22
Ter, Set

Atual tarifa do metrô será mantida até 31 de maio

Governo do Estado e o MetrôRio decidiram manter a prorrogação devido aos impactos provocados pela pandemia - Foto: Divulgação/Metrô Rio

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O governo do Rio de Janeiro decidiu manter, até 31 de maio, o valor da tarifa do metrô em R$ 4,60. A decisão foi tomada, segundo a assessoria de imprensa do governo do estado, em parceria com a concessionária Metrô Rio, que administra as linhas metroviárias da cidade.

É mais um adiamento do reajuste da tarifa, que deveria ter entrado em vigor em 2 de abril, no valor de R$ 5. Mas a manutenção da tarifa foi novamente decidida em função dos impactos econômicos e sociais provocados pela pandemia do novo coronavírus, que já provocou 2.247 mortes no estado, segundo boletim divulgado na quinta-feira (14).

A tarifa de R$ 5 foi homologada pela Agetransp, a agência reguladora de transportes intermunicipais e do metrô, no dia 28 de fevereiro, com vigência a partir de 2 de abril.

O contrato de concessão prevê reajuste anual baseado no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas. A variação do índice foi de 7,8% entre janeiro de 2019 e janeiro de 2020, segundo o governo fluminense.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.