28
Seg, Set

Ações ocorrem em diversos pontos da cidade neste fim de semana - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, das secretarias de Fazenda e Ordem Pública, e da Guarda Municipal, dá continuidade às ações de fiscalização na cidade neste domingo, (27/09).  As equipes estão em diversos pontos, incluindo a orla, bares e restaurantes, para verificar o cumprimento das medidas sanitárias adotadas durante a pandemia da Covid-19, como o combate a aglomerações e o uso obrigatório da máscara. 

Até o fim da manhã deste domingo (27/9) foram registradas 186 remoções do Leme ao Pontal por conta do decreto que proíbe o estacionamento na orla aos sábados, domingos e feriados. Já nas ações na noite de sábado (26/09), agentes da Seop multaram dois bares por aglomeração e Guardas Municipais, em uma ação conjunta com a PM, interromperam uma festa de casamento com mais de 100 convidados e, inclusive, uma bateria de escola de samba, na Ilha do Governador.

A seguir, o balanço das pastas envolvidas:

VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Na noite de sábado (26/09), equipes da Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde inspecionaram quatro estabelecimentos em Ipanema e Copacabana para verificar o descumprimento das Regras de Ouro, as medidas higiênico-sanitárias e aglomerações. Todos os locais visitados estavam de acordo com os protocolos sanitários para as atividades econômicas de bares e restaurantes.

Ainda no sábado, durante o dia, os fiscais fizeram 20 inspeções e aplicaram oito multas no total. Cinco autuações foram por falta de higiene, duas em Campo Grande, duas em Botafogo e uma em São Cristóvão. Em São Conrado, um estabelecimento foi autuado por falta de licenciamento sanitário, mesma multa aplicada em uma mercearia em Campo Grande.

No Maracanã, 4,8 kg de produtos impróprios para consumo foram inutilizados. No Jardim Botânico, uma residência que fornecia refeição para consumo externo de forma irregular foi interditada. Os fiscais estiveram ainda em estabelecimentos no Leblon, no Joá, na Gávea, na Tijuca, e no Centro. 

Na sexta-feira (25/09), o comboio noturno da pasta esteve nos quatro micropolos gastronômicos — áreas onde normalmente há grande concentração de pessoas — localizados no Leblon (Rua Dias Ferreira), em Botafogo (Praça Nelson Mandela), na Tijuca (Praça Vanhargem) e na Barra da Tijuca (Avenida Olegário Maciel).

 

Pontos turísticos

Na tarde de sábado(26/09), as equipes da Vigilância Sanitária inspecionaram os pontos turísticos: Parque Lage, Jardim Botânico, Museu do Amanhã, Museu de Arte do Rio e Rio Star. Todos os locais visitados cumpriam os protocolos sanitários para o setor. De acordo com a Fase 6A do plano de retomada das atividades econômicas, vigente desde 1º de setembro, esses espaços estão autorizados a abrir com capacidade simultânea máxima de 50%, desde que não ultrapasse a regra de 4m² por pessoa.

Números gerais

Desde o início da pandemia, em março, a Vigilância Sanitária fez 10.631 inspeções com foco em coibir o descumprimento das Regras de Ouro, a falta de condições higiênico-sanitárias, e aglomerações nos estabelecimentos. Foram aplicadas 4.750 infrações e 277 estabelecimentos foram interditados. Do total de multas, 555 foi por aglomeração.

São consideradas gravíssimas as infrações dos estabelecimentos que permitirem aglomerações, com infrações de R$ 15 mil a R$ 26 mil, esse último valor é em caso de reincidência. A interdição desses estabelecimentos passou a ser de sete dias. O aumento de infrações sanitárias está previsto no Decreto Rio 45.585/18, que regulamenta a Lei 197/18 (Código de Vigilância Sanitária, Vigilância em Zoonoses e Inspeção Agropecuária).

Para voltar a funcionar, o estabelecimento precisa cumprir as exigências que constam no termo de intimação recebido no ato da interdição. Depois disso, entrar em contato com a Central 1746 solicitando a desinterdição. A central, por sua vez, aciona a Vigilância Sanitária, que envia equipe novamente ao local para checar se todas as exigências estão sendo cumpridas.

GUARDA MUNICIPAL

Guardas municipais da 12ª Inspetoria (Ilha do Governador) realizaram na noite de sábado, dia 26, operação conjunta com policiais militares da 17º BPM para constatar denúncia de aglomeração em um espaço para eventos localizado na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio.

Ao chegar no local, o comboio da GM-Rio e da PM constatou que o evento denunciado por vizinhos da região se tratava de uma festa de casamento com mais de 100 convidados e músicos integrantes de uma bateria de escola de samba, inclusive.

Com a festa interrompida, os convidados foram se retirando do local posteriormente. A mulher responsável foi notificada pelos guardas e conduzida para a 37ª DP (Ilha do Governador).

A Guarda Municipal mantém as ações de patrulhamento e de fiscalização das infrações sanitárias em toda a cidade, incluindo as praias que contam nos finais de semana com reforço de 81 agentes atuando na orla, além do efetivo regular de 190 guardas nas zonas Sul e Oeste da cidade. Os agentes fiscalizam as posturas municipais nas praias, o estacionamento irregular e orientam a população sobre a atual fase de flexibilização.  

Entre os dias 5 de junho e 24 de setembro, a Guarda Municipal registrou 7.865 multas sanitárias, sendo 6.388 (81,22%) pela falta do uso de máscaras e 402 por aglomeração em estabelecimentos e em via pública. Do total geral, 1.772 autuações foram aplicadas pelo SubGrupamento de Operações de Praia, que atua no patrulhamento da faixa de areia. Os agentes também orientam a população sobre as regras de ouro e distribuem máscaras de proteção à população durante a operação Blitz da Vida. Os números de notificações do fim de semana serão consolidados na atualização da estatística durante a próxima semana. 

