Cedae vai compensar clientes com desconto

Cedae: problema na elevatória do Rio Comprido afetou abastecimento em várias regiões do Rio e da Baixada - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Consumidores da Cedae que sentiram os efeitos da redução da capacidade operacional da Elevatória do Lameirão vão receber desconto automático de 25% sobre o valor das faturas emitidas a partir de março. O benefício será concedido sem que o cliente precise fazer a solicitação e é válido para residências sem hidrômetro ou com hidrômetro faturados pelo consumo mínimo. A companhia ainda vai investir R$ 34 milhões em equipamentos.

As medidas são fruto de acordo celebrado entre Cedae, Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa), mediado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RJ), para reparar o impacto sobre o abastecimento no período entre 15 de novembro de 21 de dezembro.

A decisão vai contemplar 154.720 residências efetivamente afetadas pela redução do abastecimento e será implementada nas faturas e leituras geradas a partir do dia 12 de março. Para garantir mais transparência, o valor do desconto será discriminado na fatura. Ao receberem os boletos, clientes da Cedae não contemplados, mas que no período sentiram os efeitos do problema na elevatória, ainda podem fazer uma solicitação para pleitear a redução de 25%. Para isso, devem enviar um requerimento formal pelo e-mail [email protected] A mensagem eletrônica deverá informar nome completo, matrícula do imóvel, CPF do titular da conta, motivo da solicitação, cópias da documentação comprobatória (notas fiscais ou outros documentos).