25
Dom, Out

Principais Notícias

A mulher foi localizada no bairro Caramujo, em Niterói - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro

Policiais da 6ª DP (Cidade Nova) prenderam, nesta sexta-feira (23), uma mulher que integrava umas das maiores organizações criminosas de traficantes do Rio de Janeiro. Segundo as investigações, a quadrilha em que ela atuava é responsável pelo abastecimento de drogas no Morro dos Prazeres e na comunidade Fallet-Fogueteiro, região central da capital, e expandiu sua atuação para Niterói, onde foi encarregada de auxiliar na administração de parte das finanças do grupo criminoso.

A operação foi em cumprimento de mandado de prisão por envolvimento em organização criminosa, tráfico de drogas e roubo. De acordo com o delegado Túlio Pelosi, titular da 6ª DP, ela foi localizada, no bairro Caramujo, após um trabalho de investigação e inteligência da unidade policial. Ele destaca que, por meio das informações levantadas, os agentes foram à comunidade e capturaram a acusada em uma ação que levou menos de 15 minutos. A mulher, inclusive, era uma das procuradas do Portal dos Procurados, sendo também investigada pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO).

De acordo com as informações apuradas pela Polícia Civil, ela atuava no fornecimento e distribuição de drogas e, também, cobrava taxas no valor R$ 120,00 de moradores de um condomínio, em Niterói, o que rendia para a quadrilha R$ 72 mil por mês. Além disso, a mulher estava envolvida no fornecimento de "gatonet" e impedia os serviços de companhias responsáveis pelo fornecimento de água e luz da região.

Objetivo do novo regulamento é modernizar e desburocratizar os procedimentos para a categoria - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, atualizou o Código Disciplinar do serviço de táxis, que não era revisado há sete anos. O objetivo do novo regulamento, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (23), é modernizar e desburocratizar os procedimentos para a categoria.

Pelo novo regulamento, será admitido veículo tipo hatch para o táxi comum (tipo amarelinho); e os táxis executivos não precisarão ter banco de couro. Também foi estendida a possibilidade de o taxista trabalhar em outro veículo, em caso de impossibilidade de operação de seu automóvel; e criada a medida administrativa "retenção", para regularização da infração no local da fiscalização, sem que haja a aplicação da penalidade.

O valor das multas também foi revisado, a fim de tornar o Código Disciplinar mais educativo e menos punitivo. Sendo assim, a infração gravíssima passa para R$ 362,10; a infração grave muda para R$ 241,40; a infração média para R$ 159,75; e a infração leve terá o valor de R$ 106,50, considerando a Unidade Fiscal de Referência do Estado do Rio de Janeiro (UFIR-RJ), atualizada anualmente.

"Estamos empenhados em buscar medidas para aperfeiçoar os serviços, beneficiando os usuários e, sobretudo, os taxistas, que precisavam que o regulamento fosse atualizado, tendo em vista a necessidade de dar maior competitividade ao segmento", disse o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

As mudanças foram definidas a partir de estudos do grupo de trabalho criado para modernizar o Código Disciplinar, com a participação da classe, além de pesquisas com taxistas em diferentes pontos da cidade. O levantamento em campo integra a metodologia definida pelo grupo de trabalho, dialogando amplamente com a categoria, que conta, atualmente, com cerca de 31 mil permissionários e 20 mil auxiliares cadastrados na SMTR.

"Ouvir os taxistas durante o processo foi de extrema importância. O canal estará sempre aberto e vamos seguir buscando medidas que garantam tranquilidade para a categoria trabalhar pelo sustento de suas famílias e para que os passageiros sejam transportados com qualidade", concluiu o subsecretário Allan Borges.

Pedido atual inclui leilão de 33 imóveis em bairros cariocas e paulistanos - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça a transferência de valores depositados em contas no Brasil para conta judicial e a venda de imóveis para restituir à União mais de R$ 230 milhões do patrimônio renunciado por réus em acordos de colaboração feitos pela Força-tarefa Lava Jato/RJ. O pedido, protocolado na 7ª Vara Federal Criminal no Rio, inclui depósitos e valores em espécie (cerca de R$ 137,5 milhões) e 33 apartamentos, casas e terrenos em bairros valorizados do Rio de Janeiro e São Paulo (com valor estimado em R$ 92,8 milhões). Os réus também renunciaram a bens no Paraguai, Estados Unidos e obras de arte.

