28
Seg, Set

Prefeitura de Niterói começou a implantação do POP e a desobstrução do túnel do Tibau. Trabalho de desassoreamento do canal de Itaipu segue avançando - Foto:

O entorno da Lagoa de Piratininga passou a contar com um cenário diferente nos últimos dias. Equipes e máquinas estão trabalhando em importantes intervenções, que terão papel fundamental na melhora do sistema lagunar da Região Oceânica: a implantação do Parque Orla Piratininga (POP), a desobstrução do túnel do Tibau e o desassoreamento do canal de Itaipu.

O trabalho para implantação do POP começou em um ponto próximo a pista de pouso de parapente, no Cafubá. A área que receberá jardins filtrantes será entre a pista e o Canal de Camboatá. A coordenadora do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO Sustentável), Dionê Marinho Castro, enfatiza que o jardim filtrante é uma solução sustentável para redução da quantidade de sedimentos e nutrientes carregados pelas drenagens urbanas e naturais, no caso os rios, que chegam até a lagoa.

“O POP é um passo fundamental para a despoluição da lagoa. Um de seus diferenciais é a implantação de um sistema de gestão de águas pluviais composto por bacias de sedimentação, jardins filtrantes, jardins de chuva e biovaletas para a captação e tratamento das águas provenientes dos rios e da rede de drenagem das principais bacias contribuintes à Lagoa de Piratininga. A água dos rios cairá na bacia de sedimentação, será encaminhada para os jardins filtrantes e daí seguirá para a lagoa já tratada. A partir da macrodrenagem, teremos também a implantação de jardins de chuva. A água de chuva vai passar por esses jardins e cair na lagoa já tratada”, explica Dionê Castro.

Com o Parque será possível restabelecer novo equilíbrio ecológico no entorno da Lagoa, manter e fomentar a atividade pesqueira na região, a abertura de espaços multifuncionais com equipamentos de lazer para a população; áreas de contemplação e de aproximação da população com a Lagoa de Piratininga, sua fauna e flora; além de intensificar questões voltadas para a educação ambiental, ecoturismo e gestão de resíduos sólidos.

O projeto da Prefeitura de Niterói contempla a recomposição vegetal da orla da Lagoa, abrangendo uma área de mais de 150 mil metros quadrados. O POP será um passo fundamental para a despoluição da lagoa. Todo o projeto foi concebido por uma equipe multidisciplinar de dezenas de técnicos e já foi premiado na Europa como um programa inovador na recuperação de corpos hídricos.

Serão cerca de 10 quilômetros de sistema cicloviário ao longo de toda a orla da Lagoa, quatro píeres de contemplação e seis píeres de pesca, três mirantes e 17 áreas de lazer, sendo três delas com quadra de esporte, além de brinquedos e academia de ginástica. O local ainda abrigará um museu. O acesso ao Parque será favorecido para pedestres e ciclistas.

Desassoreamento - A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) iniciou, no dia 11 de agosto, a desobstrução do canal de Itaipu. No terceiro dia dos trabalhos, foi restabelecida a ligação da lagoa com o mar, com a retirada de parte do banco de areia do canal. As equipes seguem com o trabalho e a areia retirada está sendo espalhada, por outro equipamento, nas praias de Itaipu e Camboinhas. A previsão é que o trabalho esteja concluído em duas semanas.

As correntes marítimas levaram para o local a areia que foi depositada nas últimas ressacas. Aos poucos, a maré se desloca e carrega essa areia para o canal. A ação consiste na retirada do material que está impedindo a circulação do mar com a lagoa. Está sendo repetida a operação realizada no fim de 2019, quando houve o fechamento do canal. Este é um processo natural de depósito de areia.

Desobstrução – O trabalho para a desobstrução do túnel do Tibau foi iniciado na última quinta-feira com o tamponamento do túnel do lado da Lagoa. A previsão é que o serviço seja concluído em até uma semana. Em seguida, será iniciado o tamponamento do lado do mar. A intervenção tem como objetivo restabelecer o fluxo hídrico entre a Lagoa de Piratininga e o mar, já que no início de 2019 houve o desmoronamento de rochas do túnel, o que interrompeu parte desta troca. A construção do túnel do Tibau foi feita pelo Inea, em 2008. Desta forma, a responsabilidade pela desobstrução caberia ao órgão estadual. No entanto, após entendimento entre o Município e o Inea, a Prefeitura de Niterói está realizando a obra.

O desmoronamento de rochas do túnel foi analisado por técnicos do Município e especialistas externos. Foi constatado que o acidente foi causado por falha de execução da obra, cabendo ao Inea as obras de desobstrução do túnel do Tibau. O Município de Niterói ofereceu toda a ajuda necessária para restabelecer o fluxo de água entre a Lagoa de Piratininga e o mar, já que o sistema lagunar da Região Oceânica tem uma gestão compartilhada entre o Município de Niterói e o Governo do Estado.

Conforme cronograma da obra publicado no edital, as intervenções estão previstas para serem realizadas em cinco meses. Como a ordem de início foi dada em agosto de 2020, a previsão que a conclusão seja janeiro de 2021. A principal melhoria esperada com a desobstrução do túnel é o restabelecimento do fluxo hídrico entre o mar e a lagoa de Piratininga.