Guardas municipais atuaram em ações conjuntas e isoladas na noite de sábado, dia 26, na fiscalização sanitárias de bares, quiosques e polos gastronômicos de diversas regiões da cidade, como Botafogo, Laranjeiras, Urca, Leme, Copacabana, Leblon, Barra da Tijuca, Recreio, Bangu, Padre Miguel, Campo Grande, Tijuca, Engenho de Dentro e Ilha do Governador. Os agentes orientaram os responsáveis pelos estabelecimentos sobre o decreto municipal que estabelece o horário de fechamento dos estabelecimentos, a 1h, além de terem fiscalizado aglomerações e falta do uso de máscaras nos pontos de fiscalização.   

Em função do decreto que determina novas regras para estacionamento no fim de semana na orla do Rio, os agentes também estão atuando nesta fiscalização e multando quem descumpre com a determinação. Até sexta-feira, dia 25/09, a Guarda Municipal registrou 5.102 Infrações de trânsito em toda a orla da cidade. Os números de multas do fim de semana serão consolidados na atualização da estatística durante a próxima semana. 

A GM-Rio solicita que os cidadãos respeitem os protocolos sanitários e as regras de distanciamento social, a fim de se evitar aglomerações e disseminação do novo coronavírus.

 

ORDEM PÚBLICA

Ações noturnas - Na noite deste sábado, 26/09, 12 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados em ações conjuntas da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) em pontos de Bangu, Padre Miguel, Campo Grande, Engenho de Dentro e Leblon. Dois bares foram multados por aglomeração. Desde a noite de sexta-feira, 25/09 (com ações na Taquara, Vila Valqueire e Botafogo), a força-tarefa formada por agentes da Seop, guardas municipais e fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda registrou 29 estabelecimentos vistoriados, e 15 multas por irregularidades como aglomeração, excesso de mesas e cadeiras, e falta de alvará. Além disso, 14 ambulantes não autorizados foram orientados a desocupar o espaço público, e quatro veículos foram removidos por estacionamento irregular. 

Nos bairros da Zona Oeste, o comboio também contou com o apoio da Polícia Militar.

Fiscalização na orla - Neste domingo, 27/09, as ações conjuntas para fiscalizar comércios, estacionamentos e conter aglomerações continuaram em toda a cidade. Pela manhã, a Seop reuniu diversos órgãos municipais para atuar no ordenamento da orla da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste.

Na manhã de sábado, 26/09, a ação conjunta nos bairros de Copacabana e Leblon, na Zona Sul carioca, teve 32 ambulantes fiscalizados, nove veículos removidos por estacionamento irregular, e 22 abordagens a pessoas em situação de rua, com quatro acolhimentos. A força-tarefa contou com a participação da Guarda Municipal e das secretarias de Fazenda e de Assistência Social e Direitos Humanos, além das coordenadorias de Reboques e de Cuidado e Prevenção às Drogas da Seop.

Estacionamento na orla: 186 remoções no sábado - A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques da Seop também atua com reforço de 20 reboques na orla, para fiscalizar o cumprimento do decreto que proíbe o estacionamento, no trecho do Leme ao Pontal, aos sábados, domingos e feriados. Somente neste sábado, 26/09, foram 186 remoções.

O uso de vagas da orla está liberado somente para moradores, usuários de vagas especiais e turistas hospedados em hotéis da região. Os moradores devem deixar à mostra, no painel do veículo, o Cartão Morador do sistema Rio Rotativo (emitido pela CET-Rio) ou comprovante de residência, podendo utilizar as vagas da sua localidade. Os usuários de vagas especiais (idosos e pessoas com deficiência) devem expor o cartão obrigatório de beneficiário. E, ao fazer o check-in no hotel, o hóspede vai receber um cartão com prazo de validade equivalente à estada, que deverá ficar à mostra no painel do veículo.

Veículos rebocados: Antes de se dirigir aos depósitos municipais (São Cristóvão e Recreio dos Bandeirantes), a recomendação é consultar se o veículo foi removido por estacionamento irregular pela Prefeitura no site da Seop: www.rio.rj.gov.br/web/seop. Sobre o pagamento das taxas de reboque, para evitar fraudes, ele deve ser efetuado diretamente em caixas eletrônicos, bancos e em estabelecimentos essenciais conveniados, como supermercados e farmácias, não sendo executado via internet ou aplicativos.

FAZENDA

A Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, realiza neste final de semana ações de ordenamento urbano na cidade.

Até agora, a Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização já percorreu os bairros de Botafogo, Taquara, Camorim, Vila Valqueire, Bangu, Engenho de Dentro e Leblon nas Zonas Sul e Oeste da Cidade. Ao todo 25 estabelecimentos foram vistoriados pelos fiscais de atividades econômicas e onze foram multados pelo uso irregular de mesas e cadeiras na calçadas e ausência de alvará de licença para estabelecimento.

Vale lembrar que os estabelecimentos que descumprirem a legislação vigente podem ser multados, interditados e terem o processo de cassação do alvará de licença para estabelecimento iniciado.

Já a Coordenadoria de Controle Urbano fiscalizou o comércio ambulante nos bairros de Bangu, Engenho de Dentro, Botafogo, Tijuca, Taquara, Vila Valqueire, Copacabana, Ipanema e Leblon, incluindo as praias da Zona sul. Ao todo, 50 ambulantes foram fiscalizados pelos agentes de controle urbano. Desse total, três foram autuados e 12 foram orientados a se retirarem do logradouro público. Nas ações também houve apreensão de 94 itens comercializados de forma irregular.

Os ambulantes que descumprirem as regras vigentes nos decretos podem ser multados, terem  mercadoria apreendida e, caso persistam na irregularidade podem ainda perder a licença para o comércio ambulante.

Ao todo, são 259.670 casos confirmados - Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Rio de Janeiro

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registra, até este sábado (26), 259.670 casos confirmados e 18.247 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 503 óbitos em investigação e 364 foram descartados. Entre os casos confirmados, 237.024 pacientes se recuperaram da doença.

