25
Dom, Out

Uerj recebe novos recursos para pesquisas contra o coronavírus

Pacientes contaminados serão avaliados durante o período de internação com exames - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj) financiará com R$ 421 mil reais pesquisa da Policlínica Piquet Carneiro e do Hospital Universitário Pedro Ernesto, ambos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). O recurso foi liberado dentro do edital Faperj de apoio a grupos emergentes de pesquisa do Estado do Rio de Janeiro e será utilizado para análise de 1.738 adultos com Covid-19, e acompanhamento dos sobreviventes durante um período total de nove meses, com exames a cada três meses.

Os pacientes contaminados serão avaliados durante o período de internação com exames de ultrassonografia de tórax, hemogramas e, posteriormente, os resultados serão comparados com tomografias computadorizada (TC) de tórax.

A ultrassonografia será utilizada em pacientes com exames positivos para Covid-19, pois tem sido peça fundamental para diferenciação de outros problemas pulmonares e, como é mais econômica do que uma TC de tórax, pode auxiliar tanto na triagem dos pacientes, no prognóstico da evolução da doença e avaliação dos pacientes com ventilação mecânica.

Coordenado por Agnaldo José Lopes, médico da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o objetivo deste projeto, que conta ainda com mais sete profissionais, é gerar conhecimento em diagnóstico e seguimento de pacientes acometidos pela Covid-19.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.