Gestão compartilhada - O sistema lagunar da Região Oceânica tem uma gestão compartilhada entre o Município de Niterói e o Governo do Estado. Desde 2013, um convênio de co-gestão foi assinado entre o órgão e a Prefeitura de Niterói. E, desde este período, a Prefeitura de Niterói tem realizado diversas ações, por meio do PRO Sustentável, com foco na sustentabilidade e recuperação ambiental das bacias hidrográficas da região e do Sistema lagunar de Piratininga-Itaipu. Entre elas, destaca-se a renaturalização do Rio Jacaré, captação dos efluentes dos Rio Arrozal e Cafubá, e as ações de saneamento ambiental nas Áreas de Especial Interesse Social inseridas na Orla da Lagoa de Piratininga, além do projeto “Se liga na Rede”, que realiza fiscalizações regularmente de ligações corretas na rede coletora de esgoto da concessionária Águas de Niterói.

Com resultado das convenções, seis candidatos disputam a prefeitura em Niterói e nove em São Gonçalo - Foto: Divulgação

Com o encerramento do período de convenções partidárias, na última quarta-feira (16) foi dada oficialmente a largada para as Eleições Municipais de 2020. Portanto, eleitores de Niterói e São Gonçalo já conhecem as opções que terão nas urnas de votação, que será realizada, em primeiro turno, no dia 15 de novembro.

Em Niterói, o ex-vice-prefeito Axel Grael teve candidatura confirmada pelo seu partido, o PDT, mesmo do prefeito Rodrigo Neves, em convenção no dia 1º. Grael foi secretário de Planejamento na atual gestão. O vice na chapa será o presidente da Câmara, vereador Paulo Bagueira, do SD.

Axel Grael é engenheiro florestal, gestor público, ambientalista. empreendedor social e consultor. Com os irmãos, Torben e Lars, iatistas medalhistas olímpicos, fundou o Projeto Grael. Bagueira é formado em Direito pela Universidade Candido Mendes, vereador há sete mandatos em Niterói e suplente de deputado estadual.

O delegado de Polícia Federal Deuler da Rocha foi escolhido como o candidato do PSL ao cargo mais alto do Poder Executivo niteroiense. O administrador Alexandre Ceotto, do Republicanos, também era pré-candidato mas se uniu à chapa de Deuler, em convenção realizada no dia 14. Deuler da Rocha é advogado formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Ceotto é formado em administração de empresas e fez MBA em gestão empresarial. Em 2019, foi nomeado subsecretário de Relacionamento Institucional do governo do Estado. Em 2018, concorreu às eleições como deputado estadual.

Felipe Peixoto (PSD) teve sua candidatura confirmada e terá o vereador Bruno Lessa (DEM) como candidato a vice-prefeito na chapa. Ambos eram pré-candidatos à Prefeitura, mas ao longo do processo pré-eleitoral já vinham ensaiando uma aproximação, que acabou se confirmando com a convenção.

Peixoto é empreendedor e político, com formação em Administração e Direito. Especialista em Direito Público e MBA em Gestão de Projetos, já foi vereador e deputado. Lessa é advogado, formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Filho do ex-deputado Silvio Lessa, iniciou sua carreira política ainda jovem.

O deputado estadual Flavio Serafini será novamente o candidato do PSOL à Prefeitura da cidade. Ele foi o nome do partido nas eleições de 2012 e 2016, não chegando ao segundo turno em ambas. A escolhida da legenda para compor a chapa é a professora Josiane Peçanha. Serafini é sociólogo e professor da Fiocruz. Exerce mandato de deputado estadual e é presidente da Comissão de Educação. Josiane Peçanha é professora e pedagoga, mestre em História pela Uerj, militante da Educação, sindicalista, pesquisadora e escritora.

A engenheira Juliana Benício será a candidata do Partido Novo à Prefeitura de Niterói, conforme definido em convenção partidária no dia 1º. O também engenheiro Willie Silva será candidato a vice-prefeito na chapa. Juliana é mestre em Economia e doutora em Engenharia de Produção. Trabalha com gestão educacional há 15 anos e atua como coordenadora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFRJ (Campus Niterói), e como avaliadora do INEP/MEC. Silva é formado em Engenharia Química pela UFRJ, com pós-graduação em Produção pela Coope/UFRJ e Gestão Empresarial pela FGV e formado em Direito pela UnilaSalle.

O PSTU confirmou o nome da funcionária de escola Danielle Bornia como pré-candidata à prefeita, tendo como vice o professor da rede estadual de Educação Sérgio Perdigão. Bornia foi candidata à Prefeitura nas Eleições de 2016, mas ficou em último lugar com menos de 1% dos votos.

Candidatos se enfrentam no 2º maior colégio eleitoral do estado

Em São Gonçalo, o segundo maior colégio eleitoral do estado, José Luiz Nanci, atual prefeito, confirmou sua candidatura à reeleição pelo Cidadania. A chapa formada com a empresária Márcia Valéria como candidata a vice-prefeita, também oficializou a coligação com os partidos PV e MDB.

Vice-prefeito eleito na chapa de Nanci em 2016, Ricardo Pericar, que teve breve passagem como deputado federal, será o candidato do PSL ao executivo gonçalense. Arthur Belmonte foi confirmado como vice na chapa.