Os imóveis de Dario Messer a serem objeto de leilão judicial incluem uma cobertura no Leblon (Av. Delfim Moreira, nº 1130), sete apartamentos e um terreno na Barra da Tijuca e outros bens na Lagoa (casa), Copacabana (apartamento) e Leblon (duas salas comerciais). O pedido relacionado a Rosane Messer lista duas salas comerciais no Leblon e um apartamento em Ipanema, cuja liberação para venda também depende da 4a VFC-Rio, onde tramita outra ação. Outro pedido abrange imóveis de Rafael Libman no Rio – no Recreio (oito), Barra e Botafogo (três, cada) e Vila Isabel e Leblon – e de Mario Libman em São Paulo (dois apartamentos no Itaim Bibi e um na Vila Nova Conceição). Esse réu tem ainda uma lancha Coral 27 guardada em Angra dos Reis que terá de ser avaliada (modelos congêneres são anunciados por cerca de R$ 150 mil).

“A restituição de todo esse patrimônio aos cofres púbicos demonstra que as instituições estão trabalhando de forma eficiente e rápida na prevenção e na repressão a crimes, em especial de lavagem de dinheiro. A perda do produto dos crimes por parte de quem os praticou também revela cada vez mais que o crime não compensa”, afirmam os procuradores integrantes da Força-tarefa Lava Jato/RJ.

Obras de arte – Em relação aos bens da família Messer, o Tribunal Regional Federal da 2a Região (TRF2) julgará um recurso do MPF para tornar públicas dez telas de Di Cavalcanti, uma de Djanira e uma de Emeric Marcier, também já renunciadas. A 7a Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro tinha ordenado o leilão dessas obras, mas o MPF recorreu por considerar inestimável o valor desse patrimônio imaterial, que sugeriu ser doado ao Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), onde seriam expostas em benefício de toda a sociedade, conforme previsto no Código de Processo Penal.

Em relação ao patrimônio de Dario Messer no Paraguai e nos EUA, o MPF já formalizou pedido de cooperação internacional para o seu compartilhamento.

Ferramentas disponibilizadas pela Prefeitura de Niterói integram forças de segurança. Queda nos índices de criminalidade alcança 80% em algumas áreas da cidade - Foto: Berg Silva

Niterói

Niterói é o único município do Rio de Janeiro a ter os perímetros de todas as suas delegacias distritais cobertos pelo Programa Segurança Presente com a chegada, nesta sexta-feira (23), à Região Oceânica da cidade. Com a ampliação, serão mais 150 agentes de segurança se revezando na área, totalizando 485 integrantes divididos por turnos de serviço. Desde a implantação, o Programa Niterói Presente, financiado pela Prefeitura, é responsável pela resolução de 2.103 ocorrências. Com apoio da tecnologia presente nas 522 câmeras de monitoramento do Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública), 70 delas com Inteligência artificial, o programa é uma das ferramentas disponibilizadas pela Prefeitura que levaram os índices de criminalidade em Niterói a despencarem. Atualmente, cerca de dois terços do policiamento de Niterói são bancados pelo Município.

O prefeito Rodrigo Neves ressaltou que a cooperação entre as instituições é fundamental e que Niterói hoje tem os melhores índices de segurança pública dos últimos 20 anos.

“A cooperação entre as instituições é fundamental para superar os desafios. Se os três níveis de governo não estiverem trabalhando juntos, os problemas ficam muito mais difíceis de serem solucionados. O Pacto Niterói Contra a Violência é o maior investimento de uma cidade em segurança pública no Brasil. Estamos investindo mais de R$ 300 milhões nesse plano municipal com uma visão moderna e inovadora, que tem um componente de inteligência e de planejamento integrado de policiamento”, destacou o prefeito. “Aqui em Niterói, nós colocamos todas as inspetorias da Guarda Municipal no mesmo modelo territorial de integração da Polícia Militar e da Polícia Civil. Periodicamente, a partir da identificação, dos chamados ''hot spot'', os pontos quentes da criminalidade, nós focamos o planejamento integrado com a inteligência das três forças de segurança. É por isso que os resultados são absolutamente extraordinários. A cidade tem hoje os melhores índices de segurança pública dos últimos 20 anos”, disse o prefeito.

