26
Seg, Out

Ferramentas disponibilizadas pela Prefeitura de Niterói integram forças de segurança. Queda nos índices de criminalidade alcança 80% em algumas áreas da cidade - Foto: Berg Silva

Niterói é o único município do Rio de Janeiro a ter os perímetros de todas as suas delegacias distritais cobertos pelo Programa Segurança Presente com a chegada, nesta sexta-feira (23), à Região Oceânica da cidade. Com a ampliação, serão mais 150 agentes de segurança se revezando na área, totalizando 485 integrantes divididos por turnos de serviço. Desde a implantação, o Programa Niterói Presente, financiado pela Prefeitura, é responsável pela resolução de 2.103 ocorrências. Com apoio da tecnologia presente nas 522 câmeras de monitoramento do Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública), 70 delas com Inteligência artificial, o programa é uma das ferramentas disponibilizadas pela Prefeitura que levaram os índices de criminalidade em Niterói a despencarem. Atualmente, cerca de dois terços do policiamento de Niterói são bancados pelo Município.

O prefeito Rodrigo Neves ressaltou que a cooperação entre as instituições é fundamental e que Niterói hoje tem os melhores índices de segurança pública dos últimos 20 anos.

“A cooperação entre as instituições é fundamental para superar os desafios. Se os três níveis de governo não estiverem trabalhando juntos, os problemas ficam muito mais difíceis de serem solucionados. O Pacto Niterói Contra a Violência é o maior investimento de uma cidade em segurança pública no Brasil. Estamos investindo mais de R$ 300 milhões nesse plano municipal com uma visão moderna e inovadora, que tem um componente de inteligência e de planejamento integrado de policiamento”, destacou o prefeito. “Aqui em Niterói, nós colocamos todas as inspetorias da Guarda Municipal no mesmo modelo territorial de integração da Polícia Militar e da Polícia Civil. Periodicamente, a partir da identificação, dos chamados ''hot spot'', os pontos quentes da criminalidade, nós focamos o planejamento integrado com a inteligência das três forças de segurança. É por isso que os resultados são absolutamente extraordinários. A cidade tem hoje os melhores índices de segurança pública dos últimos 20 anos”, disse o prefeito.

 

De acordo com os indicadores de criminalidade divulgados esta semana pelo Instituto de Segurança Pública (ISP-RJ), o município de Niterói segue apresentando a maior redução percentual em alguns índices, no acumulado, em comparação com os municípios limítrofes. A queda vertiginosa nos índices de violência já haviam sido antecipadas pelo observatório de segurança do município e confirmaram que, no geral, o mês de setembro teve uma redução de 61,58% na letalidade violenta e 53,55% de queda nos roubos de veículos. O somatório geral na cidade apontou também que os registros de roubos de rua tiveram uma redução de 47,35% em relação ao mês de setembro de 2019. Com isso, o município segue apresentando a maior redução percentual no acumulado em comparação com os municípios limítrofes com algumas regiões chegando a ter queda de 80% nos indicadores.

 

O secretário do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança, Gilson Chagas, reforça que o Niterói Presente estará em todas as regiões da cidade.

 

“Chegar em todas as regiões da cidade com o Niterói Presente é um marco da administração municipal. Aumentamos o efetivo da Guarda Municipal em duas vezes e meia, colaborando muito com a queda dos índices de criminalidade. Antigamente, a Guarda Municipal contava com a Polícia Militar. Hoje, Niterói tem um trabalho integrado. É um grande passo na pacificação de Niterói e municípios vizinhos. Em setembro de 2017, amargávamos um índice de 227 de roubos de carros por mês. Esse índice em setembro foi de 32 carros. Nunca tivemos esses indicadores. A Prefeitura tomou a decisão certa em 2013 e está colhendo hoje o que foi plantado ao longo de oito anos. O Cisp faz uma prevenção efetiva orientando as ações de rua com as câmeras que dão os elementos probatórios” completou o secretário.

 

Desde a sua implantação, o Niterói Presente realizou 562 prisões e apreensões de foragidos da justiça e fugitivos do sistema penal, 168 ocorrências de prisões por furto, 156 por posse de entorpecentes, 134 de material ou objetos recuperados, 125 ocorrências de recuperação de veículos, 96 por roubos, dentre outras. Juntas, somam mais de duas mil ocorrências.