Dejorge Patrício, do Republicanos, derrotado por Nanci no segundo turno de 2016, será novamente o candidato do partido à Prefeitura de São Gonçalo. Marquinho, do solidariedade, foi definido como candidato a vice na chapa.

Capitão Nelson foi oficializado como candidato do Avante em São Gonçalo. Sergio Oliveira Gevú foi definido como candidato a vice-prefeito, em convenção partidária realizada no último dia 11.

O PT lançou a candidatura do médico Dimas Gadelha. O partido formou chapa com o PDT para confirmar o nome de Marlos Costa, então pré-candidato à Prefeitura, como vice na chapa.

Isaac Ricalde foi oficializado como candidato do PCdoB, em chapa composta com o PSOL. A professora Ana Cardinall compõe a chapa, como candidata à vice-prefeita.

O candidato do PSD na cidade será o administrador e corretor de imóveis Roberto Sales. Ainda não foi anunciado quem irá compor a chapa como candidato a vice-prefeito.

O PSB oficializou a candidatura do professor Rodrigo Piraciaba, em sua convenção partidária. A chapa do PSB será composta ainda pelo também professor Carlos Marcelo, como pré-candidato a vice-prefeito.

A professora Dayse Oliveira será o nome do PSTU para concorrer à Prefeitura de São Gonçalo. Roberto Baeta, foi o nome anunciado para compor a chapa como candidato a vice. 

 

Linhas de ônibus terão itinerários alterados nos fins de semana e haverá mais rigor nas barreiras sanitárias nos acessos à praia - Foto:

A partir desta sexta-feira (18), a Prefeitura de Niterói vai implantar uma série de medidas para evitar aglomerações na Praia de Itaipu, na Região Oceânica, nos fins de semana e feriados, enquanto estiverem em vigor as regras de distanciamento social por causa da pandemia de coronavírus. Uma delas será o emprego de barreiras mais rígidas nos acessos à praia. Outra, será uma mudança nas linhas de ônibus que fazem ponto final na praia e que terão seus itinerários alterados, terminando a viagem no trevo próximo ao Corpo de Bombeiros, na entrada do Engenho do Mato.

As linhas com itinerários alterados são: linhas municipais 38A, 52, OC2 e as linhas Intermunicipais 770 (Viação Pendotiba) e 537 (Viação Nossa Senhora do Amparo). Todas elas terão que embarcar e desembarcar seus passageiros no Terminal do BHLS Estação Engenho do Mato.

“De uma maneira geral, os niteroienses têm colaborado, usando máscaras, cumprindo o distanciamento e as medidas sanitárias. Infelizmente, não temos visto o cumprimento dos protocolos para prevenção do novo coronavírus na praia de Itaipu e por isso, a partir de amanhã [sexta], nós vamos ter o maior controle no acesso à praia. Não podemos permitir que aconteçam em Niterói cenas de aglomeração que estão acontecendo em outras cidades. Temos que manter o controle da pandemia e, ao mesmo tempo, retomar as atividades que são importantes para a vida das pessoas”, reforçou o prefeito Rodrigo Neves durante uma live na noite de quinta-feira (17).

Vale lembrar que apenas as atividades físicas individuais estão permitidas nas praias de Niterói das 6h às 12h30 e das 16h às 22h, com o cumprimento das medidas de distanciamento e uso de máscaras. Está proibida a permanência nas áreas das praias e prática de esportes tipicamente praianos, como altinho e frescobol.

As novas regras foram publicadas na edição do Diário Oficial do Município de Niterói nesta sexta-feira, através de portaria da Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade.

Fiscalização - A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) vai intensificar as ações nas praias da cidade nos finais de semana e feriados. Na praia de Itaipu, onde foi detectada aglomeração no último final de semana o controle no acesso será ainda maior.

A Seop ressalta que os agentes da Guarda Municipal seguem atuando na fiscalização nas praias e em barreiras de acessos ao município, e reforça que é de extrema importância que a população colabore para que a cidade possa continuar tendo sucesso no combate contra a Covid-19.

Sempre que a Guarda flagra pessoas fazendo o uso da praia para banho, orienta e explica que neste estágio amarelo nível 2 a permanência no local e o banho de mar ainda não estão liberados.

Estacionamento - Para evitar aglomerações, o estacionamento em cerca de dez ruas da Região Oceânica, próximas à orla, está permitido apenas para moradores, veículos de emergência e prestadores de serviços de utilidade pública até o dia 30 deste mês. A proibição também vale para áreas de estacionamento criadas nas praias da Região Oceânica pelo Decreto Municipal nº 11.576/14. A determinação da NitTrans foi publicada no Diário Oficial do Município do dia 10.

Para poderem estacionar, os moradores devem apresentar algum comprovante de residência. Os agentes de trânsito terão apoio de reboques, para a execução da medida administrativa de remoção, nos casos de desobediência.

As vias com estacionamento proibido são as avenidas Almirante Tamandaré, em Piratininga; Beira Mar, Prof. Carlos Nelson Ferreira dos Santos, Dr. Geraldo de Melo Ourivio e Rua Jaime Bittencourt, em Camboinhas; Estrada Francisco da Cruz Nunes, no trecho compreendido entre a Praça Silva Jardim e a Rua Póvoa de Varzim, em Itaipu; Avenida Beira Mar e ruas das Papoulas, das Orquídeas (trecho compreendido entre a Av. Beira Mar e a Rua das Rosas), Matias Sandri (entre a Av. Beira Mar e a Rua das Rosas), em Itacoatiara.

