04
Ter, Ago

O objetivo do depósito teste é checar se todas as informações estão corretas para que o pagamento seja feito sem problemas no dia 5 de maio - Foto: Divulgação

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, destacou que segue aberto o cadastramento para o programa Niterói Supera, que vai oferecer crédito para capital de giro para profissionais liberais, micro e pequenas empresas sediadas no município.

“Basta entrar no site da Secretaria de Fazenda e se cadastrar no programa. A instituição bancária entrará em contato com o empresário, que deverá levar o recibo de inscrição no Niterói Supera para negociar as condições do empréstimo, que terá os juros pagos pela Prefeitura de Niterói, seis meses de carência e pagamento em até 36 vezes”, explicou Giovanna Victer.

A secretária de Fazenda contou que nesta quarta-feira foi feito um depósito teste na conta das empresas que se cadastraram no programa Empresa Cidadã, em que a prefeitura vai pagar, por três meses, até nove salários mínimos para quem tem até 19 funcionários. O objetivo do depósito teste é checar se todas as informações estão corretas para que o pagamento seja feito sem problemas no dia 5 de maio.

O prefeito Rodrigo Neves reiterou que o plano de apoio ao setor econômico da cidade vai ajudar a manter as empresas de Niterói de pé nesse período de isolamento social.

"Niterói está mostrando que não há contradição entre salvar vidas e auxiliar o setor econômico. Estamos desenvolvendo um plano inédito no Brasil para ajudar as empresas do município a superar esse momento difícil", afirmou o prefeito.
 
Boletim - Niterói chegou, nesta quarta-feira (29), a 346 casos confirmados de Covid-19 confirmados, com 103 pessoas em isolamento domiciliar em casa, acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde. Houve hoje o registro do 24º óbito. Há 52 pacientes com a Covid-19 internados em hospitais. A cidade contabiliza 130 pacientes recuperados.

 

Kits com leite, iogurtes, biscoitos e livros infantis estão sendo distribuídos para famílias com crianças na Engenhoca - Foto: Arquivo pessoal

A onda de solidariedade em busca de consolidar uma corrente de ajuda para as famílias em situação de vulnerabilidade social, durante a pandemia do novo coronavírus, continua ganhando força. Em Niterói, uma família e um grupo de amigos se uniram para arrecadar recursos para a compra de alimentos que toda criança gosta e precisa nos primeiros anos de vida: leite.

Também estão sendo arrecadados iogurtes e biscoitos, que estão sendo doados com livros infantis. Tudo é comprado através da arrecadação com a vaquinha on-line. Atualmente, o grupo já fez a entrega de 150 kits, que foram comprados através da renda obtida com um leilão virtual de roupas de luxo, organizada pela idealizadora da ação, a maquiadora Aloan Lopes.

"É um privilégio poder ir ao mercado e poder comprar esses itens que meus filhos gostam, mesmo sendo um adolescente e outro adulto. Isso me fez pensar na realidade do meu povo. A arrecadação começou com leilões virtuais, algumas pessoas que arrematavam as peças com vontade de ajudar ainda mais, insistiam em devolver. Eu fico até emocionada pelas pessoas abraçarem a causa".

A meta é conseguir montar mil kits para ajudar as famílias durante o período da pandemia, já que muitas estão com dificuldades financeiras. A maquiadora, que é moradora da cidade, ainda conta por que o bairro Engenhoca, na Região Norte de Niterói, foi o escolhido para receber as doações, inicialmente.

"Nasci e fui criada neste bairro e já que eu não posso fazer por muita gente, tenho que unir forças para ajudar quem está próximo e sei que precisa. A ajuda será para as famílias em situação de vulnerabilidade da localidade, fico feliz que a prefeitura tem ajudado tanto aqui. A minha esperança é que essa ação sirva para outras pessoas também tomarem iniciativas para ajudar outros bairros", diz.

Vaquinha - As contribuições podem ser realizadas no valor mínimo de R$ 25 pelo site vakinha.com.br com o título "Ajudar crianças carentes de Niterói" ou numeração 1013037.

