28
Qua, Out

Índios participam de lives para vender suas peças

Por meio de lives no Instagram, o evento vai expor e vender produtos feitos por índios retirados da Aldeia Maracanã - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A pandemia do novo coronavírus impactou economicamente também os índios, que vivem da venda ambulante de artesanato indígena, de onde vem boa parte da renda deles. Diante da impossibilidade de peregrinar em busca de compradores de suas peças, eles vão participar da 3ª feira online da Retoke, um coletivo de marcas do Rio. Por meio de lives no Instagram, o evento vai expor e vender produtos feitos por índios retirados da Aldeia Maracanã, em 2013, além de integrantes da tribo Guarani, que vivem numa aldeia em Maricá, na Região dos Lagos. Estará presente no evento ainda a índia Weena Tikuna, que tem um grife de moda indígena e produz roupas femininas, masculinas e plus size. A feira será nos dias 23 e 24 de maio, no perfil @retoke, no Instagram.

A característica principal do artesanato Guarani são cestaria e bichos de madeira, mas eles fazem também bijuterias como colares, brincos e pulseiras. Esses serão alguns dos produtos que estarão à venda na feira, que contará ainda com as peças dos índios de diversas outras etnias, que moram em bairros do Rio. As demonstrações serão feitas por lives que acontecerão nesses dois dias no Instagram (@retoke). Os interessados em comprar os produtos serão direcionados para a página comercial da Retoke, onde poderão fazer a compra online e indicar o endereço de entrega. O frete para Rio e Niterói será grátis.

"Estamos indo para a nossa terceira edição da feira online. O nosso principal objetivo é apoiar o produtor local e entregar para o consumidor uma forma imediata de receber sua compra. Assim, movimentamos toda a cadeia. Nessa edição, além das marcas já fidelizadas, iremos apoiar os produtores indígenas. Falaremos um pouco mais da sua arte e cultura e poderemos apoiá-los através do nosso canal de vendas, que é o que eles precisam nesse momento. Todos unidos, sairemos mais fortes! É o que a gente acredita", disse Marina Carneiro, idealizadora da feira.

A feira terá ainda exposição de produtos de outras marcas participantes das feiras anteriores, de moda, gastronomia e beleza. A Retoke é um coletivo de marcas que nasceu há seis anos, a partir de feiras de moda e gastronomia no Rio, em Niterói e em Belo Horizonte. Em 2016 foi criada a primeira loja física para mostrar que pequenos empreendedores juntos podem se tornar muito mais fortes. Hoje a loja fica no Shopping Tijuca.

Serviço
3ª Feira Online Retoke
Quando: 23 e 24 de maio, a partir das 10h
Onde: Instagram / @retoke

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.