19
Sáb, Set

Niterói inicia mais uma fase de sanitização nas ruas da cidade

Equipes da Clin vão reforçar a desinfecção nos bairros de maior incidência no número de casos do novo coronavírus - Foto: Luciana Cordeiro/Prefeitura de Niterói

Niterói
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na última semana, a Prefeitura de Niterói iniciou mais uma fase de sanitização nas ruas da cidade. O trabalho recomeçou pelos bairros de Icaraí, Santa Rosa, São Francisco, Pé Pequeno, Teixeira de Freitas e Caramujo (Fonseca), Piratininga, Boa Viagem e Centro. Nesta terça-feira (4), os caminhões da Clin estiveram percorrendo ruas pelo Fonseca, por onde continuarão ao longo da semana e, na tarde de ontem (3), fizeram a orla da Praia de Icaraí. No próximo domingo (9), eles retornam ao Centro, para dar continuidade ao trabalho, aproveitando o dia de menor de circulação de pessoas no bairro. Equipes da Companhia de Limpeza Urbana de Niterói (Clin) estarão atuando com a utilização do sais quaternário de amônio de quinta geração.

 

“A equipe da Clin continuará com o trabalho enquanto for preciso para manter as ruas de Niterói em boas condições de higiene. Embora a sanitização nunca tenha parado, seguimos com os caminhões e as equipes atuando em pontos que identificamos como estratégicos e intensificamos nos bairros com mais incidência de casos. Estamos atuantes para vencermos essa guerra contra o novo coronavírus”, afirmou o presidente da Clin, Luiz Carlos Fróes Garcia.

 

O sais quaternário de amônio de quinta geração age como uma película que mata os micro-organismos que estão no local (vírus, bactérias, fungos e ácaros) e forma uma camada protetora que mantém a superfície desinfetada por semanas, dependendo da circulação de pessoas.

 

Niterói foi a primeira cidade do Rio de Janeiro a fazer a sanitização de todos os bairros e das principais comunidades utilizando o quaternário de amônio de quinta geração. A ação está sendo reforçada pelo Município em pontos onde há maior circulação e maior número de casos da doença.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.