Brechó virtual - O grupo também está organizando um brechó de roupas novas e semi-novas que serão vendidas através de perfil @aloanlopes no instagram. "As pessoas também poderão ajudar comprando deste brechó ou doando peças para montar o acervo", conta Aloan.

Caso aconteceu no bairro da Engenhoca, na Zona Norte - Foto: Divulgação/PMERJ

Dois entregadores de produtos de limpeza, que haviam sido sequestrados, foram libertados pela PM, na manhã desta quarta-feira (29), no bairro da Engenhoca, Zona Norte de Niterói. Nenhum deles teve ferimentos.

De acordo com o 12º BPM (Niterói), uma equipe foi informada sobre roubo que havia acontecido momentos antes, na Rua Coronel Leôncio, um dos acessos à comunidade Vila Ipiranga.

Quando chegaram ao local, os agentes foram recebidos a tiros e houve um breve confronto. Os bandidos fugiram e os dois trabalhadores, que estavam em um utilitário, modelo Fiat Fiorino, foram libertados pelos militares.

O caso será registrado pelas vítimas, em uma delegacia da região.

Prefeito pediu à Câmara de Vereadores a inclusão de motoristas de aplicativos no programa - Foto: Luciana Carneiro/ Prefeitura de Niterói

A segunda fase do Programa Renda Básica Temporária da Prefeitura da Niterói terá o depósito do benefício de R$ 500 realizado no período de 11 a 15 de maio. A recarga nos cartões pré-pagos que ocorrerá durante esses dias, irá ajudar famílias não inscritas no Cadastro Único, as famílias dos alunos da rede municipal de Educação, que fazem parte do público alvo desta fase do programa. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves, nesta quarta-feira (29), nas redes sociais.

Ainda nesta quarta-feira (29), a prefeitura de Niterói conseguiu antecipar o crédito que será efetuado este mês, para as famílias inscritas na primeiro fase do Renda Básica. Inicialmente, a ativação do cartão seria feita na quinta-feira (30). O auxílio será concedido, por três meses, para as famílias.

 A prefeitura também destacou que a ajuda chegará aos trabalhadores em bancas de jornais da cidade, até a próxima segunda-feira (4).

Ideia é atrair consumidores que não podem sair de casa, mas que querem dar presentes para as mães - Foto: Divulgação

Ainda bem distantes da possibilidade de voltarem a fazer feiras físicas, pequenos empreendedores viram na internet a saída para expor e vender seus produtos. Por isso, um grupo de 50 produtores de Niterói e do Rio vão se unir e fazer a segunda edição da Feira Online Retoke, de 1º a 3 de maio. Desta vez o foco será o Dia das Mães. A ideia é atrair consumidores que não podem sair de casa, mas que querem dar presentes. As entregas poderão ser feitas, inclusive, na casa da mãe do comprador.

A feira será composta de lives no perfil da Retoke, no Instagram, de 15 em 15 minutos, através das quais os expositores apresentam seus produtos e divulgam os links para as vendas. O frete é grátis para todos os produtos da feira.

Os itens à venda são os mais diversos nos segmentos de moda, beleza e gastronomia. Muitos são feitos artesanalmente, dentro da casa do empreendedor, como bijuterias e cachepôs. Além de roupas, biquínis, bolsas, cerveja, café, doces e outros produtos.

 

Beleza do bem

A marca niteroiense de semijoias e bijuterias, Sweet Acessórios, prepara um Dia das Mães especial para esse período de isolamento. A empreendedora Juliana Costa preparou um e-book com dicas de presentes para cada tipo de mãe e vai fazer entregas pessoalmente na cidade. Mas a melhor parte é que a marca vai doar 30% de toda venda da coleção Mães para a compra de cestas básicas da ONG Espaço Cultural da Grota.

Link do e-book https://contato.site/8b4193cefe/conteudo/diadasmaes

A data anterior terminava nesta quinta-feira, dia 30 de abril - Foto: Marcos de Paula / Divulgação

A Prefeitura de Niterói vai prorrogar o período de isolamento social na cidade até 15 de maio para deter o avanço da Covid-19 na cidade. De acordo com o prefeito Rodrigo Neves, a única exceção na quarentena é para serviços médicos.