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

Rio de Janeiro - 100.132
Niterói - 13.026
São Gonçalo - 12.068
Duque de Caxias - 9.488
Belford Roxo - 9.346
Macaé - 8.225
Volta Redonda - 6.611
Nova Iguaçu - 6.453
Campos dos Goytacazes - 5.769
Teresópolis - 5.726
Angra dos Reis - 5.512
Itaboraí - 4.576
Magé - 3.797
Maricá - 3.564
São João de Meriti - 3.399
Nova Friburgo - 3.076
Barra Mansa - 2.894
Itaperuna - 2.833
Três Rios - 2.803
Cabo Frio - 2.502
Queimados - 2.458
Petrópolis - 2.439
Itaguaí - 2.347
Resende - 2.167
Rio das Ostras - 1.956
Rio Bonito - 1.850
Guapimirim - 1.737
Mesquita - 1.481
Araruama - 1.416
Nilópolis - 1.348
São Pedro da Aldeia - 1.277
Santo Antônio de Pádua - 1.140
Barra do Piraí - 1.114
Saquarema - 1.103
São João da Barra - 1.010
Paraíba do Sul - 969
Casimiro de Abreu - 962
Paraty - 875
Tanguá - 835
Bom Jesus do Itabapoana - 797
Mangaratiba - 790
Seropédica - 764
Vassouras - 754
Paracambi - 708
Piraí - 696
Iguaba Grande - 665
Conceição de Macabu - 661
Varre-Sai - 633
Porciúncula - 629
Valença - 621
Cachoeiras de Macacu - 599
São Francisco de Itabapoana - 579
Natividade - 575
Pinheiral - 504
São José do Vale do Rio Preto - 475
Quissamã - 473
Japeri - 460
Armação dos Búzios - 457
Miracema - 457
Sapucaia - 454
Porto Real - 411
Itatiaia - 381
Cardoso Moreira - 360
Italva - 359
Itaocara - 359
Rio Claro - 306
Carapebus - 295
Cordeiro - 290
Miguel Pereira - 270
Laje do Muriaé - 264
São Fidélis - 250
Cantagalo - 225
Areal - 221
Mendes - 202
Cambuci - 195
Carmo - 195
Aperibé - 191
Arraial do Cabo - 188
Bom Jardim - 182
Paty do Alferes - 175
Sumidouro - 171
Comendador Levy Gasparian - 157
Silva Jardim - 157
Quatis - 156
Engenheiro Paulo de Frontin - 153
São José de Ubá - 141
Santa Maria Madalena - 107
Macuco - 84
Duas Barras - 74
Trajano de Moraes - 57
São Sebastião do Alto - 36
Rio das Flores - 23

 

As 18.247 vítimas de Covid-19 no estado foram registradas nos seguintes municípios:

 

Rio de Janeiro - 10.834
Duque de Caxias - 704
São Gonçalo - 701
Nova Iguaçu - 592
São João de Meriti - 434
Niterói - 420
Campos dos Goytacazes - 374
Belford Roxo - 290
Magé - 221
Itaboraí - 220
Volta Redonda - 212
Petrópolis - 208
Nilópolis - 185
Angra dos Reis - 182
Mesquita - 173
Barra Mansa - 158
Macaé - 148
Cabo Frio - 145
Teresópolis - 143
Nova Friburgo - 128
Itaguaí - 122
Maricá - 119
Resende - 91
Rio das Ostras - 80
Itaperuna - 66
Araruama - 65
Queimados - 65
Guapimirim - 63
Saquarema - 62
Rio Bonito - 61
Três Rios - 61
Barra do Piraí - 56
Seropédica - 56
São Pedro da Aldeia - 43
Tanguá - 40
Mangaratiba - 38
Iguaba Grande - 34
Paraty - 34
Paracambi - 33
Cachoeiras de Macacu - 31
Japeri - 30
Sapucaia - 26
Vassouras - 26
Casimiro de Abreu - 24
Paraíba do Sul - 24
Bom Jesus do Itabapoana - 23
Itaocara - 23
São Fidélis - 23
São Francisco de Itabapoana - 22
São José do Vale do Rio Preto - 19
Santo Antônio de Pádua - 18
Valença - 18
Porciúncula - 17
Porto Real - 17
Quissamã - 17
Pinheiral - 16
Rio Claro - 15
Conceição de Macabu - 14
Armação dos Búzios - 13
Miguel Pereira - 13
Piraí - 13
Italva - 12
São João da Barra - 12
Itatiaia - 11
Sumidouro - 11
Silva Jardim - 9
Areal - 8
Aperibé - 7
Arraial do Cabo - 6
Cambuci - 5
Miracema - 5
Paty do Alferes - 5
Santa Maria Madalena - 5
Bom Jardim - 4
Carapebus - 4
Carmo - 4
Natividade - 4
Rio das Flores - 4
Comendador Levy Gasparian - 3
Duas Barras - 3
Engenheiro Paulo de Frontin - 3
Macuco - 3
São José de Ubá - 3
Cantagalo - 2
Cardoso Moreira - 2
Mendes - 2
Quatis - 2
Varre-Sai - 2
Cordeiro - 1
Laje do Muriaé - 1
São Sebastião do Alto - 1

 

Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no estado do Rio de Janeiro em painel.saude.rj.gov.br.

Carros de hóspedes terão cartão de identificação - Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico, anuncia que hóspedes de hotéis estão liberados para estacionar seus veículos na orla também aos sábados, domingos e feriados. O Diário Oficial do Município publicou, no último dia 24, uma alteração no decreto que proibia o estacionamento de veículos nesse período na orla marítima do Rio, entre as praias do Leme e do Pontal. Os moradores que residem nas proximidades já estavam autorizados anteriormente. Agora, quem estiver hospedado nos hotéis da orla e região também passa a ter esse benefício.

Para a secretária de Turismo e Legado Olímpico, Camila Sousa, essa medida fortalece a rede hoteleira, responsável pelo emprego de milhares de pessoas.

