15
Qua, Jul

Via, que é considerada um dos últimos gargalos do trânsito em Niterói, recebe obras de duplicação

Um dos últimos gargalos do trânsito em Niterói deve ser solucionado nos próximos meses. A Rua Dr. Paulo Alves, no Ingá, Zona Sul de Niterói, está recebendo obra de duplicação, que é uma das principais alternativas para acesso de bairros da Zona Sul e Região Oceânica ao Centro da cidade.

Segundo o secretário de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, a intervenção acontece nos mesmos moldes do alargamento da Avenida Marquês do Paraná, no Centro, que já foi concluído. Ambas as obras, assim como a duplicação de outras vias, fazem parte do Plano de Mobilidade Sustentável de Niterói.

"O projeto de alargamento da Paulo Alves tem os mesmos objetivos da Marquês do Paraná. O plano de mobilidade, apresentado em novembro do ano passado, fez um diagnóstico dos principais gargalos de mobilidade e a gente vem atacando pelo grau de intensidade deles. Fizemos, nesses últimos anos, alargamentos no Centro, Mergulhão da Renascença, que melhorou a saída para a Zona Norte, na Benjamin Constant e Alameda", disse.

Barandier explica a importância da via para o acesso de outras regiões da cidade ao Centro, onde o gargalo passou a se concentrar, causando engarrafamentos. Os dois maiores eram o da Marquês do Paraná, que já recebeu intervenção, e o da Paulo Alves, que recebe o fluxo de quem opta pela orla para chegar ao Centro.

"O gargalo passou a se concentrar na chegada ao Centro. Os dois maiores eram Marquês do Paraná, que era o maior, e Paulo Alves, que é o eixo de chegada ao Centro para quem vem pela orla de Icaraí, é um gargalo com alcance para quase toda a cidade no eixo de Icaraí até Pendotiba e Região Oceânica", pontuou.

De acordo com o secretário, seis imóveis precisarão ser desapropriados, entre as Ruas Presidente Pedreira e Casimiro de Abreu, em duas quadras, para poder criar uma nova faixa. Será feita uma duplicação, aumentando de três para quatro faixas. A obra também terá revitalização de calçadas com acessibilidade para cadeirantes e idosos, requalificação de pontos de ônibus e a fiação de telefone será enterrada.

Em relação às desapropriações, Barandier conta que é um procedimento normal, no qual a Prefeitura compra os imóveis para que as intervenções possam ser realizadas.

"A desapropriação é um procedimento normal. Na prática não é uma expulsão, e sim um processo de compra e venda. O Município compra o imóvel, temos três bem encaminhados e mais três esperando uma resposta da Justiça por conta de documentação mas não deverá ser um grande problema, sem grandes impactos para ninguém", explicou.

Não estão previstas grandes interdições na via durante a obra, que iniciou há cerca de duas semanas e tem previsão de entrega para novembro deste ano. Barandier pontuou que etapas que sejam mais impactantes serão feitas apenas foram dos horários de pico, que concentram a maior quantidade de veículos na via.

"O padrão nos permite antever todos os impactos e interferências. A exemplo do que aconteceu na Marquês do Paraná, eventualmente poderemos mudar um ponto de ônibus temporariamente. Pode ser que aconteça, mas depende mais do caminhar da obra. Se houver interdição será no máximo de uma faixa, algo pontual, para fazer drenagem, enterrar as linhas de telefonia. Não vai ter nenhum tipo de interdição completa da via", concluiu. n

 

Os restaurantes terão autorização para abrir, com os sistemas de self-service e buffet ainda proibidos, entre 11h e 23h, incluindo sábados, domingos e feriados - Foto: Tomaz/Silva/Agência Brasil

A Prefeitura de Niterói anunciou que a partir desta segunda-feira (13) restaurantes e lanchonetes do município poderão retomar suas atividades, dentro do Plano de Transição Gradual para um Novo Normal. Os restaurantes terão autorização para abrir, com os sistemas de self-service e buffet ainda proibidos, entre 11h e 23h, incluindo sábados, domingos e feriados. Já as cafeterias e lanchonetes funcionarão entre 7h e 20h, cumprindo todos os protocolos de higiene e distanciamento social determinados pela Prefeitura de Niterói. Os estabelecimentos devem respeitar o limite de 50% de ocupação. 

Os bares terão autorização para reabrir a partir do próximo dia 20.