Infração é considerada grave e pode gerar multa de R$ 195,23 ao condutor - Foto: Reprodução/Cisp

Neste sábado (19), a Prefeitura de Niterói, por meio da NitTrans, Empresa Municipal de Transporte e Trânsito, iniciou ação permanente de fiscalização e autuação dos motociclistas infratores de trânsito que insistirem em circular pela cidade com motocicletas barulhentas. A infração é considerada grave e pode gerar multa de R$ 195,23 ao condutor. A medida é um convênio com o Governo do Estado.

O presidente da NitTrans, Paulo Afonso Cunha, explica a parceria e como será a ação.

“De acordo com a Portaria 03/2016 do Denatran, a responsabilidade fiscalizatória do excesso de ruído veicular é do Estado. Atuaremos em convênio entre o Estado e o Município permitindo a atuação suplementar por parte da NitTrans em Niterói”, destacou.

O Código de Trânsito Brasileiro, em seu Artigo 230, Inciso 11, prevê como infração grave, passível de multa de R$ 195,23, conduzir veículo com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante. Na maior parte das vezes, o ruído excessivo emitido pelas motocicletas advém da alteração ou remoção proposital do silenciador, que vem instalado nos veículos desde a fábrica. O silenciador é item obrigatório desde 1998, conforme a Resolução 14/1998 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Educação

A NitTrans mantém as ações de Educação Para o Trânsito voltadas à conscientização dos motociclistas. Uma nova remessa com três mil panfletos orientando sobre o assunto será distribuída nas regiões onde estão os pontos de delivery mais movimentados da cidade, nos restaurantes, lanchonetes, farmácias e outros pontos comerciais onde há mais circulação de motociclistas.

“O barulho ensurdecedor de algumas motocicletas é resultado de uma atitude deliberada do proprietário do veículo, que propositadamente retira ou danifica o silenciador do cano de descarga, ítem que vem de fábrica em todos os veículos. Ou seja, é uma infração que o proprietário assume de forma individual e ele deve ser fiscalizado por isso. Para além disso, é importante a ação educativa de trânsito no sentido de convencer estes proprietários de motocicletas de que não há vantagem alguma em usar o escapamento barulhento, pois ele não traz benefícios aos veículos e ainda incomoda os moradores da cidade”, avalia Paulo Afonso Cunha.

Alunos do Ensino Médio poderão retornar às atividades a partir de segunda-feira - Foto: Divulgação

O Sindicato das Escolas Particulares (SINEPE) declarou que apoia o retorno das atividades presenciais, a partir da próxima segunda-feira (21), nas unidades de Niterói. Na última quinta-feira (17), o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, anunciou que está autorizado a volta das aulas presenciais para os alunos do Ensino Médio.

As unidades deverão seguir um protocolo de vigilância da saúde escolar, com medidas de higiene e distanciamento, e manter o ensino à distância para os alunos que não optarem pelas aulas presenciais. Os profissionais da educação receberam treinamento especial para implantar os protocolos definidos.

"As escolas associadas, em sua maioria, estão preparadas para este retorno, cumprindo com os protocolos sanitários e de segurança, com as equipes devidamente treinadas e orientadas. Orientaremos que as escolas avaliem suas ações junto com sua comunidade escolar (pais, alunos e colaboradores)", diz a nota do sindicato, que ainda não tem o quantitativo do número de escolas e professores que voltarão na segunda, já que a decisão é de cada instituição e pode ser mudada a qualquer tempo.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, explicou em vídeo divulgado nas redes sociais do Município na noite desta quinta (17) que a decisão foi tomada após dois meses de reflexão e debate no Gabinete de Crise, com a participação de dezenas de técnicos da Saúde e da Educação, e análise das melhores experiências internacionais para implantar medidas de proteção de alunos e profissionais da educação. A autorização vale para as unidades públicas e particulares da cidade.

“Existem vários estudos indicando a necessidade de se desenvolver um modelo híbrido de educação, capaz de manter a opção do ensino à distância e do ensino presencial. Após dois meses de estudo, decidimos pela implantação de um projeto piloto com o Ensino Médio. A partir de segunda-feira, dia 21, vai haver autorização para a retomada das atividades presenciais do Ensino Médio em Niterói, desde que um conjunto de protocolos seja rigorosamente cumprido”, disse o prefeito.

Ele lembrou também que, recentemente, a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro emitiu uma nota técnica onde reforça a importância de se ter um planejamento para a retomada gradativa e responsável.

“A regulação do Ensino Médio cabe ao Estado, entretanto Niterói tem se destacado por ter protocolos muito bem estruturados. Integramos os vários saberes: da ciência, da epidemiologia, estatística, psicologia, pedagogia, economia, sociologia e a pediatria para desenvolver um caminho seguro que evite o comprometimento do aprendizado de crianças e adolescentes que estão tendo contato com a educação exclusivamente por meios eletrônicos".