"Buscamos ações que visam diminuir ao máximo o impacto da pandemia no setor, que é o mais afetado pela pandemia. Nesse momento de retomada da economia precisamos estar atentos em tudo que pode facilitar a manutenção dos empregos, sem, é claro, deixarmos de lado os cuidados e a atenção na prevenção à Covid-19", declarou Camila.

Ao fazer o check-in no hotel, o hóspede vai receber um cartão com prazo de validade equivalente à estada, que deverá ficar à mostra no painel do veículo.

A construção da proposta foi feita em conjunto entre as secretarias de Turismo e Legado Olímpico (Seturleo), de Transportes (SMTR) e de Ordem Pública (Seop). O objetivo é não afugentar os turistas que estão movimentando a economia do setor, um dos mais prejudicados pela pandemia.

Animal foi resgatado e solto em um parque municipal - Foto: Prefeitura de Niterói / Divulgação

Niterói

O aparecimento de uma jiboia no estacionamento do Plaza Shopping, no Centro, em Niterói, assustou clientes de funcionários  na tarde do sábado (26).

Apesar do espanto, o animal não era venenoso e felizmente pode ser resgatado com segurança pela coordenadoria ambiental da Guarda Municipal de Niterói e solto em um parque municipal.

O acontecimento inusitado logo ganhou as redes sociais através de um vídeo compartilhado por uma cliente.

A administração do shopping declarou que monitorou o animal até o resgate acontecer.

 

Candidato conversu com moradores - Foto: Divulgação

Niterói

O candidato à prefeitura de Niterói pelo Partido Social Liberal (PSL), Deuler da Rocha, deu início, neste domingo (27) na sua caminhada para a disputa eleitoral na zona sul da cidade. Deuler participou, pela manhã, de um almoço de confraternização promovido por um candidato a vereador de seu partido em São Francisco. À tarde, participou de uma ação no Vital Brazil. E encerra seu primeiro dia de campanha em caminhada pelo calçadão da orla de Charitas.

O candidato conversou por bastante tempo com os moradores, que debateram os problemas de cada bairro.

“Começa a hoje a caminhada eleitoral. Tenho certeza que a população está ávida por mudanças, ansiosa por melhorias em diversas áreas, como a saúde, a mobilidade pública e segurança. Será olhando nos olhos, conversando com cada morador, que iremos conquistar a confiança do eleitor e iremos realizar a verdadeira transformação que Niterói merece”, disse Deuler.

Uma das pessoas que conversaram com o candidato é o publicitário Marcelo Pereira. Para Marcelo, conversar com Deuler o convenceu que o delegado é a melhor opção para governar Niterói.

"Sou militante da direita conservadora e queria ter a oportunidade de conhecer o delegado Deuler. A conversa foi boa, há ideias bastante promissoras sobre mobilidade e é o homem certo pra tirar a esquerda do poder em Niterói", relatou.

 
 
 
 
ResponderEncaminhar

Candidato percorreu o município com o prefeito Rodrigo Neves

Niterói

Axel Grael (PDT) iniciou, neste domingo (27), sua campanha à Prefeitura de Niterói. Neste primeiro dia, ao lado do prefeito Rodrigo Neves, cumprindo os protocolos de distanciamento social, o candidato percorreu a cidade conversando com eleitores sobre seus compromissos. Grael disse que, se eleito, vai priorizar a saúde e a retomada da economia.

Grael esteve ao lado do prefeito Rodrigo Neves, desde 2012, promovendo um intenso processo de transformação urbana e social em Niterói. Nos últimos 8 anos, essa gestão tirou do papel o túnel Charitas-Cafubá, construiu 25 escolas, reabriu o Getulinho, implantou o Niterói Presente, investiu pesado na drenagem e pavimentação da Região Oceânica, entre muitas outras realizações.

Grael defende que as conquistas dos últimos anos dão a Niterói condições de sair na frente, mas que a cidade sentirá os reflexos da crise mundial provocada pela pandemia do novo coronavírus. Mais do que nunca, será necessário um olhar especial para as parcelas mais frágeis da população. A saúde dos niteroienses e a retomada da economia serão prioridade, junto à qualidade dos serviços.

“Quero ser prefeito de uma cidade que avançou muito, mas precisa continuar seguindo em frente. Com a experiência e conhecimento que acumulei nos últimos anos, estou preparado para conduzir Niterói a mais um ciclo de desenvolvimento, inovação, sustentabilidade e justiça social. Precisamos continuar olhando para aqueles que mais precisam”, disse Grael, que tem Paulo Bagueira (SD) como candidato a vice-prefeito.

Ao longo do dia, o prefeito Rodrigo Neves caminhou com o candidato pela cidade, em locais como a Praia de Charitas, o Horto do Fonseca e a Praça do Largo da Batalha. Ele defendeu que Axel Grael vai avançar no projeto de fazer de Niterói o melhor lugar do Brasil para viver e ser feliz.  

“Ao meu lado nesses anos todos, tive um irmão, um amigo que conhece cada cantinho de Niterói. Um homem íntegro e correto que esteve, como vice-prefeito e secretário municipal, lado a lado, construindo a gestão da prefeitura e resgatando o orgulho de ser niteroiense. Hoje, sem dúvida, Grael é o candidato mais preparado e único com condições de fazer nossa querida Niterói avançar cada vez mais. Estamos iniciando a campanha conversando com moradores que também amam nossa cidade e vamos ganhar essa eleição para Niterói seguir avançando”, disse.

Moradora do Fonseca, Iolanda Flores conversou com Grael e com o prefeito sobre suas expectativas para a Zona Norte nos próximos anos.

“Com Grael, Niterói vai estar em boas mãos. O Horto do Fonseca ficou maravilhoso, o Getulinho foi muito importante para os meus filhos quando eram pequenos. Para os próximos anos espero a continuidade dessa ótima gestão que foi feita pelo Rodrigo”, contou.    