“A população de Niterói se conscientizou sobre a gravidade da pandemia da Covid-19 e aderiu ao isolamento social e às medidas sanitárias. A Prefeitura, por sua vez, implantou medidas com base na ciência e nas melhores experiências internacionais, como a sanitização de ruas e comunidades, distribuição de mais de um milhão de máscaras, realização de testes rápidos massivos e a criação de um hospital de referência para o novo coronavírus, entre outras”, destacou o prefeito Rodrigo Neves. “Tudo isso permitiu à cidade retomar, de maneira gradual e responsável, algumas atividades a partir do dia 21 de junho. Mesmo com essa retomada, houve redução na taxa de transmissão da doença, letalidade, ocupação de leitos. Temos cerca de 27% dos leitos ocupados, a menor taxa de letalidade da Região Metropolitana – cerca de 3%, e quase 90% dos casos confirmados já recuperados. Por isso vamos tomar um passo importante e, conforme o Plano de Transição previa, os restaurantes, lanchonetes, cafeterias e bares poderão retornar com as atividades presenciais”.

O espaço interno dos estabelecimentos deverá ser organizado com mesas com distanciamento de dois metros e a taxa de ocupação deve respeitar o limite de 50% de número total de mesas. Não será permitida a movimentação de mesas. Os sistemas de self-service ou buffet estão proibidos, assim como a música ao vivo. Balcões compartilhados deverão ser interditados e não será permitido o consumo em pé. O uso de máscara também é obrigatório. Elas só poderão ser retiradas pelos clientes que estiverem nas mesas, exclusivamente nos momentos de refeição.

Os restaurantes e lanchonetes deverão disponibilizar álcool a 70% para o público e os colaboradores, em locais estratégicos e de fácil acesso, fornecer equipamentos de proteção individual (EPI) aos colaboradores e checar a temperatura de funcionários e clientes que ingressarem no estabelecimento. Quem estiver com temperatura acima de 37,2° e/ou mostrar sintomas de gripe resfriado será orientado a buscar ajuda médica. Funcionários positivos de Covid-19 ou com sintomas de síndrome gripal deverão ser orientados a cumprir isolamento domiciliar de 14 dias a contar do início dos sintomas.

A Prefeitura de Niterói recomenda também que o atendimento nos restaurantes seja realizado através de agendamento com horário pré-determinado. Será de responsabilidade dos bares, restaurantes, cafeterias e lanchonetes a organização dos seus clientes para espera e entrada no estabelecimento. Para evitar aglomeração, o estabelecimento deve destacar pelo menos um agente de desaglomeração para atuar na organização da fila de espera.

Consumo do lado de fora proibido 

Também está proibido o consumo durante a espera por mesa. Os clientes devem ser organizados em fila, garantindo o distanciamento de dois metros em espaço fechado e 1,5 metro em espaço aberto, com demarcação no piso. Além disso, é obrigatório o uso de máscara enquanto aguarda o atendimento. As calçadas externas deverão ter marcação no chão, garantindo distanciamento de 1,5m em caso de fila para entrada.

Na entrada do estabelecimento deverão ser disponibilizados tapetes sanitizantes ou similares, para higienização das solas dos sapatos dos clientes, bem como álcool a 70% para higienização das mãos. Será proibido também o uso de mesas sem cadeiras e bistrôs para espera ou consumo. Os restaurantes devem ainda ter cartazes com orientações aos clientes sobre as medidas de prevenção na espera, recepção, entrada e durante a permanência no local.

A regulamentação traz também normas para a higienização dos utensílios usados pelos clientes. Toalhas de tecido devem ser evitadas. Se usadas, precisam ser trocadas a cada cliente. Mesas e cadeiras deverão ser higienizadas a cada troca de cliente no estabelecimento. Os guardanapos de papel devem ser oferecidos ao cliente em dispensers protegidos ou embalados individualmente e guardanapos de tecido podem ser levados ao cliente após este ter ocupado a mesa. O modelo do cardápio deve ser higienizável, plastificados. É recomendado o uso de cardápios digitais em que o cliente pode acessar lendo um QR Code pelo próprio celular.

