04
Ter, Ago

Medição do coronavírus no ar começa a ser feita na Central do Brasil

Durante três horas, os técnicos coletaram amostras de material biológico em esfregaço de pisos, catracas e balcões de lojas alimentícias, além da amostragem do ar ambiente - Foto: Arquivo

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Desde o início da pandemia no Rio de Janeiro, a SuperVia vem adotando diversas medidas de cuidado com os clientes e colaboradores. No mês passado, a concessionária, em parceria com o Departamento de Biofísica da UERJ, viabilizou um estudo exploratório da análise do ar da Central do Brasil. A ação aconteceu no dia 10 de junho e contou com quatro modernos equipamentos para coleta e análise do ar. Durante três horas, os técnicos coletaram amostras de material biológico em esfregaço de pisos, catracas e balcões de lojas alimentícias, além da amostragem do ar ambiente. Após as análises moleculares, o resultado obtido no dia 24 foi negativo para o novo coronavírus.

A pesquisa demonstrou a eficácia das medidas de prevenção adotadas pela concessionária, como a intensificação da higienização dos trens e estações e a disponibilização de álcool gel 70% para clientes em dispensers e totens (acionamento com os pés). Apesar de um bom indício, esse resultado representa um retrato do período e locais do material coletado, e pode não corresponder a uma realidade constante. Por isso é indispensável que tanto os clientes, quanto colaboradores, mantenham os cuidados de prevenção recomendados, principalmente o distanciamento social, na medida do possível, nas áreas de trânsito e o uso de máscaras.

Outras medidas continuam sendo implementadas pela SuperVia como forma de prevenção à Covid-19, como:

- Venda da passagem, nas bilheterias, apenas para clientes que estiverem utilizando máscaras;
- Instalação de sinalização indicativa de distanciamento no chão próximo às bilheterias, nas plataformas, escadas rolantes, acessos dos banheiros, e outros.
- Novo procedimento para embarque nos elevadores, limitando o uso a somente uma pessoa (e um acompanhante, se necessário).

A SuperVia apoia a ciência e valoriza estudos como esse, que geram informações fundamentais para o cuidado com a saúde dos clientes e colaboradores. A concessionária considera relevante poder contribuir com o trabalho de instituições conceituadas como a UERJ.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.