“Niterói possui todas as condições territoriais, sociais e econômicas para viver uma tragédia causada pelo novo coronavírus: maior proporção de idosos do Estado, muitas famílias que viajaram ao exterior, e comunidades próximas a bairros de classe média e alta”, destaca Rodrigo. “Mas nós estamos vencendo essa batalha, graças à distribuição de 80 mil kits de limpeza e máscaras, sanitizações nas principais ruas e comunidades, e pelo empenho do niteroiense. Precisamos manter a disciplina e perseverança e diminuir a circulação de pessoas na cidade. Vamos prorrogar as medidas de isolamento social até 15 de maio e, neste momento, a única janela será para serviços médicos. Esses 15 dias serão determinantes para protegermos os nossos pais e nossos avós”.

O prefeito lembrou que constituiu um grupo de trabalho com Firjan, CDL, Sindilojas e outras associações comerciais para estudar a retomada gradual da atividade econômica em Niterói.

Renda Básica Temporária – O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, informou que a Prefeitura de Niterói vai incluir os jornaleiros entre os beneficiários do programa Renda Básica Temporária. Além disso, um projeto de lei enviado para a Câmara de Vereadores prevê o pagamento do auxílio também para motoristas de aplicativos residentes em Niterói. Os pagamentos deverão ser feitos na segunda quinzena de maio. O secretário lembrou ainda que os cartões do Renda Básica Temporária para famílias com filhos na rede municipal de ensino que não estão no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal serão entregues entre os dias 11 e 15 de maio.

“Estamos trabalhando na listagem de beneficiados e planejando a distribuição dos cartões, para que tudo seja feito de forma tranquila e organizada, sem aglomerações”, afirmou o secretário, que ressaltou ainda que o crédito da primeira parcela do auxílio para as cerca de 25 mil famílias beneficiadas na primeira fase do programa foi feito nesta quarta-feira (29).

Niterói Supera e Empresa Cidadã – A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, destacou que segue aberto o cadastramento para o programa Niterói Supera, que vai oferecer crédito para capital de giro para profissionais liberais, micro e pequenas empresas sediadas no município.

“Basta entrar no site da Secretaria de Fazenda e se cadastrar no programa. A instituição bancária entrará em contato com o empresário, que deverá levar o recibo de inscrição no Niterói Supera para negociar as condições do empréstimo, que terá os juros pagos pela Prefeitura de Niterói, seis meses de carência e pagamento em até 36 vezes”, explicou Giovanna Victer.

A secretária de Fazenda contou que nesta quarta-feira foi feito um depósito teste na conta das empresas que se cadastraram no programa Empresa Cidadã, em que a prefeitura vai pagar, por três meses, até nove salários mínimos para quem tem até 19 funcionários. O objetivo do depósito teste é checar se todas as informações estão corretas para que o pagamento seja feito sem problemas no dia 5 de maio.

O prefeito Rodrigo Neves reiterou que o plano de apoio ao setor econômico da cidade vai ajudar a manter as empresas de Niterói de pé nesse período de isolamento social.

"Niterói está mostrando que não há contradição entre salvar vidas e auxiliar o setor econômico. Estamos desenvolvendo um plano inédito no Brasil para ajudar as empresas do município a superar esse momento difícil", afirmou o prefeito.
 
Boletim - Niterói chegou, nesta quarta-feira (29), a 346 casos confirmados de Covid-19 confirmados, com 103 pessoas em isolamento domiciliar em casa, acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde. Houve hoje o registro do 24º óbito. Há 52 pacientes com a Covid-19 internados em hospitais. A cidade contabiliza 130 pacientes recuperados.