“O esforço da Prefeitura e dos moradores de Niterói têm dado resultado e conseguimos, mantendo o Plano de Transição, continuar seguindo uma trajetória de melhora dos indicadores da epidemia, como comprova a recente nota do comitê técnico científico que acompanha o plano. Nossa retaguarda hospitalar exclusiva para a Covid-19, na rede pública e particular, tem ocupação menor de 30%. Isso é fundamental", afirma o secretário de Saúde Rodrigo Oliveira, que agradeceu todos os profissionais de saúde pelo trabalho e dedicação.

Teste identifica quando a covid-19 está ativa - Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

Niterói começa a oferecer, a partir desta sexta-feira (10), testagem por RT-PCR para detectar o novo coronavírus no drive-thru montado no Caminho Niemeyer, no Centro. A iniciativa, em parceria com o aplicativo Dados do Bem, identifica possíveis casos positivos pela inteligência de dados do aplicativo. Serão aplicados 50 testes por dia, das 9h às 16h.

“Essa parceria é mais uma medida de enfrentamento à pandemia em Niterói. Juntos abrimos três pontos diferentes de testagem em modelo drive-thru na cidade e agora acrescentamos o PCR. Essa ação contribui para se ter mais clareza de como está a curva de contaminação no município e acompanhar diariamente o plano de transição para o novo normal”, afirma o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira.

O procedimento é o mesmo do teste rápido para a covid-19: a pessoa deve baixar o aplicativo no celular, responder o questionário com uma autoavaliação do quadro de saúde e informar há quanto tempo está apresentando sintomas sugestivos da doença. A inteligência do aplicativo informa se há indicação para testagem naquele momento e qual exame deve ser realizado. A pessoa pode então receber um convite com data e hora marcados para fazer o teste, o que não descarta a ida a uma unidade de saúde para uma avaliação médica, principalmente se houver febre persistente e falta de ar. Os exames de diagnóstico também estão sendo realizados em mais de 50 unidades de saúde de Niterói. Casos identificados como potencialmente graves pelo aplicativo não entram na fila para a realização de exames. Nesses casos, o usuário recebe um alerta de que deve procurar imediatamente uma unidade de emergência.

Fátima Cristina Machado, de 57 anos, moradora da Ilha da Conceição, fez o teste RT-PCR nesta sexta-feira, no posto drive-thru do Caminho Niemeyer. Ela contou que não está com os sintomas da covid-19, mas que a cunhada, com quem convive, testou positivo e, por isso, ela teve recomendação para fazer o teste junto com o pai, que mora com ela e tem 88 anos.

“Cheguei meio temerosa, mas foi tudo tranquilo e rápido. Fui bem atendida e não demorou nada. Meu pai fez o outro tipo de teste na quarta-feira e deu resultado negativo. A minha cunhada, que testou positivo está sem sintomas e deve repetir o teste semana que vem”, contou Fátima Machado. Ela disse ainda que a família têm recebido acompanhamento de profissionais de saúde.

O exame rápido molecular (RT-PCR) busca diagnosticar pessoas que estejam com a doença ativa e orientá-las para que permaneçam em isolamento. Além disso, os dados epidemiológicos por georreferenciamento fornecidos pela estratégia Dados do Bem ajudam no monitoramento diário do Plano de Transição Gradual para o Novo Normal. O agendamento, assim como acontece com o teste rápido sorológico (que busca anticorpos no sangue), também será feito por meio do aplicativo Dados do Bem.

No caso da testagem por RT-PCR, o que virá explicitado com o QR-code enviado pelo aplicativo, a pessoa deverá sair do carro e se dirigir a uma cabine de acrílico, desenvolvida e doada pela Universidade Federal Fluminense (UFF) para garantir a proteção tanto do profissional de saúde que aplica o teste quanto do usuário que tem o material coletado. Graças ao isolamento da cabine, não há necessidade da troca de todo equipamento de EPI entre um paciente e outro. Apenas as luvas são descartadas e toda a cabine e ambiente externo são higienizados com álcool a 70%. Isso ajuda a evitar o gasto excessivo de materiais de EPI, tão necessários neste momento de pandemia, e protege o profissional de saúde, que poderia acabar se contaminando ao se desparamentar.

 

Como acontece a testagem 

Ao chegar ao Caminho Niemeyer no dia e hora marcados, o niteroiense vai apresentar o QR-code no aplicativo e um documento de identidade com foto para o validador do teste. O teste é feito a partir da coleta de secreções nasais ou da garganta. Apenas a pessoa que será testada deve sair do carro e se dirigir a uma das cabines disponíveis, seguindo as orientações do profissional de saúde. Será aplicado um questionário, no qual é necessário informar um endereço de e-mail para o envio do laudo do exame, o que acontecerá em até 48 horas. Antes disso, em até 24 horas, aplicativo informará o resultado do teste molecular.