 
 

Foto: Divulgação

São Gonçalo

O prefeito José Luiz Nanci, candidato à reeleição pela coligação "Melhor o Certo do que o Duvidoso", que engloba os partidos Cidadania, MDB e PV, deu início a sua campanha  eleitoral no Zé Garoto, bairro onde reside há 68 anos. Em um salão de festas, se encontrou com lideranças políticas da cidade, onde falou das suas realizações e lembrou das dificuldades encontradas quando assumiu o governo.
 
-- Quando assumi a prefeitura em 2017, encontrei o prédio do governo com a luz cortada, os servidores municipais com salários atrasados, a empresa de Limpeza Urbana e a administradora do aterro sanitário com quatro meses sem receber pagamento e, por isso, sem recolher o lixo da cidade. Diversas obras abandonadas e mais de 50 mil pontos de luz apagados. Somando todas as dívidas encontradas, chegamos ao valor de R$630 milhões. Devido à situação caótica, presente em todos os setores, decretei estado de calamidade pública financeira -- lembrou o prefeito. 
 
Em seguida, acompanhado de candidatos a vereador pela Coligação, da candidata a vice-prefeita Márcia Valéria e de lideranças políticas, o prefeito José Luiz Nanci seguiu para o bairro de Neves, onde cumprimentou e conversou com moradores, comerciantes e feirantes. Na região, o médico lembrou das ações realizadas nas áreas da Saúde e Educação, e principalmente na Cultura e Lazer, quando inaugurou o Teatro Municipal George Savalla Gomes, o Palhaço Carequinha, no Centro, e a construção do Centro Municipal de Tradições Nordestinas - Severo, Embaixador Nordestino. 
 
"Atendemos a reivindicação de cerca de 300 mil nordestinos que moram em São Gonçalo e construímos uma belíssima área de lazer, com toda infraestrutura, que beneficia crianças, jovens, adultos e idosos. Paralelamente, demos fim a um grande lixão clandestino que ocupava a área onde  foram instalados quadra de esportes, praça, estacionamento, quiosques com comidas e artesanatos típicos, palco para show e um mirante, que  garante ao visitante uma visão privilegiada da Baía de Guanabara", explicou Nanci a um grupo de moradores. 
 
O candidato do Cidadania encerrou sua agenda com uma reunião junto a atletas no bairro do Pita, onde também lembrou dos investimentos feitos na área do Esporte e Lazer e da instalação de inúmeras academias da saúde na cidade para a prática de esportes. 

Na madrugada de quarta-feira (23), um policial militar foi preso em flagrante acusado de cometer feminicídio contra sua mulher e homicídio contra os sogros, em São Gonçalo. Segundo informações, o crime ocorreu na casa da família, na rua Magistrado Francisco Assis Fonseca, no bairro Zé Garoto.

O cabo da polícia militar, identificado como Leandro Alves de Siqueira, de 37 anos, teria baleado Priscilla da Veiga Freitas, de 32 anos, e depois atirou nos sogros - identificados como Valéria Vieira da Veiga, 54 anos, e Marcelo de Almeida, 43 anos. Leandro ainda atirou contra si mesmo numa tentativa frustrada de acabar com a própria vida, depois de baelar os três.

Segundo testemunhas, a confusão se iniciou após uma briga entre os familiares. Próximo a casa, foram encontradas munições no chão.

Priscilla morreu no local onde foi baleada, já Valéria e o PM foram levados para o Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, desde o dia do ocorrido. De acordo com informações, o estado de saúde da mãe da vítima piorou nesta sexta-feira (25), Leandro permance com o quase estável. Enquanto Marcelo, padrasto de Priscilla, foi levado para o Pronto-Socorro Municipal, no centro da cidade, onde ainda permanace internado.

O enterro da vítima fatal aconteceu no mesmo dia, no Cemitério Municipal de São Gonçalo e, por estarem internados, Valéria e Marcelo não puderam prestar a última homenagem a mulher. Através das redes sociais, amigos e parentes de Priscilla se manifestaram diante do ocorrido.

"enho aqui agradecer a todos pelas palavras de carinho a minha Família. Minha querida sobrinha, que se foi tão nova e cheia de vida, mas se foi. E peço que continuem orando por Valéria e Marcelo para que eles possam sair logo do hospital" publicou a tia da vítima.

"Quando uma mulher morre, pelo simples fato de ser mulher, todas nós morremos um pouco junto. Essa dor é de todas as mulheres que convivem com o machismo e lutam para mostrar que somos seres e não objetos" publicou também uma amiga de Priscilla.

A Polícia Civil afirmou que iniciou a investigação e que o policial será indiciado por feminicídio e tentativa de homicídio. Os agentes da DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) aguardam a alta médica do PM e das duas vítimas para ouvi-los. A Corregedoria da Polícia Militar também esteve no local e irá investigar o caso dentro da esfera militar.

Entrega acontece há mais de 10 anos - Foto: Divulgação

São Gonçalo

A Unidos do Porto da Pedra abre as portas de sua quadra, no próximo domingo, 27, a partir das 17 horas, para a tradicional entrega de doces, em comemoração ao dia de São Cosme e São Damião.

Criada pelo departamento de harmonia da escola, a entrega acontece há mais de 10 anos, e este ano, devido a pandemia do coronavirus, algumas medidas de proteção estarão sendo usadas para que todas as crianças possam buscar seus doces sem nenhum risco.

"Não poderíamos deixar de fazer a alegria da criançada nesse dia. Apesar da pandemia, esse é o momento da gente levar um pouco de alegria e carinho para elas. Todo o departamento de harmonia está preparado para receber as crianças com toda segurança", disse o diretor de harmonia, Aluízio Mendonça.

A quadra da Porto da Pedra fica na Travessa João Silva, 84.

Animal foi resgatado e solto em um parque municipal - Foto: Prefeitura de Niterói / Divulgação

Niterói

O aparecimento de uma jiboia no estacionamento do Plaza Shopping, no Centro, em Niterói, assustou clientes de funcionários  na tarde do sábado (26).

Apesar do espanto, o animal não era venenoso e felizmente pode ser resgatado com segurança pela coordenadoria ambiental da Guarda Municipal de Niterói e solto em um parque municipal.