 

 

Espaço oferece 120 vagas para niteroienses que forem diagnosticados com sintomas leves de coronavírus por meio de teste rápido e não possam cumprir isolamento sem colocar a vida da família e da comunidade em risco - Foto: Berg Silva/Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói inaugurou, nessa quarta-feira (29), o primeiro centro de referência de quarentena do País. O Ciep Esther Botelho Orestes, no Cantagalo, já havia sido reformado pelo Município e foi adaptado para receber moradores de comunidades com sintomas leves que testarem positivo para covid-19 e não tiverem condições de cumprir o isolamento social sem colocar em risco pessoas que moram na mesma casa. A unidade possui 120 vagas e terá cerca de 80 profissionais das secretarias de Saúde e Assistência Social.

Segundo o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, essa medida está alinhada com outras ações feitas pela Prefeitura para deter o avanço da covid-19 na cidade, como a sanitização das principais ruas e comunidades, entrega de 80 mil kits de limpeza e a realização de testes rápidos, adquiridos com recursos municipais, para identificar as pessoas com o novo coronavírus.

“Estamos fazendo um esforço muito grande com várias medidas para evitar a propagação rápida do vírus na nossa cidade”, destaca Rodrigo. “Sabemos que muitas pessoas que vivem nas comunidades, se não tiverem o centro de referência de quarentena para fazer o seu isolamento social, mesmo tendo sintomas leves, vão contaminar toda a família e toda a comunidade, porque muitas vivem na mesma residência. O centro de referência de quarentena para covid-19 é um espaço de acolhimento, onde as pessoas terão todo acompanhamento e vão poder se curar, se recuperar. Ao fim do período de 14 dias, serão novamente testadas e, caso estejam curadas, poderão retornar para sua família e sua comunidade sem o risco de disseminar o vírus. Dessa forma a gente salva vidas e não sobrecarrega a rede de saúde, sobretudo as UTIs e os respiradores da cidade”, destacou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo de Oliveira, lembra que o vírus passa de uma pessoa para outra com muita facilidade e rapidez, por isso é importante a identificação do paciente infectado e seu isolamento imediato.

“O centro de referência foi articulado com a ampliação da testagem rápida que está sendo implantada pelo Programa Médico de Família nos postos de saúde”, explica o secretário. “As pessoas que têm sintomas leves, como uma coriza e uma tosse, poderão ser testadas após o oitavo dia de sintomas e, se for confirmada a covid-19, seguiremos todos os protocolos firmados com a Fundação Oswaldo Cruz e a Universidade Federal Fluminense e as orientações para fazer o isolamento. Caso a equipe do Médico de Família identifique que não é possível fazer o isolamento na residência, a pessoa será convidada para o centro de referência de quarentena, que já pronto para receber a população”.

O secretário ainda ressalta que o os pacientes com sintomas leves não devem procurar os hospitais de referência, para que essas unidades possam prestar atendimentos aos casos mais graves. Quem tem sintomas leves deve procurar as unidades básicas de saúde ou do Programa Médico de Família do bairro.

Estrutura

O centro de referência de quarentena terá 120 leitos, divididos entre alojamento masculino, feminino e uma enfermaria para pacientes que precisam de mais cuidados. Todos os quartos possuem ar condicionado e armários para pertences pessoais. No local, há espaço de lazer, refeitório e uma ambulância do Samu que ficará de prontidão para levar os usuários até a Unidade de Urgência Mário Monteiro, em Piratininga.

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Flávia Mariano, destaca que o espaço tem uma equipe multidisciplinar que vai oferecer todo suporte necessário a todos que precisarem passar o período de quarentena no centro de referência.

“O trabalho é uma parceria entre as secretarias de Assistência e da Saúde e contará com assistentes sociais, psicólogos, educadores, técnicos de segurança do trabalho, enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos para dar todo o acolhimento possível para que os usuários do centro de quarentena. O espaço oferecerá seis refeições por dia (café da manhã, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia) que terão acompanhamento nutricional e foram pensadas para que a gente possa assegurar a segurança alimentar dessas pessoas”, informou Flávia.

