25
Dom, Out

Estado vai fazer testes de covid-19 em profissionais da Educação

Testes vão ajudar a definir o cronograma de volta às aulas - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O acompanhamento dos indicadores da epidemia no Rio de Janeiro é um dos principais fatores decisivos para as decisões sobre o enfrentamento ao coronavírus e o relaxamento gradativo das medidas restritivas decretadas pelo Governo do Estado. Com curvas decrescentes de notificações e de ocupação de leitos no estado, a Secretaria de Estado de Saúde pretende ampliar a testagem da população para melhor análise epidemiológica. Um dos primeiros grupos a ser testado será o de funcionários da Secretaria de Estado de Educação.

Ao todo, 80 mil profissionais, sendo 45 mil professores, realizarão os testes de covid. Os resultados permitirão estabelecer o momento mais indicado para a volta às aulas. Ainda não há previsão para o retorno das atividades presenciais nas escolas estaduais. 

Em sua primeira entrevista coletiva, o novo secretário de Estado de Saúde, Alex Bousquet, divulgou o planejamento estratégico da SES para uma possível segunda onda de aumento de casos de covid-19 no Rio de Janeiro. Além dos 600 leitos como capacidade total dos três hospitais de campanha em fase final de construção (Nova Iguaçu, Duque de Caxias e Nova Friburgo), o estado poderá contar com mais 300 da estrutura modular erguida pela Secretaria de Infraestrutura e Obras (Seinfra), também em Nova Iguaçu. A SES poderá ainda reativar os setores de atendimento de covid dos hospitais Anchieta, Pedro Ernesto e do Cérebro. Além disso, já foi determinada a permanência do Zilda Arns, em Volta Redonda, como referência para covid.

O secretário também anunciou que os procedimentos médicos de menor urgência, como atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas, que estavam suspensos desde março por decreto estadual, também começarão a ser retomados diante do cenário de desaceleração da pandemia.

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.