27
Ter, Out

Morte de casal em Icaraí é investigada como feminicídio seguido de suicídio

Rosângela de Oliveira Pinto e Elias Santos da Silva caíram de um prédio, na madrugada desta sexta-feira - Foto: Colaboração/Cyro Neves/Rádio Tupi

Niterói
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Polícia Civil afirma que a principal linha de investigação, para a morte do casal que caiu de um prédio em Icaraí, Zona Sul de Niterói, é de feminicídio seguido de suicídio. O crime aconteceu no começo da madrugada desta sexta-feira (26), e causou espanto em moradores da localidade.

O caso aconteceu por volta de 0h30, quando a Polícia Militar foi acionada para verificar possível suicídio. De acordo com o 12º BPM (Niterói), a equipe, quando chegou ao local, encontrou os corpos de Rosângela de Oliveira Pinto, de 53 anos, e Elias Santos da Silva, de 51 anos.

O batalhão também informou que, segundo informações de moradores, os mesmos seriam um casal e que, durante uma briga, Elias teria empurrado Rosângela do prédio e logo após se suicidou. O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou as mortes. Na sequência, a Polícia Civil realizou a perícia.

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), que registrou a ocorrência, foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte. Foi realizada perícia no local e outras diligências estão em andamento para esclarecer o caso. A unidade aguarda ainda o laudo do exame de necropsia com as causas das mortes.

Até o momento a principal linha de investigação é de feminicídio seguido de suicídio, mas nenhuma hipótese é descartada ainda. A PM informou que foi acautelado pela equipe da DHNSG os aparelhos celulares das vítimas e um cordão de ouro.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.