Os dados dos niteroienses que testam positivo são encaminhados à Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Niterói para que a pessoa seja acompanhada pela central de telemonitoramento do Niterói Ligada em Você. Nos casos em que o isolamento domiciliar não for possível, será oferecido que esse período seja cumprido no Centro de Referência de Quarentena.

Ao todo, a cidade registra 6.809 casos confirmados da doença - Foto: Douglas Macedo/Prefeitura de Niterói

A Fundação Municipal de Saúde de Niterói informa que o município já tem 6.136 pacientes recuperados da covid-19, de acordo com boletim divulgado neste sábado (11). Ao todo, a cidade registra 6.809 casos confirmados da doença e 335 pessoas em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. Niterói registra 237 óbitos.

Na última sexta-feira (10), a cidade passou a oferecer testagem por RT-PCR para detectar o novo coronavírus no drive-thru montado no Caminho Niemeyer, no Centro. A iniciativa, em parceria com o aplicativo Dados do Bem, identifica possíveis casos positivos pela inteligência de dados do aplicativo. Serão aplicados 50 testes por dia, das 9h às 16h.

O procedimento é o mesmo do teste rápido para a Covid-19: a pessoa deve baixar o aplicativo no celular, responder o questionário com uma autoavalição do quadro de saúde e informar há quanto tempo está apresentando sintomas sugestivos da doença. A inteligência do aplicativo informa se há indicação para testagem naquele momento e qual exame deve ser realizado. A pessoa pode então receber um convite com data e hora marcados para fazer o teste, o que não descarta a ida a uma unidade de saúde para uma avaliação médica, principalmente se houver febre persistente e falta de ar. Os exames de diagnóstico também estão sendo realizados em mais de 50 unidades de saúde de Niterói. Casos identificados como potencialmente graves pelo aplicativo não entram na fila para a realização de exames. Nesses casos, o usuário recebe um alerta de que deve procurar imediatamente uma unidade de emergência. 

Obras incluíram melhorias na sinalização e recuperação de segregadores - Foto: Douglas Macedo / Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói concluiu nesta sexta-feira (10) a requalificação da ciclovia da Avenida Ernani do Amaral Peixoto, no Centro. Todo o traçado, da Avenida Visconde do Rio Branco até a Avenida Marquês do Paraná, foi revisado e recebeu nova sinalização horizontal e vertical e novos balizadores para melhorar a segurança dos ciclistas e pedestres. Também nesta sexta-feira a Prefeitura inicia a requalificação da ciclovia da Rua São Lourenço.

A ciclovia da Amaral Peixoto ganhou maior importância com a inauguração da ciclovia da Avenida Marquês do Paraná, facilitando o acesso ao Centro dos ciclistas que saem da Zona Sul e da Região das Praias Oceânicas. Ela é usada diariamente também por moradores da Zona Norte, que chegam a ela através da ciclovia da Rua São Lourenço.

Os segregadores da ciclovia foram recuperados e foram implantados pictogramas de alerta voltados para ciclistas e pedestres. Os cruzamentos da Avenida Amaral Peixoto sofreram alterações com a inserção de áreas de espera para os ciclistas e, assim, evitar o excesso de velocidade dos veículos na conversão, aumentando a segurança. Em avenidas de alto tráfego, como a Amaral Peixoto, os segregadores são exigidos por norma para segurança de ciclistas.

 

São Lourenço 

O mesmo trabalho de requalificação feito na ciclovia da Avenida Amaral Peixoto será realizado a partir desta sexta-feira na ciclovia da Rua São Lourenço, que tem aproximadamente 1 quilômetro de extensão e vai da Avenida Jansen de Melo até o Ponto Cem Réis.

 

Mobilidade

A atual gestão da Prefeitura criou, em 2013, o programa Niterói de Bicicleta. A iniciativa foi pensada como uma resposta aos desafios relacionados à mobilidade, ao meio ambiente e, de uma maneira mais ampla, à qualidade do espaço urbano de Niterói. Seu objetivo principal é estimular a cultura cicloviária na cidade, por meio da implantação de infraestrutura e de ações educacionais. A cidade conta atualmente com 45 quilômetros de infraestrutura cicloviária.