 

De acordo com os indicadores de criminalidade divulgados esta semana pelo Instituto de Segurança Pública (ISP-RJ), o município de Niterói segue apresentando a maior redução percentual em alguns índices, no acumulado, em comparação com os municípios limítrofes. A queda vertiginosa nos índices de violência já haviam sido antecipadas pelo observatório de segurança do município e confirmaram que, no geral, o mês de setembro teve uma redução de 61,58% na letalidade violenta e 53,55% de queda nos roubos de veículos. O somatório geral na cidade apontou também que os registros de roubos de rua tiveram uma redução de 47,35% em relação ao mês de setembro de 2019. Com isso, o município segue apresentando a maior redução percentual no acumulado em comparação com os municípios limítrofes com algumas regiões chegando a ter queda de 80% nos indicadores.

 

O secretário do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança, Gilson Chagas, reforça que o Niterói Presente estará em todas as regiões da cidade.

 

“Chegar em todas as regiões da cidade com o Niterói Presente é um marco da administração municipal. Aumentamos o efetivo da Guarda Municipal em duas vezes e meia, colaborando muito com a queda dos índices de criminalidade. Antigamente, a Guarda Municipal contava com a Polícia Militar. Hoje, Niterói tem um trabalho integrado. É um grande passo na pacificação de Niterói e municípios vizinhos. Em setembro de 2017, amargávamos um índice de 227 de roubos de carros por mês. Esse índice em setembro foi de 32 carros. Nunca tivemos esses indicadores. A Prefeitura tomou a decisão certa em 2013 e está colhendo hoje o que foi plantado ao longo de oito anos. O Cisp faz uma prevenção efetiva orientando as ações de rua com as câmeras que dão os elementos probatórios” completou o secretário.

 

Desde a sua implantação, o Niterói Presente realizou 562 prisões e apreensões de foragidos da justiça e fugitivos do sistema penal, 168 ocorrências de prisões por furto, 156 por posse de entorpecentes, 134 de material ou objetos recuperados, 125 ocorrências de recuperação de veículos, 96 por roubos, dentre outras. Juntas, somam mais de duas mil ocorrências.

 

Investimento em Segurança - Niterói é município da Região Metropolitana que mais investe em segurança, disponibilizando ferramentas que auxiliam no combate a violência e cerca de dois terços do policiamento na cidade são financiados pela Prefeitura. A cidade conta com o Plano Municipal de Segurança Pública de Niterói e o Pacto Niterói Contra a Violência. Desde a implantação do Pacto, há dois anos, houve redução significativa dos índices de criminalidade na cidade. Através do programa, estão sendo investidos cerca de R$ 304 milhões em projetos de prevenção à violência, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada.

 

“O investimento que Niterói fez nesse planejamento de segurança pública foi uma das decisões mais acertadas da atual administração. O niteroiense vive, hoje, um clima de tranquilidade comprovado pelos números. Estamos executando um planejamento para melhorar ainda mais a qualidade de vida do cidadão. Muitas pessoas estão trabalhando para que isso seja possível”, afirma o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes.

 

Índices - Os dados divulgados pelo ISP mostram que Niterói registrou, no período de janeiro a setembro de 2020, 98 homicídios a menos do que no mesmo período do ano passado. Foram 190 vítimas no período em 2019 e este ano foram 73.

 

“A luta em prol da Segurança Pública é incansável. Agradeço ao prefeito pelo apoio fundamental e indispensável que resultam nesses índices. É um trabalho intenso e integrado. Eu trabalhava na 77º DP em 2018, era um período difícil que a cidade vivia em termos de violência. Com essa união conseguimos alcançar grandes objetivos e a cidade hoje apresenta números nunca antes imaginados. Busco juntar a inteligência com a ajuda da Guarda Municipal. Também usamos muito o Cisp em nossas investigações. Com as imagens conseguimos que os marginais sejam condenados. Agora na 81º DP, esse reforço vai ser muito positivo afirma” Raíssa Celles, atual titular da delegacia da Região Oceânica.

 

A área da 79ª DP (Jurujuba) teve a maior redução no período acumulado, com 74,70%, seguida de queda de 56,52% na área da 77ª DP (Icaraí). Na região do Centro (76ª DP), a redução foi de 53,56%. Houve queda de 46,78% na área da 78ª DP (Fonseca) e na área da Região Oceânica (81ª DP), uma redução de 44,83%.