 

Investimento em Segurança - Niterói é município da Região Metropolitana que mais investe em segurança, disponibilizando ferramentas que auxiliam no combate a violência e cerca de dois terços do policiamento na cidade são financiados pela Prefeitura. A cidade conta com o Plano Municipal de Segurança Pública de Niterói e o Pacto Niterói Contra a Violência. Desde a implantação do Pacto, há dois anos, houve redução significativa dos índices de criminalidade na cidade. Através do programa, estão sendo investidos cerca de R$ 304 milhões em projetos de prevenção à violência, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada.

 

“O investimento que Niterói fez nesse planejamento de segurança pública foi uma das decisões mais acertadas da atual administração. O niteroiense vive, hoje, um clima de tranquilidade comprovado pelos números. Estamos executando um planejamento para melhorar ainda mais a qualidade de vida do cidadão. Muitas pessoas estão trabalhando para que isso seja possível”, afirma o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes.

 

Índices - Os dados divulgados pelo ISP mostram que Niterói registrou, no período de janeiro a setembro de 2020, 98 homicídios a menos do que no mesmo período do ano passado. Foram 190 vítimas no período em 2019 e este ano foram 73.

 

“A luta em prol da Segurança Pública é incansável. Agradeço ao prefeito pelo apoio fundamental e indispensável que resultam nesses índices. É um trabalho intenso e integrado. Eu trabalhava na 77º DP em 2018, era um período difícil que a cidade vivia em termos de violência. Com essa união conseguimos alcançar grandes objetivos e a cidade hoje apresenta números nunca antes imaginados. Busco juntar a inteligência com a ajuda da Guarda Municipal. Também usamos muito o Cisp em nossas investigações. Com as imagens conseguimos que os marginais sejam condenados. Agora na 81º DP, esse reforço vai ser muito positivo afirma” Raíssa Celles, atual titular da delegacia da Região Oceânica.

 

A área da 79ª DP (Jurujuba) teve a maior redução no período acumulado, com 74,70%, seguida de queda de 56,52% na área da 77ª DP (Icaraí). Na região do Centro (76ª DP), a redução foi de 53,56%. Houve queda de 46,78% na área da 78ª DP (Fonseca) e na área da Região Oceânica (81ª DP), uma redução de 44,83%.

 

O tenente-coronel Aristeu Lopes, subcomandante 12º Batalhão de Polícia Militar, elogiou o trabalho integrado entre as forças de segurança no município.

 

“Servimos em diversas unidades, em diversos municípios, e o que acontece em Niterói não é visto em outros lugares. Essa integração permite ajudar a Polícia Militar e Civil a chegar em outros locais. O Cisp é fundamental para efetuarmos inúmeras prisões com a condenação de muitos marginais “ observou o oficial.

 

Com relação a roubo de veículos, o município de Niterói segue apresentando a maior redução em pontos percentuais no acumulado em comparação com os municípios limítrofes. A queda foi de 53,55% na cidade. Os melhores resultados foram nas áreas da 77ª DP (Icaraí), com diminuição de 81,76 %, seguida da 79ª DP (Jurujuba), com redução de 80,40%, 81ª DP (Itaipu), com menos 67,36 % de registros. A área da 78ª DP (Fonseca) apresentou queda de 60,80% e a da 76ª DP (Centro) teve diminuição de 49,72%.

 

O mês de setembro confirma baixa nos registros de roubo de carga nos últimos meses na cidade. Foram 19 em julho, 12 em agosto e apenas duas ocorrências em setembro. O mês também apresentou, no geral, uma redução de 50% em relação ao mesmo período de 2019 nos roubos de rua. Foi o menor número de registros em toda a série entre os meses de setembro desde 2003

 

Niterói Contra a Violência – Dentro do Pacto Niterói Contra a Violência, ainda são desenvolvidos 18 projetos com o objetivo de reduzir a violência na cidade. Entre eles estão o Niterói Jovem Eco Social, onde cerca de 400 jovens de comunidades estão recebendo bolsas auxílio para fazer cursos profissionalizantes na Firjan e realizar reflorestamento em áreas de preservação na cidade. Outro programa é a Rede Mediar, onde líderes comunitários são capacitados para atuarem como mediadores de conflitos em suas regiões. As capacitações serão realizadas através de uma parceria entre a Prefeitura de Niterói e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Niterói Presente chega à Região Oceânica nesta quinta-feira

 

Financiamento - Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis. 