O acontecimento inusitado logo ganhou as redes sociais através de um vídeo compartilhado por uma cliente.

A administração do shopping declarou que monitorou o animal até o resgate acontecer.

 

ANTT ameaça multar concessionária, que abandonou canteiro após decidir entregar licitação da rodoviaANTT ameaça multar concessionária, que abandonou canteiro após decidir entregar licitação da rodovia - Foto: Arteris / Divulgação

Cidades

A obra de duplicação de pista da Rodovia BR-101, entre o bairro do Barreto, em Niterói, e Manilha, em Itaboraí, está paralisada devido ao pedido de entrega da concessão, feito pela Arteris Fluminense. Não há operários trabalhando no canteiro de obras, que está abandonado, entre os bairros Jardim Catarina e Guaxindiba, em São Gonçalo.

Segundo a concessionária, o projeto previa a implantação de uma terceira faixa junto ao canteiro central no trecho de 23 quilômetros de rodovia em ambos os sentidos, totalizando 46 quilômetros de novas pistas.

A previsão de conclusão era em abril de 2021, com a finalização do trecho da Avenida do Contorno. A Arteris afirmou que irá se pronunciar sobre o andamento da obra somente após a conclusão do processo de relicitação da concessão. O procedimento compreende a extinção amigável do contra to de parceria e a celebração de novo ajuste negocial para o empreendimento, em novas condições contratuais e com novos contratados, mediante licitação promovida para esse fim. O pedido foi protocolado junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em maio deste ano.

O órgão afirma que, ainda assim, o contrato de concessão continua vigente e a concessionária continua com as obrigações previstas. Segundo a ANTT, a não execução da obra resultará em inexecução financeira e aplicação de multa em desfavor da concessionária.

A ANTT ressaltou que o pedido de devolução de contrato, assim como sua admissibilidade, ainda estão em análise e a concessionária só deixa de ter a obrigação da obra em questão, caso ela assine o termo aditivo de relicitação com a ANTT. O órgão pondera que a devolução de um contrato dessa magnitude, que teria 25 anos de duração, envolve uma série de fatores e requer uma minuciosa análise à luz da legislação vigente. É um trabalho complexo, que precisa de tempo. Após a análise que está sendo feita pela área técnica de rodovias da Agência, o processo ainda passará pela PRG da ANTT e, depois, pela diretoria colegiada da Agência.

Em seu posicionamento, a Arteris afirma que tem colaborado com o processo de análise junto às autoridades competentes e seguirá prestando todos os serviços de atendimento aos usuários da rodovia até que sejam cumpridos todos os procedimentos previstos no processo de relicitação.

Projeto ‘Rua Walls’ promete integrar o porto com a vida cultural carioca - Foto: Douglas Dobby/Divulgação

Cidades

A exposição do “Rua Walls”, um projeto urbanístico de arte pública, invade o Porto do Rio de Janeiro a partir deste domingo, dia 27. Os trabalhos de 18 artistas transformaram 1,5 km dos muros dos armazéns localizados na Avenida Rodrigues Alves, em obras de arte, integrando o porto à vida cultural da cidade. Os murais foram pintados durante um mês. O Porto do Rio, que completou 110 anos em julho, abraçou o projeto como uma grande ação de Responsabilidade Social, desde que foi apresentado há um ano. A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária que administra o local, autorizou a intervenção artística.

“A Zona Portuária do Rio de Janeiro ficou bastante atrativa com a revitalização urbana realizada nos últimos anos e, agora, a Companhia Docas do Rio de Janeiro teve a oportunidade de também colaborar nesse trabalho com a implementação do projeto ‘Rua Walls’ nos muros do nosso Porto do Rio, em parceria com as empresas arrendatárias dos terminais”, afirmou o diretor-presidente da CDRJ, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira.

Ele disse acreditar que as pinturas estreitarão a relação porto x cidade: “A Avenida Rodrigues Alves foi transformada em um verdadeiro museu à céu aberto, atraindo cidadãos cariocas e turistas ao Porto do Rio, o que certamente vai promover ainda mais essa região, que já está consolidada como referência histórica e cultural”.

“Estamos apostando na cultura para transformar o entorno do Porto do Rio, mas também para transformar vidas. Assim, além de tornar a Avenida Rodrigues Alves em um ambiente atraente e revitalizado, estamos capacitando jovens moradores locais para atividades profissionais que eles poderão executar no futuro. Os muros revitalizados pelo projeto ‘Rua Walls’ trarão uma nova vida à região portuária”, explica Bruno de Sá, diretor-geral da Triunfo Logística e presidente do Sindicato dos Operadores Portuários do Rio de Janeiro (Sindoperj).

Já de acordo com o diretor-presidente da Multiterminais, Luiz Henrique Carneiro, o crescimento econômico deve estar alinhado com a preservação dos recursos naturais e os aspectos sociais: “entregar este legado para a cidade e contribuir ainda mais com o desenvolvimento humano da região do Porto do Rio de Janeiro é o que queremos.”

O projeto - O público terá a oportunidade de consumir e admirar manifestações de artistas visuais talentosos do cenário atual, tais como: Agrade Camís, Amorinha, Bruno Lyfe, Célio, Chica Capeto, Diego Zelota, Doloroes Esos, Flora, Yumi, Igor SRC, Leandro Assis, Luna Bastos, Mariê Balbinot, Marlon Muk, Miguel Afa, Paula Cruz, Thiago Haule, Vinicius Mesquita e Ziza. Mais do que uma exposição artística, a iniciativa serve para movimentar a economia local, impactada pela crise do novo coronavírus.

De acordo com André Bretas, um dos idealizadores do evento, “o ‘Rua Walls’ traz um novo colorido para a Zona Portuária em um momento tão cinzento.” Com a pandemia da Covid-19, os cuidados foram redobrados. A equipe de produção foi reduzida e foram seguidas todas as recomendações do Ministério da Saúde. As pinturas foram feitas durante a madrugada, período em que a avenida permaneceu interditada para o trânsito.

