulneráveis, como zonas rurais e localidades próximas às matas", explicou o secretário estadual de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Junior. 

Calendário - Entre janeiro e junho, a SES já disponibilizou 5.926.305 doses de vacinas para os 92 municípios. Com base nos pedidos de reposição de lotes feitos pelas prefeituras à pasta, a estimativa da SES é de que cerca 5 milhões de pessoas já tenham sido vacinadas. Considerando que uma dose da vacina é suficiente para imunizar pelo resto da vida, além de levar em conta que cerca de 1 milhões de habitantes do estado já tenham sido imunizados anteriormente, a estimativa é que, entre julho e dezembro, entre 5 e 6 milhões de pessoas sejam imunizadas nos próximos meses.  A partir da solicitação da SES, feita no início deste ano, antes mesmo de terem sido registrados casos da doença no território fluminense, a vacina contra a febre amarela passará a fazer parte do calendário de rotina no Rio.  

"Como preconizado pela Organização Mundial da Saúde, o Brasil passou a adotar a dose única da vacina contra a febre amarela, que garante a proteção do indivíduo por toda a vida, assim como já ocorre internacionalmente. Portanto, quem já se vacinou, não importa há quanto tempo, não precisa se vacinar novamente. Este é o momento de intensificar as ações e reforçar a importância da vacina junto à população ainda não imunizada. A vacina contra a febre amarela é segura e apresenta alto índice de eficácia – reforça Alexandre Chieppe, subsecretário de Vigilância em Saúde.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top