Unidade vai oferecer assistência a cerca de seis mil pessoas, que serão atendidas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde - Foto: Berg Silva

O novo módulo do programa Médico de Família do Jacaré, na Região Oceânica, já está com 90% da obra concluída. A previsão é que a unidade esteja pronta na primeira quinzena de novembro. Grande parte dos serviços de maior complexidade foram concluídos e, nesta reta final das intervenções, estão sendo feitos os acabamentos, as instalações de ar condicionado, luminárias, vidros e esquadrias, fechamento da grade externa, pintura de paredes e ferragens, além do paisagismo e telhado verde.

Quando entrar em funcionamento, este módulo vai oferecer assistência a cerca de seis mil pessoas, que serão atendidas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde. Atualmente, a cidade conta com cerca de 220 mil cadastrados no Programa Médico de Família. A unidade do Jacaré é parte de um conjunto de iniciativas contempladas no escopo do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO Sustentável), que é financiado pela Cooperação Andina de Fomento (CAF).

O projeto arquitetônico deste módulo do Médico de Família foi desenvolvido a partir de 12 requisitos envolvendo aspectos físicos e funcionais, como construção escalonada em níveis, respeitando a topografia original do terreno, preservação do escoamento natural das águas de chuva, desde a via de acesso, tanto à unidade quanto todos seus ambientes são acessíveis, preponderância de iluminação e ventilação natural e iluminação artificial com lâmpadas de LED, telhado verde, captação de águas pluviais no terraço, com acúmulo em reservatório segregado para usos secundários, captação de energia solar, entre outras.

“O projeto da edificação se desenvolveu integralmente baseado no conceito ampliado de sustentabilidade que envolve, além dos aspectos ambientais, os aspectos econômicos, culturais e sociais. Além, portanto, de empregar técnicas construtivas e recursos tecnológicos característicos das construções que visam a sustentabilidade ambiental, a arquitetura prevê ambientes destinados a práticas alternativas de promoção da saúde e pretende, ainda, servir como modelo para divulgação dos sistemas e soluções implantados, estimulando ações de reprodução desses recursos”, enfatiza a coordenadora do PRO Sustentável, Dionê Marinho Castro.

A edificação está articulada a outro espaço público, que abrigará ambientes de pesquisa e extensão através de convênio entre a Prefeitura de Niterói e a Universidade Federal Fluminense (UFF), com foco em desenvolvimento de sistema alternativo de tratamento de esgotos domésticos, plantio de hortas comunitárias, centro de reciclagem de materiais e ações de educação ambiental, articulando Universidade e comunidade local.

A implementação desse centro de pesquisa conjugado à unidade do programa Médico de Família, ressalta Dionê, traz uma nova perspectiva para o olhar sobre a importância da sustentabilidade ambiental associada aos cuidados de saúde da população.

“Esses equipamentos utilizarão técnicas verdes e, desta forma, além de atenderem aos objetivos específicos a que se destinam, servirão ainda ao uso didático, apresentando várias possibilidades de aplicação de tecnologias verdes através da realização de cursos e seminários utilizando os exemplos adotados nas construções”, detalha Dionê.

Com esta unidade, serão realizados, por mês, cerca de 1.200 tomografias, 3.300 raios X, além de 640 ecocardiografias e 500 ultrassonografias, entre outros exames - Foto: Luciana Carneiro

As obras do Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Municipal Carlos Tortelly entram na reta final e, nas próximas semanas, o atendimento será iniciado para a população. Serão oferecidos exames de radiologia digital, tomografia computadorizada, mamografia, endoscopia, ecocardiografia e ultrassonografia. O espaço terá, ainda, laboratório de análises clínicas, podendo obter diagnósticos, como imunologia, bioquímica, hematologia e microscopia.

Uma das conquistas com abertura do CDI é a implantação do primeiro tomógrafo municipal. O equipamento, que realiza exames de alta complexidade, está disponível nas unidades estaduais e federais. Além do CDI, o hospital também vai ganhar novos leitos de UTI, enfermarias e reformas em outros ambientes.

Esse é um investimento de mais de R$ 25 milhões em equipamentos, na infraestrutura e na equipe. Com este Centro, serão realizados, por mês, cerca de 1.200 tomografias, 3.300 raios X, além de 640 ecocardiografias e 500 ultrassonografias, entre outros exames. O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, enfatiza que este é um importante investimento para a saúde municipal.

