Prefeitura do Rio dará cartão alimentação de R$ 50 para alunos da rede pública

Medida deve beneficiar 650 mil alunos da capital fluminense - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Rio de Janeiro
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta terça-feira (7) que o cartão alimentação será ampliado e passará a ser distribuído a todas as famílias com alunos matriculados na rede pública municipal, garantindo a universalização desse benefício durante o período da pandemia da covid-19. O valor do cartão, informou o prefeito, será de R$ 50. 

Cerca de 200 mil cartões já haviam sido entregues às famílias que estão em situação de maior vulnerabilidade, inscritas em programas sociais. Agora, mais 250 mil também receberão. Ao todo, serão os 641 mil alunos, sendo parte deles da mesma família.

"Nós estamos universalizando a alimentação de nossas crianças. O cartão será para todos e não apenas para quem estava inscrito no Bolsa Família e no Cartão Carioca", afirmou Crivella.

 

No início da pandemia, o cartão permitia compras de até R$ 100, mas esse limite precisou ser alterado para que a iniciativa chegasse a todos os alunos da rede municipal. Crivella disse que a decisão foi possível porque a Justiça indeferiu pedido do Ministério Público, que não recomendava entrega de cartões com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Enquanto a questão judicial estava pendente, a Prefeitura passou a distribuir cestas básicas às famílias, o que além de exigir uma logística complicada, que atrasava a entrega, limitava as opções de alimentos distribuídos.

"A cesta básica tem um problema, a gente não consegue incluir a proteína que tinha na merenda: frango, peixe, carne, iogurte. Essas coisas são perecíveis e não podem estar nas cestas básicas", afirmou Crivella, completando: "Nada é melhor que a família entrar no supermercado com o cartão e escolher o que gosta, o que as crianças estavam acostumadas a comer na escola. Este poder de você poder entrar no supermercado com sua família e escolher o que vai comprar é insubstituível".

Além da entrega dos cartões, o prefeito lembrou que, desde o início da pandemia, foram distribuídos 235 mil litros de leite às famílias das crianças matriculadas na rede municipal e mais de 70 mil cestas básicas.