Publicidade

Financeiro

Atualidades

Grid List

Brasil já é o segundo país no mundo com maior número de celulares do que habitantes - Foto: Divulgação

Saúde

Todos já perceberam que os telefones celulares e os smartphones se tornaram quase uma extensão das mãos, a tal ponto que ninguém consegue mais sair de casa sem checar antes se está levando na bolsa ou no bolso ou junto com as chaves de casa. Existe mesmo um novo comportamento denominado nomofobia, que é uma tradução e adaptação do inglês, no mobile phobia, que seria o pavor de sair de casa sem levar o aparelho e se sentir perdido no mundo.

Ou o fomo, que é o fear of missing out, que é o medo de não pertencer no grupo das redes sociais ou não estar acompanhando tudo que está sendo postado nas redes sociais. São exemplos dos sentimentos de desconexão ou novos comportamentos da dependência tecnológica às TICs, tecnologias de informação e comunicação. No mundo de 7,7 bilhões de habitantes, 4 bilhões são usuários da Internet, e o Brasil é o segundo país com mais telefones celulares do que habitantes, e todos estão conectados em média, 9 horas e 29 minutos por dia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), na Classificação Internacional de Doenças (CID-11) já usa os critérios para jogos de videogames #6 C 51.0 (online) e #6 C 51.1 (off-line) para denominar internet gaming disorder ou os transtornos dos jogos de videogames, que ocorre também por usuários adolescentes e jovens adultos.

Existe também a classificação # Q E 22 para hazardous gaming que são os jogos perigosos e que podem ser causadores de fatalidades, como a morte por acidentes, asfixia, coma ou mesmo pneumonias de aspiração por conteúdos que são inalados em apostas e desafios perigosos online. São exemplos da violência e provocações que existem nas redes sociais e aplicativos e que vão saindo do controle dos pais, apesar de serem ainda os responsáveis por tudo o que passa e acontece na Internet, até seus filhos completarem a maioridade legal dos 18 anos.

Na pesquisa TIC KIDS Online –Brasil de 2019, realizada pela equipe do CETIC que faz parte do Comitê Gestor da Internet (CGI) e que entrevistou 2954 crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos e seus pais ou responsáveis, de todas as classes sociais e das cinco regiões do país, demonstrou que 89% da amostra, que corresponde a 24,8 milhões usavam a Internet e 95% através do telefone celular, 43% pela televisão e 18% através dos consoles de videogames. E 76% acessavam mais de uma vez por dia. Dados revelam que 87% acessam por wi-fi e 49% por 3 G ou 4G e 1/3 de casa. Porém, em 43% dos usuários já tinham presenciado ou sofrido discriminação nas redes sociais devido à etnia, ou aparência física, religião ou opção sexual.

Dados da pesquisa revelaram que 22% já tinham presenciado cenas de violência ou consideradas sanguinolentas ou impróprias, como formas de autoagressão ou suicídio, uso de drogas ou formas de emagrecimento. E ainda que 25% tinham tentado passar menos tempo na Internet e não conseguiu ou 20% tinham deixado de dormir ou comer por causa da Internet, o que caracteriza a influência das telas sobre o comportamento atual. Com certeza, você conhece alguém que não consegue se “desgrudar” das telas e que vivem preocupados excessivamente com a Internet ou redes sociais; ou que perde a noção do tempo com a necessidade de aumentar o tempo que fica conectado online para ter a mesma satisfação, mesmo que tente se esforçar para diminuir este tempo.

Ou que apresenta irritabilidade ou mudanças súbitas de humor, com episódios de ansiedade ou depressão, o que se denomina de oscilações emocionais ou alternâncias súbitas de humor, colocando em riscos as relações familiares, sociais ou profissionais. E pior ainda, pois demonstra a severidade da dependência, é mentir aos outros a respeito da quantidade de horas em que se está conectado.

Estes são alguns dos critérios do diagnóstico do uso problemático e que demonstram a necessidade de alguma fuga afetiva, mas também cognitiva e as mudanças de comportamento induzidas pelo uso constante das redes sociais e da Internet. Precisamos ficar mais conscientes e mais alertas sobre estes efeitos adversos do uso precoce, excessivo e prolongado das telas que ocorrem também com as crianças e adolescentes, pois todos estão tendo aulas online ou mesmo seus pais que trabalham em home office e durante muitas horas por dia, durante a pandemia.

A tudo isso se soma o que denominamos de infodemia que vem a ser não só o excesso de informações, mas também as desinformações ou fake News sobre os momentos que todos estão vivenciando, não só pelo novo vírus, mas também por tantas narrativas, vídeos, imagens distorcidas intencionalmente. É importante sempre checar as fontes antes de compartilhar, no automático o que você visualiza ou mensagens que você tenha recebido numa rede social e através da Internet. São comportamentos que aumentam as confusões sobre os mundos que vivenciamos, do lado de cá e do lado de lá, das telas.

Na verdade, um mundo só, pois esta separação do virtual e do real se tornou tão sutil que já passa despercebida. Portanto, um recado saudável para você: desconecte mais vezes durante o dia, relaxar e respirar longe das telas faz muito bem à sua saúde! E com certeza, vai ajudar você a dormir melhor e evitar muitos problemas comportamentais agora e no futuro, também com seus filhos e sua família!n

Embate ocorreu na manhã deste domingo calor intenso em São Januário - Foto: Reprodução Twitter

Esportes

Na manhã deste domingo (27), sob forte calor em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), Vasco e Bragantino fizeram uma partida morna dentro de campo. O empate em 1 a 1 levou o Vasco a retornar à zona de classificação de forma provisória - outros jogos desta tarde podem alterar o topo da tabela. O Cruzmalltino chegou a 18 pontos e, por enquanto, ocupa a quarta posição. Já o Bragantino, com 11 pontos em 12 partidas, segue na zona de rebaixamento, em 17º lugar.