 

Bicicletário 

A ciclovia da Avenida Amaral Peixoto é o principal acesso dos ciclistas ao bicicletário da Praça Araribóia. Inaugurado no dia 27 de março de 2017, o bicicletário funciona de segunda-feira a sábado, das 6h às 22h, e tem 446 vagas. Os usuários não pagam nada para estacionar as bikes.

A coruja foi resgatada por agentes da guarda ambiental e está em observação

A Coordenadoria de Meio Ambiente (CMA) da Guarda Municipal de Niterói realizou o resgate, na manhã deste sábado (11), de uma coruja. A ave, da espécie Mocho Orelhuda, estava presa por linha chilena no alto de uma árvore, no bairro Vital Brazil. A coruja foi resgatada por agentes da guarda ambiental e está em observação. Não foram encontrados cortes e ela deve ser solta à noite, por possuir hábitos noturnos.

"Os guardas ambientais são treinados para realizar o resgate adequadamente. Os animais são avaliados e, caso necessário, passam por processo de recuperação até serem devolvidos ao ambiente de origem", explica Jociley Neves, responsável pela Coordenadoria de Meio Ambiente (CMA) da Guarda Municipal de Niterói.

A coordenadoria ambiental da Guarda já resgatou mais de 600 silvestres na cidade apenas neste ano. Entre as espécies estão corujas, gambás, tartarugas, cobras, gavião bicho-preguiça, e tamanduá, entre outros. Depois de contidos e capturados, os animais passam por uma avaliação e, caso estejam bem, são reintegrados à Unidade de Conservação mais próxima. Em caso de ferimentos ou estado geral debilitado, são encaminhados para instituições parceiras como o Cetas, Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) de Campo Grande ou Instituto Vital Brazil, se for alguma espécie de cobra venenosa.

"Sempre que um morador encontrar um animal silvestre deve entrar em contato conosco através do telefone 153. É importante para que o animal não se machuque. Esse é o quinto animal resgatado em um mês com linha chilena e quem for pego usando pode ser conduzido à delegacia porque a utilização de linha chilena é proibida" disse Jociley Neves.

Debate será realizado pelas redes sociais do Centro de Artes UFF - Foto: Divulgação

Na próxima quarta-feira (15), às 18h, impactado pelo contexto atual da pandemia de Covid-19, o Centro de Artes UFF traz para a próxima edição on-line de seu UFF Debate Brasil o tema “Novo Normal?”. A conversa propõe uma reflexão sobre as consequências econômicas, sociais, políticas e psíquicas trazidas pela banalidade e generalização de um “novo normal”, em meio a uma pandemia ascendente e uma crise econômica que atinge, principalmente, os grupos mais vulneráveis da sociedade.

O debate será realizado pelas redes sociais do Centro de Artes UFF – YouTube, Facebook e Instagram. Os debatedores serão o antropólogo e professor da UFF Júlio César de Tavares, a economista Marta Procópio e o filósofo Elton Luiz Leite de Souza, com moderação de Leonardo Guelman, superintendente do Centro de Artes UFF. Guelman adianta que o debate vai indagar criticamente o que significa o retorno a essa suposta “normalidade”.

A atividade integra uma nova fase da campanha “A Arte nos Une” – proposta criada em abril para oferecer programação durante a quarentena, preservar os laços de afeto com seus frequentadores, manter o centro funcionando plenamente na internet, oferecer opções de entretenimento e reflexão, e ser uma opção de alívio para o período de distanciamento social. O superintendente do Centro de Artes UFF acredita que, por mais que a pandemia esteja paralisando os espaços culturais de Niterói, com as salas, cinemas, teatros e museus fechados, as redes sociais mantêm a cultura ativa, ampliando o acesso a outros públicos e estimulando novas formas de produção: “É também o momento de mostrar que, enquanto um centro de arte, somos propositivos, inovadores, potentes para realizar e capazes de redimensionar o nosso alcance, para além da cidade e do estado”, avalia.

Cidade contabiliza um total de 234 óbitos - Divulgação

A Fundação Municipal de Saúde de Niterói informa que o município já tem 5.965 pacientes recuperados da Covid-19. Ao todo, a cidade registra 6.649 casos confirmados da doença e 349 pessoas em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. Niterói registra 234 óbitos.