No Plano de Transição Gradual para o Novo Normal, a retomada da Educação Infantil (alunos de 4 a 6 anos), Ensino Fundamental (6 a 14 anos) e Ensino Médio (de 14 a 17 anos) seria feita apenas quando a cidade chegasse no amarelo nível 1. Atualmente, a cidade está no estágio amarelo nível 2.

“Nossa preocupação é trabalhar um projeto piloto para que a gente não seja pego de surpresa quando chegarmos ao amarelo nível 1, estágio que estamos próximos de atingir”, analisa o prefeito. “É inaceitável discutirmos a retomada de bares e restaurantes e não discutirmos um plano de retomada da educação, com segurança e seriedade. E foi o que fizemos”.

O prefeito adiantou ainda que a retomada das atividades de Educação Infantil, segmento onde os alunos têm mais dificuldade de usar máscaras e fazer distanciamento social, provavelmente, ficará apenas para o ano de 2021.

Protocolo de vigilância da saúde escolar

Para a retomada das atividades presenciais nas escolas do Ensino Médio, o projeto piloto prevê o cumprimento de uma série de protocolos. As unidades de ensino terão que manter a disponibilidade do sistema de educação à distância para as famílias que fizerem a opção de não enviar seus adolescentes para a escola. Será obrigatório um distanciamento de, pelo menos, um metro e meio entre as carteiras. Professores e funcionários com mais de 60 anos ou que apresentem comorbidades deverão seguir afastados das atividades presenciais.

As escolas deverão fornecer máscaras para professores, funcionários e alunos, além de providenciar a troca deste equipamento a cada duas horas. Será obrigatória a medição de temperatura na entrada das unidades de ensino, além da existência de tapetes sanitizantes e a disponibilização de álcool gel. A presença de agentes de desaglomeração é obrigatória. As escolas deverão manter portas e janelas abertas. Onde isso não for possível, será necessário redobrar a atenção com os protocolos de higiene e refrigeração do ambiente.

A Secretaria Municipal de Saúde capacitou os diretores e gestores das escolas sobre o protocolo de vigilância da saúde escolar e vai monitorar os números de casos de Covid-19 na faixa etária de 14 a 18 anos. As escolas devem comunicar à Secretaria os casos da doença. A autorização para as aulas presenciais no Ensino Médio pode ser revogada de acordo com avaliação do Gabinete de Crise.

Deputada também terá de ficar em recolhimento domiciliar das 23h às 6h - Foto: Arquivo

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária recebeu uma notificação, na sexta-feira (18), da decisão judicial emitida pela 3ª Vara Criminal de Niterói, referente a instalação da tornozeleira eletrônica na deputada federal Flordelis (PSD-RJ). A deputada também terá de ficar em recolhimento domiciliar das 23h às 6h.

A determinação foi da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce. Flordelis e os filhos são réus em processo sobre a morte do marido da deputada, o pastor Anderson do Carmo, assassinado em casa, em Niterói, em junho do ano passado.Flordelis é acusada de ser a mandante do crime, mas não pôde ser presa em razão de sua imunidade parlamentar.

A defesa de Flordelis declarou que vai tomar todas as providências e disse que a decisão "é equivocada, usa argumentos sem sentido e que a presunção de inocência tem sido deixada de lado no caso".

De acordo com a Seap, a Secretaria ainda aguarda o comparecimento da deputada para a colocação da tornozeleira, que pode ser de segunda a sexta.

Na sexta-feira, a Justiça também determinou que Adriano dos Santos Rodrigues, um dos filhos biológicos de Flordelis e acusado de envolvimento na morte do pastor, seja transferido para a penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pellegrino, conhecida como Bangu 1, no Complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio.

O pedido foi feito pela defesa que representa o pai de Anderson do Carmo no processo, após suspeitas de que Adriano estaria se comunicando com a mãe, Flordelis, de dentro do presídio.

A decisão cita também o relato da testemunha Regiane Ramos que diz temer por sua integridade física e se sente ameaçada "em especial" pela ré Flordelis e o corréu Adriano.

Regiane é proprietária da oficina em que Lucas, um dos filhos da deputada preso acusado de envolvimento na morte do pastor, trabalhava antes do crime. Regiane consta no inquérito policial como testemunha por reafirmar a história de que Lucas César dos Santos teria recebido uma mensagem, via WhatApp, com o plano para matar o pastor. Na época, Lucas teria comentado sobre a proposta e enviado a mensagem para Regiane ler.

Regiane teve uma bomba jogada em sua residência recentemente. Ela relatou o artefato no Ministério Público do Rio de Janeiro. Bomba pode ter sido também um recado "para calar Lucas", um dos filhos da deputada federal preso.

Segundo a testemunha, o ataque foi orquestrado pela família de Flordelis como uma forma de intimidá-la a não depor em juízo e também uma forma de intimidar Lucas.

Decisão foi tomada em conjunto com Associação das Escolas de Samba de Niterói, seguindo recomendação do Gabinete de Crise e do Comitê Científico - Foto: Luciana Carneiro/Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, informou durante live na última quinta-feira (17) que, em reunião com a Associação das Escolas de Samba de Niterói – entidade que reúne representantes de todas as agremiações da cidade – e seguindo a recomendação do Gabinete de Crise e do Comitê Científico, foi decidido, em conjunto, o adiamento do Carnaval na cidade em 2021.