 

O tenente-coronel Aristeu Lopes, subcomandante 12º Batalhão de Polícia Militar, elogiou o trabalho integrado entre as forças de segurança no município.

 

“Servimos em diversas unidades, em diversos municípios, e o que acontece em Niterói não é visto em outros lugares. Essa integração permite ajudar a Polícia Militar e Civil a chegar em outros locais. O Cisp é fundamental para efetuarmos inúmeras prisões com a condenação de muitos marginais “ observou o oficial.

 

Com relação a roubo de veículos, o município de Niterói segue apresentando a maior redução em pontos percentuais no acumulado em comparação com os municípios limítrofes. A queda foi de 53,55% na cidade. Os melhores resultados foram nas áreas da 77ª DP (Icaraí), com diminuição de 81,76 %, seguida da 79ª DP (Jurujuba), com redução de 80,40%, 81ª DP (Itaipu), com menos 67,36 % de registros. A área da 78ª DP (Fonseca) apresentou queda de 60,80% e a da 76ª DP (Centro) teve diminuição de 49,72%.

 

O mês de setembro confirma baixa nos registros de roubo de carga nos últimos meses na cidade. Foram 19 em julho, 12 em agosto e apenas duas ocorrências em setembro. O mês também apresentou, no geral, uma redução de 50% em relação ao mesmo período de 2019 nos roubos de rua. Foi o menor número de registros em toda a série entre os meses de setembro desde 2003

 

Niterói Contra a Violência – Dentro do Pacto Niterói Contra a Violência, ainda são desenvolvidos 18 projetos com o objetivo de reduzir a violência na cidade. Entre eles estão o Niterói Jovem Eco Social, onde cerca de 400 jovens de comunidades estão recebendo bolsas auxílio para fazer cursos profissionalizantes na Firjan e realizar reflorestamento em áreas de preservação na cidade. Outro programa é a Rede Mediar, onde líderes comunitários são capacitados para atuarem como mediadores de conflitos em suas regiões. As capacitações serão realizadas através de uma parceria entre a Prefeitura de Niterói e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Niterói Presente chega à Região Oceânica nesta quinta-feira

 

Financiamento - Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis. 

Unidade vai oferecer assistência a cerca de seis mil pessoas, que serão atendidas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde - Foto: Berg Silva

Niterói

O novo módulo do programa Médico de Família do Jacaré, na Região Oceânica, já está com 90% da obra concluída. A previsão é que a unidade esteja pronta na primeira quinzena de novembro. Grande parte dos serviços de maior complexidade foram concluídos e, nesta reta final das intervenções, estão sendo feitos os acabamentos, as instalações de ar condicionado, luminárias, vidros e esquadrias, fechamento da grade externa, pintura de paredes e ferragens, além do paisagismo e telhado verde.

Quando entrar em funcionamento, este módulo vai oferecer assistência a cerca de seis mil pessoas, que serão atendidas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde. Atualmente, a cidade conta com cerca de 220 mil cadastrados no Programa Médico de Família. A unidade do Jacaré é parte de um conjunto de iniciativas contempladas no escopo do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO Sustentável), que é financiado pela Cooperação Andina de Fomento (CAF).

O projeto arquitetônico deste módulo do Médico de Família foi desenvolvido a partir de 12 requisitos envolvendo aspectos físicos e funcionais, como construção escalonada em níveis, respeitando a topografia original do terreno, preservação do escoamento natural das águas de chuva, desde a via de acesso, tanto à unidade quanto todos seus ambientes são acessíveis, preponderância de iluminação e ventilação natural e iluminação artificial com lâmpadas de LED, telhado verde, captação de águas pluviais no terraço, com acúmulo em reservatório segregado para usos secundários, captação de energia solar, entre outras.

“O projeto da edificação se desenvolveu integralmente baseado no conceito ampliado de sustentabilidade que envolve, além dos aspectos ambientais, os aspectos econômicos, culturais e sociais. Além, portanto, de empregar técnicas construtivas e recursos tecnológicos característicos das construções que visam a sustentabilidade ambiental, a arquitetura prevê ambientes destinados a práticas alternativas de promoção da saúde e pretende, ainda, servir como modelo para divulgação dos sistemas e soluções implantados, estimulando ações de reprodução desses recursos”, enfatiza a coordenadora do PRO Sustentável, Dionê Marinho Castro.