“Essa medida melhora a qualidade de atendimento da população e dos profissionais de saúde. A tomografia é um exame fundamental que vai agilizar o diagnóstico e acompanhamento de algumas doenças. A unidade não vai atender apenas pacientes do hospital, mas sim toda a rede municipal de saúde, inclusive no atendimento ambulatorial, através de encaminhamento do Médico de Família, Unidades Básicas e das Policlínicas Regionais”, explica o secretário.

Rodrigo Oliveira destaca que também está sendo construído um novo Centro de Terapia Intensiva (CTI), que vai disponibilizar mais 11 leitos, totalizando 20 leitos. A unidade conta também com um CTI exclusivo para pacientes com o novo coronavírus.

Atualmente, o Carlos Tortelly realiza cerca de 5 mil atendimentos mês na emergência. O Hospital também é referência no atendimento de pessoas com HIV e AIDS, com cerca de mil pacientes cadastrados.

Candidato conversou com populares ao lado de apoiadores - Foto: Divulgação

O delegado da Polícia Federal, Deuler da Rocha (PSL), candidato a prefeito de Niterói, esteve na manhã desta sexta caminhando pelas ruas de Icaraí, como a Gavião Peixoto, Lopes Trovão e Moreira César. Acompanhado do vice-presidente estadual do partido, o deputado federal Felício Laterça, e candidatos a vereadores, Deuler celebrou o crescimento da adesão da população aos projetos apresentados na cidade.
 
"A cada rua que percorremos, notamos a receptividade da população às nossas propostas de uma cidade mais digna, com mais trabalho, segurança e menos corrupção e assistencialismo. Pouco a pouco, estamos nos tornando gigantes e Niterói vai ter a direita que merece", disse Deuler.
 
À noite, o candidato percorreu pelas ruas do Jardim Icaraí

Ação foi realizada em parceria com a Clin na área conhecida como ciclovia - Foto: Divulgação

Integrantes da Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói realizaram, na manhã desta sexta-feira (23), uma operação para retirada de entulhos e resíduos que haviam sido depositados na faixa marginal de proteção da Lagoa de Piratininga, no local conhecido como ciclovia, entre as ruas Dr. Wilson Vieira e Lisandro Mota. A ação contou com o apoio de equipes da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin). Cinco caminhões com lixo e cascalho foram retirados do local.

Segundo Jociley Neves, coordenador da Guarda Ambiental, durante patrulhamento de rotina, agentes da 5ª inspetoria - que atende a Região Oceânica - perceberam que naquele local havia muito entulho de obras, pneus, além de caixas de bebidas e material de construção. Os guardas municipais fizeram um levantamento fotográfico da situação e acionaram a coordenadoria ambiental.

"Os agentes da regional nos comunicaram o fato e fomos até o local avaliar como a ação poderia ser feita. Constatamos que todo o material estava dentro da faixa marginal de proteção da lagoa, inclusive já iniciando um processo de aterramento. Montamos a ação e fizemos a limpeza do local”, disse o subinspetor.

Além do resgate de animais silvestres, os guardas ambientais também atuam na prevenção e combate à incêndios em vegetação, patrulhamento de trilhas e dão apoio às fiscalizacões da Secretaria de Meio Ambiente Recursos Hídricos e Sustentabilidade e ao Grupo Executivo para o Crescimento Ordenado de Preservação das Áreas Verdes (Gecopav).

Treinamento ambiental - O grupamento ambiental de Niterói é um dos mais bem preparados do estado. Nem mesmo durante a pandemia os agentes deixaram de se especializar. Em setembro, participaram de uma nova bateria de cursos, desta vez online. Os cursos de atualização foram realizados pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses de Niterói e o Instituto Vital Brazil.

O curso foi direcionado a agentes públicos, em especial, agentes de saúde, segurança e meio ambiente, visando atualizá-los quanto às principais zoonoses (raiva, esporotricose, leishmaniose, febre amarela), contato com a fauna silvestre urbana (saguis e gambás) e acidentes com animais peçonhentos prevalentes no município de Niterói.

Neste mês de outubro, os agentes estão participando de cursos como: estratégia para conservação da fauna silvestre, manejo de animais marinhos, contenção e captura de animais silvestres, reintrodução e soltura de animais silvestres.