“O adiamento do Carnaval em Niterói foi uma decisão tomada através do diálogo, em conjunto com os representantes do setor. Todas as atividades com aglomerações de pessoas, como shows, não podem ocorrer até que tenhamos a vacina contra o novo coronavírus, que já tirou a vida de milhares pessoas no Brasil e no mundo”, frisou o prefeito.

A prefeitura já havia anunciado que as festas de fim de ano na cidade vão passar por adaptações por conta da pandemia da covid-19.  Niterói não contará com a tradicional festa de Réveillon com shows na praia de Icaraí. No lugar, haverá atividades virtuais. Já a celebração natalina, começará no fim de outubro com iluminação na cidade. 

“Esta foi uma decisão conjunta do comitê científico e do gabinete de crise, já que até dezembro não teremos ainda a vacina para imunizar a população. Vamos antecipar em um mês a iluminação de Natal, com o objetivo de criar um clima positivo, e sobretudo, incentivando um ambiente de solidariedade e, também, impulsionando o comércio local. Agradeço a atitude cívica das pessoas de cumprir os protocolos de segurança, mas é fundamental que a gente continue perseverando, até que essa vacina chegue, com o uso de máscara, a higiene reforçada das mãos, o uso do álcool, a limpeza de nossas casas”, disse Neves.

Medida foi tomada para prevenir a propagação pelo novo coronavírus - Foto: Douglas Macedo

Na última sexta-feira (18), a Prefeitura de Niterói começou uma série de novas restrições para evitar aglomerações na Praia de Itaipu, na Região Oceânica. As medidas serão adotadas nos fins de semana e feriados, enquanto estiverem em vigor as regras de distanciamento social por causa da pandemia de coronavírus. Uma delas é o emprego de barreiras mais rígidas nos acessos à praia. A outra, é uma mudança nas linhas de ônibus que fazem ponto final na praia e que tiveram seus itinerários alterados, terminando a viagem no trevo próximo ao Corpo de Bombeiros, na entrada do Engenho do Mato. As novas regras foram publicadas na edição do Diário Oficial do Município de Niterói desta sexta-feira, em portaria da Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade.

“De uma maneira geral, os niteroienses têm colaborado, usando máscaras, cumprindo o distanciamento e as medidas sanitárias. Infelizmente, não temos visto o cumprimento dos protocolos para prevenção do novo coronavírus na praia de Itaipu e por isso, a partir de desta sexta, nós vamos temos maior controle no acesso à praia. Temos que manter o controle da pandemia e, ao mesmo tempo, retomar as atividades que são importantes para a vida das pessoas”, reforçou o prefeito Rodrigo Neves durante uma live na noite de quinta-feira (17).

As linhas com itinerários alterados são: as municipais 38A, 52, OC2 e as linhas intermunicipais 770 (Viação Pendotiba) e 537 (Viação Nossa Senhora do Amparo). Todas elas terão que embarcar e desembarcar seus passageiros no Terminal do BHLS Estação Engenho do Mato.

Fiscalização

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) também intensificou as ações nas praias da cidade nos finais de semana e feriados. Na praia de Itaipu, onde tinham sido registradas aglomerações em determinados períodos do último final de semana, o controle no acesso está ainda maior. No primeiro dia da ação, não foram necessários a aplicação de multas ou o uso de reboques.

 

Vale lembrar que apenas as atividades físicas individuais estão permitidas nas praias de Niterói das 6h às 12h30 e das 16h às 22h, com o cumprimento das medidas de distanciamento e uso de máscaras Está proibida a permanência nas áreas das praias e prática de esportes tipicamente praianos, como altinho e frescobol.

Linhas de ônibus terão itinerários alterados nos fins de semana e haverá mais rigor nas barreiras sanitárias nos acessos à praia - Foto: Arquivo/Douglas Macedo

A partir desta sexta-feira (18), a Prefeitura de Niterói vai implantar uma série de medidas para evitar aglomerações na Praia de Itaipu, na Região Oceânica, nos fins de semana e feriados, enquanto estiverem em vigor as regras de distanciamento social por causa da pandemia de coronavírus. Uma delas será o emprego de barreiras mais rígidas nos acessos à praia. Outra, será uma mudança nas linhas de ônibus que fazem ponto final na praia e que terão seus itinerários alterados, terminando a viagem no trevo próximo ao Corpo de Bombeiros, na entrada do Engenho do Mato.

As linhas com itinerários alterados são: linhas municipais 38A, 52, OC2 e as linhas Intermunicipais 770 (Viação Pendotiba) e 537 (Viação Nossa Senhora do Amparo). Todas elas terão que embarcar e desembarcar seus passageiros no Terminal do BHLS Estação Engenho do Mato.

“De uma maneira geral, os niteroienses têm colaborado, usando máscaras, cumprindo o distanciamento e as medidas sanitárias. Infelizmente, não temos visto o cumprimento dos protocolos para prevenção do novo coronavírus na praia de Itaipu e por isso, a partir de amanhã [sexta], nós vamos ter o maior controle no acesso à praia. Não podemos permitir que aconteçam em Niterói cenas de aglomeração que estão acontecendo em outras cidades. Temos que manter o controle da pandemia e, ao mesmo tempo, retomar as atividades que são importantes para a vida das pessoas”, reforçou o prefeito Rodrigo Neves durante uma live na noite de quinta-feira (17).

