22
Qui, Out

Programa da Cedae reforça abastecimento na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré

Sistema alternativo de abastecimento vai auxiliar no combate à pandemia de Covid-19. Divulgação

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Cedae colocou em operação nesta segunda-feira (27) mais um sistema alternativo de abastecimento em comunidades, desta vez na localidade conhecida como Fim do Mundo, na Vila dos Pinheiros, Complexo da Maré. O programa da companhia – que visa auxiliar no combate à pandemia de Covid-19 – consiste na instalação de caixas d'água com capacidade para armazenar até 10 mil litros, conectado a barrilete com bicas, em áreas de ocupação irregular. As caixas d'água são abastecidas diariamente por um dos 64 caminhões pipa que atuam na Região Metropolitana.

Este é o terceiro sistema a entrar em operação no Rio. Os dois primeiros foram instalados nas comunidades do Brejo, na Cidade de Deus, e Rio das Pedras, em Jacarepaguá. Além desses locais, a Cedae já trabalha na conclusão da instalação de caixa d’água na comunidade Camarista Méier, no Engenho de Dentro. A ação também está sendo programada para outras comunidades.

A medida visa fornecer água para comunidades localizadas em regiões de construções desordenadas, com moradias sem meios de receber e reservar água. A companhia pede que os moradores consumam água de forma consciente e evitem interferir nos equipamentos instalados, sob risco de causar desabastecimento.

A Cedae permanece atuando diariamente em comunidades. Cerca de 250 trabalhadores do setor operacional da companhia trabalham diariamente somente nestas localidades, atendendo demandas dos moradores. Essas equipes realizaram um total de 1.730 atendimentos entre os dias 16/03 e 24/04.

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.