Edmar é tenente-coronal da PM - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O ex-secretário de Saúde do Rio, Edmar Santos, preso durante operação do Ministério Público do Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (10), será transferido para a Unidade Prisional da Polícia Militar, no Fonseca, em Niterói. Edmar, que é tenente-coronal da PM, é apontado como integrante da organização criminosa que fraudou contratos de compra de respiradores pulmonares, em caráter emergencial, para atendimento de pacientes com a covid-19 no estado do Rio.  

Edmar foi levado por promotores MPRJ para a Cidade da Polícia, onde vai prestar depoimento na Delegacia Fazendária.

Além do mandado de prisão contra o ex-secretário, a 1ª Vara Criminal Especializada da Capital expediu mandados de busca e apreensão no apartamento do ex-secretário e na casa de campo dele, em Itaipava, na região serrana do Rio de Janeiro.

A operação desta sexta-feira (10) foi realizada pelo MPRJ, por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (GAECC/MPRJ), com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ) e da Delegacia Fazendária da Polícia Civil. Edmar Santos é apontado como integrante da organização criminosa que fraudou contratos de compra, em caráter emergencial, de respiradores pulmonares, para atendimento a pacientes com a covid-19.

Integrantes do MP e policiais civis apreenderam na casa do ex-secretário malotes com documentos e computadores.

Depois de exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), Edmar Santos será conduzido para a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, uma vez que é oficial da corporação.

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou que o MPRJ tivesse acesso para extrair conteúdo armazenado nos materiais apreendidos, como telefones celulares, computadores e pen drives, inclusive de registros de diálogos telefônicos ou telemáticos, como mensagens SMS ou de aplicativos como WhatsApp, dentre outros. O trabalho técnico ficou a cargo da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ).

A 1ª Vara Criminal Especializada também acatou o pedido do MPRJ para arresto de bens e valores de Edmar até o valor R$ 36.922.920, equivalente aos recursos públicos desviados em três contratos fraudados para aquisição dos equipamentos médicos.

De acordo com o MPRJ, nas investigações, além do ex-subsecretário executivo Gabriell Neves, foi identificado que Edmar Santos fazia parte "da organização criminosa que se infiltrou e se apoderou das estruturas da Secretaria Estadual de Saúde do Rio". Ainda conforme o MP, o ex-secretário sempre alegou desconhecer a existência de qualquer esquema de desvio de recursos e, mesmo, após a prisão preventiva de membros da organização da qual fazia parte, permaneceu no cargo de secretário por algumas semanas, até ser exonerado em maio.

Visitação estará limitada a 25 pessoas por vez. Museu continua fechado - Foto: Marcelo Feitosa


Após mais de 100 dias fechado como medida para deter o avanço da covid-19 na cidade, o pátio do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói será aberto ao público neste sábado (11). O local, que proporciona uma das vistas panorâmicas mais bonitas da cidade, poderá receber até 25 pessoas por vez, todos os dias, das 9h às 18h.

Os visitantes terão a temperatura aferida na entrada e o uso de máscara facial será obrigatório. Será necessário manter o distanciamento de 1,5m entre as pessoas e a prática de atividades esportivas está proibida. O museu permanece fechado à visitação pública.

Nesta sexta será feito o crédito para os titulares tem o nome iniciado com as letras A até F - Foto: Luciana Carneiro/Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói informou que a partir das 12h desta sexta-feira (10), começam a ser feitos os créditos para os beneficiários do Renda Básica Temporária inscritos no Cadastro Único de programas sociais do governo federal, seguindo calendário de ordem alfabética. 

Nesta sexta (10) será feito o crédito para os titulares tem o nome iniciado com as letras A até F. No sábado (11), é a vez dos beneficiários cujo nome começa da letra G até M. E no domingo (12), os cadastrados cujo nome começa da letra N até a letra Z.

Na próxima segunda (13) e terça-feira (14), a recarga dos cartões será realizada para as famílias de alunos da rede municipal de ensino que não estão inscritas no CadÚnico. Na segunda recebem as pessoas cujos nomes começam com as letras A até J. E na terça será a vez daqueles com nomes iniciados com as letras K até Z.

Busca Ativa

Na última quinta-feira (9), a secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, declarou que foi efetuado o crédito no cartão pré-pago para os inscritos no programa Busca Ativa, como catadores de recicláveis, artesãos, vendedores ambulantes regularizados, pescadores artesanais, quiosqueiros, jornaleiros e produtores agroecológicos.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.