Vale lembrar que apenas as atividades físicas individuais estão permitidas nas praias de Niterói das 6h às 12h30 e das 16h às 22h, com o cumprimento das medidas de distanciamento e uso de máscaras. Está proibida a permanência nas áreas das praias e prática de esportes tipicamente praianos, como altinho e frescobol.

As novas regras foram publicadas na edição do Diário Oficial do Município de Niterói nesta sexta-feira, através de portaria da Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade.

Fiscalização

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) vai intensificar as ações nas praias da cidade nos finais de semana e feriados. Na praia de Itaipu, onde foi detectada aglomeração no último final de semana o controle no acesso será ainda maior.

A Seop ressalta que os agentes da Guarda Municipal seguem atuando na fiscalização nas praias e em barreiras de acessos ao município, e reforça que é de extrema importância que a população colabore para que a cidade possa continuar tendo sucesso no combate contra a Covid-19.

Sempre que a Guarda flagra pessoas fazendo o uso da praia para banho, orienta e explica que neste estágio amarelo nível 2 a permanência no local e o banho de mar ainda não estão liberados.

Estacionamento - Para evitar aglomerações, o estacionamento em cerca de dez ruas da Região Oceânica, próximas à orla, está permitido apenas para moradores, veículos de emergência e prestadores de serviços de utilidade pública até o dia 30 deste mês. A proibição também vale para áreas de estacionamento criadas nas praias da Região Oceânica pelo Decreto Municipal nº 11.576/14. A determinação da NitTrans foi publicada no Diário Oficial do Município do dia 10.

Para poderem estacionar, os moradores devem apresentar algum comprovante de residência. Os agentes de trânsito terão apoio de reboques, para a execução da medida administrativa de remoção, nos casos de desobediência.

As vias com estacionamento proibido são as avenidas Almirante Tamandaré, em Piratininga; Beira Mar, Prof. Carlos Nelson Ferreira dos Santos, Dr. Geraldo de Melo Ourivio e Rua Jaime Bittencourt, em Camboinhas; Estrada Francisco da Cruz Nunes, no trecho compreendido entre a Praça Silva Jardim e a Rua Póvoa de Varzim, em Itaipu; Avenida Beira Mar e ruas das Papoulas, das Orquídeas (trecho compreendido entre a Av. Beira Mar e a Rua das Rosas), Matias Sandri (entre a Av. Beira Mar e a Rua das Rosas), em Itacoatiara.

Pista sentido Niterói contará com quatro bloqueios de 10 minutos a partir das 14h de sábado para testes de carga dinâmica - Foto: Divulgação

A Arteris Fluminense informa que, a partir das 14h deste sábado (19), a pista sentido Niterói da Avenida do Contorno contará com quatro bloqueios temporários de tráfego para realização testes de carga dinâmica sobre o viaduto do km 320,9 sul da BR-101/RJ. O ensaio prevê a passagem de veículo pesado instrumentado sobre a estrutura, que será monitorada por equipamentos e sensores.

 

As equipes da concessionária sinalizarão os bloqueios temporários na pista sentido Niterói a partir do Viaduto do Barreto (km 320 sul), no acesso à Avenida do Contorno na altura da quadra da G.R.E.S Unidos do Viradouro e no acesso para Av. Paiva e Base Naval de Ilha das Flores, no km 318 sul, em Neves. Não haverá restrições de tráfego na pista contrária.

 

A Arteris Fluminense recomenda aos usuários que redobrem a atenção no local, respeitem a sinalização e programem seu deslocamento pela via. Toda a operação tem a anuência da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e da Polícia Rodoviária Federal. Informações sobre a trânsito na rodovia podem ser obtidas no Twitter oficial da concessionária (@Arteris_AFL) e pelo telefone gratuito 0800 282 0101.


Sobre a Arteris Fluminense – Concessionária responsável por 322 quilômetros da rodovia BR-101/RJ, trecho entre a Ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói (RJ), e a divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. A Arteris Fluminense tem sede na cidade Niterói (RJ), local para onde deverão ser encaminhadas todas as comunicações legais, em razão de constituir-se pessoa jurídica distinta de Arteris S.A. (sua controladora societária).

 

Escolas terão de manter opção de educação à distância. Prefeitura também anunciou adiamento do Carnaval na cidade e medidas de maior controle na Praia de Itaipu

A Prefeitura de Niterói autorizou que as escolas da cidade implantem um projeto piloto para a retomada das atividades presenciais no Ensino Médio a partir de segunda-feira (21). As unidades deverão seguir um protocolo de vigilância da saúde escolar, com medidas de higiene e distanciamento, e manter o ensino à distância para os alunos que não optarem pelas aulas presenciais.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, explicou que a decisão foi tomada após dois meses de reflexão e debate no Gabinete de Crise, com a participação de dezenas de técnicos da Saúde e da Educação, e análise das melhores experiências internacionais, implantando medidas para a proteção de alunos e profissionais da educação.

“Existem vários estudos indicando a necessidade de se desenvolver um modelo híbrido de educação, capaz de manter a opção do ensino à distância e do ensino presencial. Após dois meses de estudo, decidimos pela implantação de um projeto piloto com o Ensino Médio. A partir de segunda-feira, dia 21, vai haver autorização para a retomada das atividades presenciais do Ensino Médio em Niterói, desde que um conjunto de protocolos seja rigorosamente cumprido”, disse o prefeito.

