22
Qui, Out

Flordelis ainda não compareceu para colocar tornozeleira eletrônica

Parlamentar é ouvida nesta terça na Corregedoria da Câmara dos Deputados - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Niterói
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) ainda não colocou a tornozeleira eletrônica. Decisão Judicial determinou que a parlamentar utilize o dispositivo para monitoramento, além do recolhimento noturno, entre 23h e 6h.

A decisão do Tribunal de Justiça aconteceu na última sexta-feira (18), mas, até esta terça-feira (22), Flordelis ainda não tinha comparecido à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) para colocar o dispositivo. Uma notificação foi enviada para a deputada mas o TJRJ não recebeu a confirmação do recebimento.

Nesta terça, Flordelis é ouvida pela Corregedoria Parlamentar da Câmara dos Deputados. oitiva acontece em relação ao processo que pode resultar na suspensão de seu mandato e, consequentemente prisão, já que ela não pôde ter mandado de prisão emitido em seu desfavor por possuir imunidade parlamentar.

Flordelis foi considerada pela Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro mandante do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. O Crime aconteceu em 16 de junho de 2019. Familiares e pessoas ligadas à deputada foram presas por participação no crime, entre elas filhos biológicos, afetivos e adotivos, além de uma neta.

A defesa da deputada foi procurada para comentar as informações mas, até o fechamento desta matéria, não havia se pronunciado.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.