21
Qua, Out

Chefe do tráfico no Cavalão, que estava preso no RN, volta ao RJ

Kadá continuará cumprindo epna em unidade prisional no Rio de Janeiro - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Niterói
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O traficante Kadá, apontado pela polícia como líder da organização criminosa no Morro do Cavalão, Zona Sul de Niterói, irá retornar ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira (27). Ele cumpre pena de mais de 30 anos de prisão, e estava na Penitenciária Federal de Mossoró/RN.

O retorno estado acontece após pedido do Governo Estadual. Reinaldo Medeiros Ignácio, verdadeiro nome de Kadá, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) em 2018.

De acordo com a investigação, toda a família dele estava envolvida na organização criminosa. Uma das participantes seria Monique Pereira de Almeida, esposa de Kadá, que enviaria ordens aos subordinados do esposo.

Segundo apurou as investigações, a família seguiria no comando da comunidade. No entanto, com a prisão de Reinaldo, o líder do tráfico, atualmente, seria seu filho.

A transferência foi autorizada pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Ele deverá ficar detido em uma unidade prisional do Rio de Janeiro.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.