Ele lembrou também que, recentemente, a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro emitiu uma nota técnica onde reforça a importância de se ter um planejamento para a retomada gradativa e responsável.

“A regulação do Ensino Médio cabe ao Estado, entretanto Niterói tem se destacado por ter protocolos muito bem estruturados. Integramos os vários saberes: da ciência, da epidemiologia, estatística, psicologia, pedagogia, economia, sociologia e a pediatria para desenvolver um caminho seguro que evite o comprometimento do aprendizado de crianças e adolescentes que estão tendo contato com a educação exclusivamente por meios eletrônicos".

No Plano de Transição Gradual para o Novo Normal, a retomada da Educação Infantil (alunos de 4 a 6 anos), Ensino Fundamental (6 a 14 anos) e Ensino Médio (de 14 a 17 anos) seria feita apenas quando a cidade chegasse no amarelo nível 1. Atualmente, a cidade está no estágio amarelo nível 2.

“Nossa preocupação é trabalhar um projeto piloto para que a gente não seja pego de surpresa quando chegarmos ao amarelo nível 1, estágio que estamos próximos de atingir”, analisa o prefeito. “É inaceitável discutirmos a retomada de bares e restaurantes e não discutirmos um plano de retomada da educação, com segurança e seriedade. E foi o que fizemos”.

O prefeito revelou ainda que a retomada das atividades de Educação Infantil, segmento onde os alunos têm mais dificuldade de usar máscaras e fazer distanciamento social, provavelmente, ficará apenas para o ano de 2021.

Protocolo de vigilância da saúde escolar – Para a retomada das atividades presenciais nas escolas do Ensino Médio, o projeto piloto prevê o cumprimento de uma série de protocolos. As unidades de ensino terão que manter a disponibilidade do sistema de educação à distância para as famílias que fizerem a opção de não enviar seus adolescentes para a escola. Será obrigatório um distanciamento de, pelo menos, um metro e meio entre as carteiras. Professores e funcionários com mais de 60 anos ou que apresentem comorbidades deverão seguir afastados das atividades presenciais.

As escolas deverão fornecer máscaras para professores, funcionários e alunos, além de providenciar a troca deste equipamento a cada duas horas. Será obrigatória a medição de temperatura na entrada das unidades de ensino, além da existência de tapetes sanitizantes e a disponibilização de álcool gel. A presença de agentes de desaglomeração é obrigatória. As escolas deverão manter portas e janelas abertas. Onde isso não for possível, será necessário redobrar a atenção com os protocolos de higiene e refrigeração do ambiente. 

 
A íntegra da nota técnica da  Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro pode ser lida em http://soperj.com.br/direito-universal-a-educacao/.  

Maior controle na Praia de Itaipu – As atividades físicas individuais estão permitidas nas praias de Niterói das 6h às 12h30 e das 16h às 22h, com o cumprimento das medidas de distanciamento e uso de máscaras. A partir desta sexta-feira (18), serão implantadas barreiras mais rígidas nos acessos à Praia de Itaipu, na Região Oceânica. Nos fins de semana, os ônibus que fazem ponto final na praia, terão seus itinerários alterados e terminarão a viagem no trevo próximo ao Corpo de Bombeiros, na entrada do Engenho do Mato.

“De uma maneira geral, os niteroienses têm colaborado, usando máscaras, cumprindo o distanciamento e as medidas sanitárias. Infelizmente, não temos visto o cumprimento dos protocolos para prevenção do novo coronavírus na praia de Itaipu e por isso, a partir de amanhã [sexta], nós vamos ter o maior controle no acesso à praia. Não podemos permitir que aconteçam em Niterói cenas de aglomeração que estão acontecendo em outras cidades. Temos que manter o controle da pandemia e, ao mesmo tempo, retomar as atividades que são importantes para a vida das pessoas”, reforçou o prefeito.

Carga e descarga – Nesta quinta-feira (17), foi retomado o horário específico de carga e descarga. A operação é proibida no período de 6h às 9 horas e de 16h às 20h. A medida foi tomada já que a cidade apresenta um aumento na circulação de pessoas por conta do plano de transição gradual. O objetivo é melhorar a fluidez no trânsito da cidade.

Também nesta quinta-feira passou a vigorar a ampliação do horário de funcionamento de galerias e centros comerciais. As lojas poderão abrir de segunda a sexta, das 9h às 19h no Centro, e das 9h às 20h nas demais regiões.

Carnaval adiado – O prefeito Rodrigo Neves também informou que, em reunião com a Associação das Escolas de Samba de Niterói – entidade que reúne representantes de todas as agremiações da cidade – e seguindo a recomendação do Gabinete de Crise e do Comitê Científico, foi decidido, em conjunto, o adiamento do Carnaval na cidade em 2021.

“O adiamento do Carnaval em Niterói foi uma decisão tomada através do diálogo, em conjunto com os representantes do setor. Todas as atividades com aglomerações de pessoas, como shows, não podem ocorrer até que tenhamos a vacina contra o novo coronavírus, que já tirou a vida de milhares pessoas no Brasil e no mundo”, frisou o prefeito.


Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.