O empate ficou de longe de traduzir o que foi a partida. As melhores chances foram dos visitantes, mas o Cruzmaltino começou melhor. O artilheiro Germano Cano quase abriu o placar, de cabeça, aos dois minutos.  Talles Magno chegou a balançar a rede, mas o lance foi corretamente invalidado pelo árbitro, já que o atacante estava impedido. Depois, o Bragantino ditou o ritmo da partida: aos 35 minutos, Alerrandro  perdeu a melhor chance da etapa inicial ao bater um pênalti, mas o goleiro Fernando Miguel fez uma bela defesa.

Foto: Divulgação

Educação

Jorge Amado começou a participar da vida literária aos 14 anos, em Salvador da Bahia, e é um dos expoentes máximos da literatura brasileira e da sul-americana; tendo as suas obras desempenhado um papel nevrálgico na revolução literária do país. O seu primeiro livro, escrito aos 18 anos: “O País do Carnaval” teve a sua primeira edição em 1931 e apresenta o Brasil sob o olhar crítico do filho de um rico produtor de cacau, que não se identifica com o país e com a sua cultura, mas que se embriaga nas suas festividades, enche o seu ser da sua informalidade e mestiçagem.

O tema recorrente das obras de Jorge Amado é o Brasil: o Brasil do dia-a-dia, o Brasil dos simples, do pobre, do rico, do puritano, do bêbedo, do capitão de engenho, do trabalhador braçal, da mulher… mulher empoderada, forte e guerreira, vítima e carrasco das suas vontades e das suas paixões. O Brasil que transpira, que fede, mas que se enche de perfume, banha-se na alegria e dança, espantando os seus demónios, invocando os seus orixás, os seus exus, os seus caboclos…

Suas obras foram adaptadas para cinema, novelas, minisséries, os seus milhentos personagens e todas as nuances vivenciadas por cada um deles, da triste esperança à doce realidade, ao fio de sangue, ao choro recalcado e ao riso aberto, desprezando as vicissitudes da vida. Autor de lágrimas, nos olhos dos personagens e nos dos leitores, que se identificam e criam empatias com os primeiros, sofrendo comeles as suas próprias agruras, Jorge Amado é lido e relido, contado em 49 idiomas, mais do que um escritor, é um escultor de almas, um radiografista expondo as entranhas do seu povo no palco do mundo.

A sua obra calcorreia o ambiente urbano de Salvador da Bahia, do Rio de Janeiro e o ambiente rural das roças, do cacau, dos engenhos, das ruas calcetadas às terras férteis, mostra pais de santo, umbandeiros, prostitutas, meninos de rua, jornaleiros... pessoas, na sua humanidade gritante. Mostra o folclore, a política, a religião, a sensualidade: o país real. A brutal honestidade dos seus relatos choca, magoa por vezes, mas eleva os leitores, as agruras por que passam os personagens são as mesmas por que passam todos, mas sem o polimento que tendemos a dar à realidade, para melhor suportá-la. 

*CEO Chief Executive Officer do Grupo Lusófona Brasil

Mostra fotográfica está em cartaz no Centro de Tradições Nordestinas - Foto: Divulgação

Entretenimento

A exposição fotográfica coletiva "Da abundância à escassez", que discute a necessidade de se avançar no saneamento básico, chega em São Gonçalo quatro anos após a primeira montagem, no Museu do Amanhã. Criada para acompanhar o seminário Crise Hídrica no Brasil, em junho de 2016, a mostra tem apoio do Projeto #Colabora e realização da prefeitura de São Gonçalo.

Formada por 10 painéis, com 26 fotos, sempre com a água como fio condutor, a exposição, que tem supervisão de Custódio Coimbra, consultoria de Jayme Zettel e concepção cênica e curadoria de Joana Coimbra, mostra a visão impactante de 12 fotógrafos sobre as belezas hídricas do Brasil e os problemas associados a elas. Em cartaz de terça a domingo, no Centro de Tradições Nordestinas, em Neves.

Meteorologia

Rio de Janeiro Brazil Partly Cloudy (night), 23 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:36 am   |   Sunset: 5:51 pm
81%     8.0 km/h     1003.000 bar
Forecast
Seg Low: 23 °C High: 31 °C
Ter Low: 22 °C High: 24 °C
Qua Low: 22 °C High: 25 °C
Qui Low: 22 °C High: 28 °C
Sex Low: 25 °C High: 28 °C
Sáb Low: 21 °C High: 24 °C
Dom Low: 21 °C High: 21 °C
Seg Low: 20 °C High: 22 °C
Ter Low: 21 °C High: 22 °C
Qua Low: 20 °C High: 23 °C
Niteroi Brazil Partly Cloudy (night), 23 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:35 am   |   Sunset: 5:51 pm
81%     8.0 km/h     1002.000 bar
Forecast
Seg Low: 22 °C High: 35 °C
Ter Low: 22 °C High: 25 °C
Qua Low: 21 °C High: 28 °C
Qui Low: 22 °C High: 33 °C
Sex Low: 23 °C High: 33 °C
Sáb Low: 21 °C High: 25 °C
Dom Low: 20 °C High: 21 °C
Seg Low: 20 °C High: 23 °C
Ter Low: 20 °C High: 25 °C
Qua Low: 21 °C High: 25 °C
Sao Goncalo Brazil Partly Cloudy (night), 22 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:35 am   |   Sunset: 5:50 pm
80%     6.0 km/h     1006.000 bar
Forecast
Seg Low: 22 °C High: 38 °C
Ter Low: 22 °C High: 27 °C
Qua Low: 21 °C High: 32 °C
Qui Low: 21 °C High: 37 °C
Sex Low: 22 °C High: 37 °C
Sáb Low: 21 °C High: 26 °C
Dom Low: 20 °C High: 22 °C
Seg Low: 20 °C High: 25 °C
Ter Low: 20 °C High: 27 °C
Qua Low: 21 °C High: 28 °C
, 0 °C
Current Conditions
Sunrise: am   |   Sunset: pm
%     0.0 km/h     0.000 bar
Forecast
Publicidade