Candidato participou de um encontro com lideranças comunitárias de Niterói na manhã desta sexta-feira - Foto: Divulgação

O candidato a prefeito Axel Grael (PDT), da coligação União por Niterói, que tem o apoio do prefeito Rodrigo Neves, participou de um encontro com lideranças comunitárias de Niterói na manhã desta sexta-feira (23), no Centro. Ao longo do dia, Grael esteve em gravações para o horário eleitoral e em reuniões com a coordenação da campanha.


Em conversa com as lideranças comunitárias da cidade, Grael lembrou do cenário de crise de Niterói antes da gestão do Rodrigo Neves, ressaltando que o diálogo com as comunidades foi essencial para identificar as prioridades de investimento. O candidato ainda reforçou seu compromisso de manter o Renda Básica Temporária até a chegada da vacina contra a Covid-19, mantendo a assistência nesse momento desafiador para as famílias que mais precisam.

"Quando disputamos a eleição em 2012, a cidade estava em um cenário muito difícil, mas ganhamos porque tínhamos a melhor proposta para Niterói. Logo nos primeiros dias de governo, rodamos toda a cidade, principalmente as comunidades, identificando os problemas e listando o que era mais importante em cada uma delas. Tivemos uma parceria muito grande com o movimento comunitário de Niterói, que teve um papel fundamental no avanço da cidade. Meu compromisso é manter esse diálogo com as comunidades e o olhar para os que mais precisam para que Niterói, como um todo, continue avançando", disse Grael, que foi vice-prefeito, e secretário Executivo e de Planejamento na gestão Rodrigo Neves.

Foto: Divulgação

Mais um importante reforço financeiro da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para apoiar as unidades hospitalares vinculadas à Rede Ebserh. O Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh, liberou R$ 79,9 milhões originários do Ministério da Saúde. Em Niterói, o Hospital Universitário Antonio Pedro receberá o valor de R$ 2.535.587,43.

A maior parte desse montante (R$ 77,9 milhões), deverá ser utilizado em atividades de custeio dos hospitais (aquisição de insumos, medicamentos e materiais para o uso diário, por exemplo). O restante é para investimentos (em obras ou equipamentos, por exemplo).

“A aprovação desses recursos foi planejada antecipadamente, reforçando a atuação estratégica e transparente de sua aplicação. Com isso, os hospitais puderam se programar, definindo onde e como a verba será utilizada, aprimorando a gestão e a previsibilidade das ações, de forma a oferecer os melhores serviços de atendimento à saúde da população e de apoio ao ensino e pesquisa”, declarou o vice-presidente da Ebserh, Eduardo Vieira.

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF/Ebserh), em Minas Gerais, receberá parte dos recursos, cuja aplicação será para a aquisição de materiais de consumo, medicamentos e elaboração de projetos de infraestrutura. "Esses recursos são fundamentais para o funcionamento do hospital, principalmente neste momento de pandemia", afirmou o superintendente do HU-UFJF/Ebserh.

O Rehuf define diretrizes e objetivos para a reestruturação e revitalização dos hospitais universitários federais, integrados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Gerido pela Ebserh e financiado pelos ministérios da Educação e da Saúde, ele tem como objetivo criar condições materiais e institucionais para que os hospitais possam desempenhar plenamente suas funções em relação às dimensões de ensino, pesquisa e extensão e de assistência à saúde da população.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Candidato foi conversar com profissionais da saúde e usuários sobre as condições de atendimento da unidade - Foto: Divulgação

A agenda começou cedo para Flavio Serafini e Josiane Peçanha, que amanheceram o dia,  junto com a candidata a vereadora Bernarda Thailânia, no Hospital Universitário Antônio Pedro, da UFF. Eles foram conversar com profissionais da saúde e usuários sobre as condições de atendimento da unidade. Segundo eles, os relatos dão conta que, além da falta de materiais e equipamentos, redução do número de leitos, ainda há ainda dificuldades na gestão das informações sobre Covid-19 e também no processo de separação de usuários no trânsito de entrada e saída de pessoas contaminadas pelo Coronavírus. 

O tema do Covid-19 também dominou a atuação parlamentar de Serafini, que teve hoje publicado em DO o PL 3246/2020, que autoriza o governo do estado a comprar as vacinas com eficiência comprovada, independente do governo federal. 