A edificação está articulada a outro espaço público, que abrigará ambientes de pesquisa e extensão através de convênio entre a Prefeitura de Niterói e a Universidade Federal Fluminense (UFF), com foco em desenvolvimento de sistema alternativo de tratamento de esgotos domésticos, plantio de hortas comunitárias, centro de reciclagem de materiais e ações de educação ambiental, articulando Universidade e comunidade local.

A implementação desse centro de pesquisa conjugado à unidade do programa Médico de Família, ressalta Dionê, traz uma nova perspectiva para o olhar sobre a importância da sustentabilidade ambiental associada aos cuidados de saúde da população.

“Esses equipamentos utilizarão técnicas verdes e, desta forma, além de atenderem aos objetivos específicos a que se destinam, servirão ainda ao uso didático, apresentando várias possibilidades de aplicação de tecnologias verdes através da realização de cursos e seminários utilizando os exemplos adotados nas construções”, detalha Dionê.

Candidato conversou com populares ao lado de apoiadores - Foto: Divulgação

Niterói

O delegado da Polícia Federal, Deuler da Rocha (PSL), candidato a prefeito de Niterói, esteve na manhã desta sexta caminhando pelas ruas de Icaraí, como a Gavião Peixoto, Lopes Trovão e Moreira César. Acompanhado do vice-presidente estadual do partido, o deputado federal Felício Laterça, e candidatos a vereadores, Deuler celebrou o crescimento da adesão da população aos projetos apresentados na cidade.
 
"A cada rua que percorremos, notamos a receptividade da população às nossas propostas de uma cidade mais digna, com mais trabalho, segurança e menos corrupção e assistencialismo. Pouco a pouco, estamos nos tornando gigantes e Niterói vai ter a direita que merece", disse Deuler.
 
À noite, o candidato percorreu pelas ruas do Jardim Icaraí

Carga tinha como destino o Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo - Foto: Divulgação

São Gonçalo

Com base em informações de inteligência e ação de monitoramento, policiais da 73ª DP (Neves) interceptaram e apreenderam, nesta sexta-feira (23), cerca de uma tonelada de maconha escondida em um carregamento de melancia, oriunda do estado do Paraná. Na ação foram presos em flagrante dois homens pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas.

Os agentes conseguiram identificar que a droga vinha sendo transportada pela Via Dutra por um caminhão, registrado em nome do próprio motorista, oriundo do estado de Minas Gerais. Segundo as informações, na tentativa de assegurar o êxito quanto à chegada da droga ao seu destino, o Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, a ação criminosa contou com a participação de um "batedor", natural do Paraná, que vinha à frente no trajeto, em um veículo com placa do Paraná, em constante comunicação com o motorista do caminhão para tentar evitar blitze e abordagens policiais.

Ao saírem da via Dutra e chegarem ao entroncamento com a Avenida Brasil, no bairro de Cordovil, a equipe de campo da delegacia de Neves abordou, em sequência, os dois veículos (batedor e transportador), detendo os motoristas, que admitiram qual seria o destino da droga, bem como localizaram a droga acondicionada no caminhão. A dupla foi autuada pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, e serão encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

As investigações prosseguem, sob sigilo, para que os demais integrantes da organização criminosa sejam identificados e presos, visando o desmantelamento da quadrilha e a interrupção de suas atividades ilícitas.

Por onde passou o candidato apresentou suas ideias aos eleitores - Foto: Divulgação

São Gonçalo

Dimas Gadelha, candidato da coligação "São Gonçalo Pode Mais" passou  a sexta-feira em campanha nas ruas do bairro Mutuá e também no Centro de São Gonçalo. Dimas aproveitou para explicar as propostas de governo como a geração de emprego e renda e do apoio dos prefeitos de Niterói Rodrigo Neves e de Maricá Fabiano Horta, além do ex-prefeito de Maricá, Quaquá.

 
"Temos conversado muito com os moradores da cidade, em todos os bairros e o compromisso em fazer de São Gonçalo uma cidade melhor será diário. Vejo a esperança da população em ter um futuro melhor e com mais dignidade e vou lutar por isso, implantando políticas públicas para tal. Eu e Marlos sabemos que a Educação será uma das áreas prioritárias para que tenhamos esse futuro garantido e a geração de emprego e renda também será alvo dos investimentos municipais em nossa gestão", afirmou Dimas.

