Você faz a notícia

Pesquisa da UFF testa vacinas contra infecção hospitalar

Professor, alunos e pesquisadores tentam antídoto contra diversas bactérias

No Brasil, cerca de 100 mil pessoas morrem a cada ano em função de infecções contraídas em hospitais

Divulgação

A infecção hospitalar é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. No Brasil, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 14% dos pacientes internados contraem algum tipo de infecção anualmente. O número de mortes, segundo a Associação Nacional de Biossegurança (ANBio), chega em média a 100 mil por ano.
 
O professor de Bioquímica e Biologia Celular e Molecular Fábio Aguiar Alves, da Universidade Federal Fluminense (UFF), quatro alunos de graduação e cinco pesquisadores estão testando vacinas contra infecções por Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa na Escola de Medicina da Universidade da Califórnia em San Francisco (UCSF), EUA. A bactéria Staphylococcus aureus causa, entre outras doenças, a pneumonia, osteomielite e infecção generalizada (sepse). A Pseudomonas aeruginosa atinge os aparelhos respiratório, urinário e corrente sanguínea e é a principal preocupação de contaminação em casos de queimados.  
 
“Esse projeto inédito vai trazer uma série de benefícios para a população mundial. O meu objetivo é levar para o Brasil todo aprendizado e a tecnologia sobre a metodologia de testes com novas vacinas e drogas. Afinal, grandes indústrias farmacêuticas têm filiais no nosso país e podemos desenvolver excelentes parcerias com a Universidade”, ressalta. 
 
Fábio Aguiar Alves foi convidado pelo Prof. Binh Diep da Universidade da Califórnia em função de estudos realizados sobre biologia molecular eStaphylococcus aureus.
 
Após testes em camundongos, as vacinas estão sendo testadas em coelhos. Alguns países, como o Canadá, já propuseram o uso como prevenção em procedimentos cirúrgicos de grande porte. O professor da UFF prevê que os estudos e resultados conclusivos devem acontecer em aproximadamente três anos. 
 
Para o vice-reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, a sociedade colhe frutos sempre que há sinergia entre um planejamento institucional responsável e o talento aliado ao trabalho dos pesquisadores. "O professor Fábio Aguiar Alves é um jovem pesquisador, talentoso e trabalhador que encontrou na UFF um ambiente preparado e organizado pelos gestores para desenvolver seus projetos em cooperação com demais colegas, alunos e colaboradores internacionais. Desta forma, fortalecemos nossa missão como Universidade, maximizando o retorno para a sociedade a partir dos investimentos em pesquisa científica."

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Sinval
já tentaram usar Cobre nas dependências hospitalares?
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Marco Antonio Pinto Balthazar
Excelente a pesquisa realizada pela UFF e os resultados para os pacientes, porém não podemos esquecer da infecção hospitalar com os profissionais de saúde cuidadores que trabalham diretamente com os riscos biológicos de forma habitual e permanente, e é um maiores problemas de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais no Brasil e no mundo. Como agir? Vamos desenvolver tecnologias e metodologias mais seguras?
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Scroll To Top