"O Rio de Janeiro tem que buscar alternativas para salvar vida da população com a vacina que se revelar eficaz. Ao que parece é a produzida na China e Instituto Butantã. Não podemos abrir mão de ter acesso a ela" disse Serafini.

Candidato falou com eleitores sobre suas propostas - Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Niterói Axel Grael (PDT), da coligação União por Niterói, iniciou a manhã desta quinta-feira (22) em um café comunitário na localidade da Leopoldina, no Barreto, conversando com moradores sobre os avanços na Zona Norte. Durante a tarde, Grael caminhou pelo Largo do Marrão, em Santa Rosa, ao lado do prefeito Rodrigo Neves.

No Barreto, Grael ressaltou que a gestão do Rodrigo Neves priorizou os investimentos nas comunidades que mais precisavam. O candidato assumiu o compromisso de continuar com esse olhar, trazendo um novo ciclo de investimentos para a Zona Norte.

"Foram mais de R$ 500 milhões investidos em obras de contenção de encostas, quase todas aqui na Zona Norte. São obras importantes porque protegem as famílias de situações de risco. Esse mesmo olhar que o Rodrigo teve, vamos continuar tendo. Vamos trazer um novo ciclo de investimentos para a Zona Norte, com mais obras de contenção, drenagem e pavimentação nas comunidades, além do projeto Nova Alameda, com o mesmo padrão da obra da Marquês do Paraná. Niterói tem vocação para o avanço", disse Grael.

Durante a tarde, Grael participou de um almoço no Mercado de Peixe São Pedro, na Ponta d'Areia, onde conversou com os comerciantes e clientes do local.

Mais tarde, Grael caminhou com o prefeito Rodrigo Neves pelo Largo do Marrão. Juntos, cumprimentaram moradores da região, lembrando das conquistas de Niterói nos últimos oito anos, entre elas a implantação do Niterói Presente, que reforçou a segurança da cidade e reduziu drasticamente os índices de violência.

Candidato apresentou suas propostas e planos de governo - Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Niterói pelo PSD, Felipe Peixoto, teve a agenda desta sexta-feira, 23/10, lotada de compromissos. O dia começou com reuniões internas de alinhamento da campanha e panfletagem no fim da tarde em Icaraí com seu candidato a vice-prefeito, vereador Bruno Lessa. O prefeitável participou ainda de encontros na Região Oceânica, onde fechou à noite panfletado em bares de Piratininga. Em todas as atividades ele reforçou as principais propostas para os setores fundamentais, como a segurança, mobilidade e educação. A ampliação do turno integral, a climatização de 100% das unidades e a construção de mais escolas estão entre os projetos detalhados no Plano de Governo do candidato da coligação Niterói Primeiro, que integra também o PROS e o PSDB.

"Vamos investir no turno integral que hoje funciona em apenas três unidades da rede e zerar a fila da creche que tem mais de mil crianças na espera. Com os recursos dá para fazer muito mais. Construir mais escolas, climatizar todas elas, fazer um concurso público para a área, criar a escola de formação e aperfeiçoamento dos profissionais da educação e ainda uma plataforma digital para garantir cursos de apoio e aulas de reforço com internet de boa qualidade" destacou Felipe, que promete uma gestão para transformar Niterói em smart city (cidade inteligente).

 

Candidato apresentou suas propostas de governo aos moradores - Foto: Divulgação

Allan Lyra (PTC) iniciou sua agenda panfletando em Icaraí junto ao candidato a vereador Douglas Gomes. Na parte da tarde, realizou uma caminhada em Icaraí ao lado dos Deputados Federais Carlos Jordy e Daniel Silveira. Em seguida teve um encontro com apoiadores do candidato a vereador Paulo Moreira (Podemos).

À noite, para encerrar o dia, o candidato realizou uma live com os Professores Álvaro Mendes e Leonardo Penitente, que abordou numa perspectiva Cristã a nocividade do espírito revolucionário no Brasil.

Allan esclareceu a importância de sair do superficial no debate político: “Quando se fala de política, fala-se sobre apresentar projetos, soluções, denunciar a corrupção, mas isso é só a ponta do iceberg”. Continua o candidato: “Os problemas do nosso tão amado município todo o mundo já sabe. Que o orçamento de 3,6 bi é mal empregado, todos já estão carecas de saber. Dinheiro tem. O problema de Niterói não é material, mas sim moral.”, finalizou.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.