Segundo Dimas, por onde passou recebeu apoio de populares, ao som do jingle de campanha que enaltece o apoio de Niterói e Maricá.
 
"O orçamento de São Gonçalo é bilionário e se for bem aplicado em ações para a população dá pra fazer muito. É preciso conhecer a gestão e eu e Marlos sabemos muito bem de gestão pública. Nós estudamos e nos dedicamos a isso, vamos garantir as prioridades. O apoio dos prefeitos de Niterói e de Maricá também são fundamentais, por que nessas cidades a gente vê os governantes priorizarem as ações para a população e não para os empresários, como acontece em São Gonçalo", explicou Dimas.
 
AGENDA- SÁBADO (24)- Reuniões com candidatos à vereança da coligação 'São Gonçalo Pode Mais'.

Candidato andou pelas ruas ao lado de apoiadores - Foto: Maria Costa / Divulgação

São Gonçalo

Capitão Nelson (Avante), candidato à prefeitura de São Gonçalo, esteve em seu comitê eleitoral, traçando estratégias para sua campanha, na manhã desta sexta-feira (23). Em seguida, caminhou pelas principais ruas do Pacheco, acompanhado de apoiadores, conversando com comerciantes e pedestres que trafegavam pela avenida no momento da ação.

Durante a tarde, o ex-deputado estadual e vereador licenciado desfilou em um carro aberto pelas principais vias da regiões do Colubande, Raul Veiga, Bandeirantes, Lagoinha, Pacheco, Santa Isabel, finalizando sua corrida em Santa Luzia. Na ocasião, o prefeitavel foi seguido por oito carros de passeio que carregavam suas bandeiras e mais quatro motocicletas, auxiliando na distribuição de panfletos. Durante o percurso, ele acenou e sorriu para gonçalenses que aguardavam sua passagem, sendo recebido em alguns pontos por buzinaço dos motoristas.

Ao término, ele se encontrou com moradores de Trindade e Bom Retiro, onde apresentou suas propostas aos convidados.

Agenda do fim de semana

No sábado (24), Capitão Nelson caminha pela ruas do Porto da Pedra. A tarde, realiza reuniões no Laranjal, Raul Veiga e Centro de São Gonçalo. Já domingo (25), anda pelas ruas de Santa Luzia e realiza reuniões em Santa Catarina.

Com os novos ônibus, a frota conta com 32 veículos - Foto: Evelen Gouvêa

Maricá

O transporte dos alunos da rede municipal de ensino de Maricá ganhou um reforço de cinco novos ônibus, totalizando agora 32 veículos. Os novos veículos tem capacidade para transportar até 59 estudantes sentados, além de acessibilidade para atender portadores de deficiência física.

De acordo com a secretária de Educação, Adriana Luiza da Costa, os novos coletivos deverão atender a áreas onde as linhas do vermelhinhos da Empresa Pública de Transportes (EPT) não cobrem inteiramente, especialmente regiões rurais como Caju, Gambôa e Ponte Preta.

“Estamos num diálogo permanente com a EPT para saber os locais onde podemos atender os alunos caso ainda haja carência do vermelhinho. Além disso, vão melhorar a distribuição da quantidade de alunos no transporte para a escola e a volta para casa, quando for decidido o retorno às aulas”, explica Adriana Costa.

Os novos ônibus contam com limitador de velocidade até 70 km/h, além de tração 4x4 e pneus especiais para áreas onde eventualmente exista lamaçal.

Serviço: Novos ônibus para estudantes do município
Quantidade de veículos novos: 5 (adquiridos através do programa do Ministério da Educação, Caminhos da Escola)

Total de veículos da Secretaria de Educação: 32

Detalhes dos veículos: Capacidade para 59 estudantes, acessibilidade, limitador de velocidade até 70 km/h, além de tração 4x4 e pneus especiais para áreas onde eventualmente exista lamaçal.

A cidade registra evolução no saldo mensal de empregos pelo terceiro mês consecutivo - Foto: Divulgação

Maricá

As medidas de proteção à economia local, decretadas pela Prefeitura de Maricá no âmbito da pandemia de Covid-19 continuam mantendo a cidade em destaque pela eficácia: pelo terceiro mês consecutivo Maricá registra evolução no saldo mensal de empregos formais com abertura de 185 novos postos de trabalho em agosto, ainda com a cidade operando em estágio com restrições a atividades. Já no saldo acumulado desde janeiro, foram geradas 444 vagas de empregos celetistas, o que representa 2,4% em relação ao estoque total em 1º de janeiro de 2020.

Com isso, dentre os municípios com mais de 150 mil habitantes, Maricá ainda detém o melhor resultado no estado, a despeito de todas as ações contra a expansão do novo coronavírus. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED) do Ministério da Economia, divulgado em 30 de setembro e referente às movimentações em agosto.

“Fizemos com que o comércio local se mantivesse forte diante de todas as ações gerando empregos e serviços. A partir desse incremento da economia local partindo do Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT), Programa de Amparo ao Emprego (PAE), Renda Básica de Cidadania (RBC) e Fomenta Maricá, pudemos manter a economia pujante ainda que em crise nacional”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Petróleo e Portos, Magnun Amado.

Os resultados são mais expressivos a partir de maio. Em abril, primeiro mês integralmente com a pandemia, e com as medidas mais rígidas de isolamento social, a cidade experimentou uma perda mínima, a menor do estado, de 0,1%, mas a partir de maio a recuperação foi expressiva com a aceleração dos programas.

Em termos comparativos, apesar de ligeira recuperação em agosto, o estado como um todo sofreu uma perda considerável, o que destaca ainda mais Maricá. Segundo o Caged, no acumulado de janeiro a agosto, o estado ainda possui uma perda de quase -190 mil vagas de empregos celetistas, o que representa uma variação de -5,8% em relação ao estoque total registrado em 1º de janeiro de 2020. Em termos nacionais, a variação foi de -2,2%, ou 849 mil empregos em relação a janeiro.

le foi acusado de fazer parte do tráfico de drogas do Engenho da Rainha - Foto: Divulgação

Maricá

Policiais da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, do Centro (DEAM/Centro) capturaram, nesta quarta-feira (30), em Maricá, um homem, de 43 anos, em cumprimento a mandado de prisão condenatória pelo crime de tráfico de drogas.

Ele foi acusado de fazer parte do tráfico de drogas do Engenho da Rainha. Pelo crime cometido em 2015, o acusado foi condenado a pena de 5 anos de reclusão no regime semi-aberto, o que resultou na sua captura na data de hoje.

Meteorologia

Rio de Janeiro Brazil Showers, 21 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:12 am   |   Sunset: 6:02 pm
95%     13.0 km/h     1006.000 bar
Forecast
Dom Low: 21 °C High: 22 °C
Seg Low: 20 °C High: 22 °C
Ter Low: 20 °C High: 23 °C
Qua Low: 20 °C High: 25 °C
Qui Low: 21 °C High: 23 °C
Sex Low: 20 °C High: 21 °C
Sáb Low: 19 °C High: 20 °C
Dom Low: 18 °C High: 20 °C
Seg Low: 18 °C High: 20 °C
Ter Low: 19 °C High: 20 °C
Niteroi Brazil Showers, 21 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:11 am   |   Sunset: 6:02 pm
95%     12.0 km/h     1004.000 bar
Forecast
Dom Low: 20 °C High: 23 °C
Seg Low: 20 °C High: 23 °C
Ter Low: 19 °C High: 27 °C
Qua Low: 22 °C High: 31 °C
Qui Low: 21 °C High: 27 °C
Sex Low: 20 °C High: 22 °C
Sáb Low: 18 °C High: 20 °C
Dom Low: 18 °C High: 20 °C
Seg Low: 17 °C High: 20 °C
Ter Low: 18 °C High: 21 °C
Sao Goncalo Brazil Showers, 21 °C
Current Conditions
Sunrise: 5:11 am   |   Sunset: 6:01 pm
95%     9.0 km/h     1009.000 bar
Forecast
Dom Low: 20 °C High: 25 °C
Seg Low: 19 °C High: 26 °C
Ter Low: 18 °C High: 31 °C
Qua Low: 21 °C High: 33 °C
Qui Low: 22 °C High: 30 °C
Sex Low: 20 °C High: 23 °C
Sáb Low: 18 °C High: 21 °C
Dom Low: 18 °C High: 21 °C
Seg Low: 17 °C High: 22 °C
Ter Low: 17 °C High: 21 °C
, 0 °C
Current Conditions
Sunrise: am   |   Sunset: pm
%     0.0 km/h     0.000 bar
Forecast
Publicidade