Ciep Esther Botelho Orestes, no Cantagalo, terá leitos para pacientes com Covid-19 - Foto: Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói inaugurou, nesta quarta-feira (29), o primeiro centro de referência de quarentena do País. O Ciep Esther Botelho Orestes, no Cantagalo, já havia sido completamente reformado pelo Município e foi adaptado para receber moradores de comunidades com sintomas leves que testarem positivo para Covid-19 e não tiverem condições de cumprir o isolamento social sem colocar em risco pessoas que moram na mesma casa.

O centro de referência de quarentena terá 120 leitos, divididos entre alojamento masculino, feminino e uma enfermaria para pacientes que precisam de mais cuidados. Todos os quartos possuem ar condicionado e armários para pertences pessoais.

A unidade contará com enfermeiros, psicólogos, nutricionistas entre outros profissionais, além de alimentação, espaço de convivência e refeitório.

As pessoas que tiverem diagnóstico positivo para Covid-19 nos testes rápidos aplicados pela Prefeitura serão convidadas a fazer o isolamento no centro de referência. Após um período de 14 dias e avaliação de um profissional de saúde, elas poderão retornar para as suas casas e suas famílias, sem risco.

Diversas medidas contra a covid-19 foram aprovadas na sessão - Foto: Divulgação/Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Niterói aprovou, na noite de terça-feira (28), auxílio emergencial aos motoristas de transporte por aplicativo de passageiros no valor de R$ 500 durante três meses. Além disso, outros projetos e mensages relacionados ao combate aos efeitos da covid-19 também foram colocados em pauta.

No início da sessão o vereador Gallo (Cidadania) aprovou que a cada reunião seja feito um minuto de silêncio em memória às vítimas da doença. Também foi aprovado benefício emergencial de cesta básica para cidadãos do município de Niterói, considerando as situações de emergência e vulnerabilidades temporárias decorrentes da pandemia.

Além disso, foi aprovada a alteraçao do prazo de requerimento de licença sanitária inicial, como sua revalidação.

Já são 346 casos confirmados de coronavírus no município - Foto: Douglas Macedo

Perseverante na briga contra o novo coronavírus, a cidade de Niterói atingiu no boletim atualizado nesta segunda-feira (27) pela prefeitura 346 casos de Covid-19 confirmados em moradores da cidade. Na nova atualização, o município contabilizou ainda mais 4 casos fatais da doença, chegando a um total de 24 (20).  

Dos pacientes confirmados com a covid-19, 140 estão em isolamento domiciliar e sendo acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde, 52 se encontram hospitalizados e 130 recuperados. Vale ressaltar que o município segue firme no isolamento social que foi prorrogado pelo executivo até o dia 15 de maio, quando será feita uma nova avaliação.

Em mais uma de suas lives diárias pelo Facebook oficial da Prefeitura de Niterói, o prefeito Rodrigo Neves ainda lembrou a população que os casos confirmados devem aumentar ainda mais nos próximos dias por conta do programa de testagem massiva em moradores de Niterói, que vão ser iniciados na próxima sexta-feira (1). Com isso o município terá uma proporção de testes em relação a habitantes superior a cidades de países desenvolvidos. Será em média um teste para cada dez pessoas.

O prefeito aproveitou o momento para agradecer a todos que aplaudiram na noite de terça-feira em suas janelas e varandas à todos os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate ao coronavírus. Para fechar, Rodrigo reforçou a importância da perseverança dos cidadãos na quarentena, garantindo que cidade já está vencendo a luta contra a doença

Niterói está entre os municípios mais atingidos - Foto: Rafael Wallace / Divulgação

 Por conta das medidas de isolamento social devido ao coronavírus, muitas crianças e jovens voltaram a praticar atividades muito comuns nos tempos de férias escolares, como soltar pipa. Contudo, a prática tem aumentado significativamente o número de incidências na rede elétrica em algumas regiões do estado, segundo a Enel. Os dados coletados de janeiro a meados de abril de 2020 mostram que, entre as áreas mais afetadas, estão a cidade de Niterói, municípios da região Serrana, Norte e Sul estado.

Em Niterói, o aumento foi cerca de oito vezes em relação ao mesmo período do ano anterior. Enquanto, em 2019, a Enel identificou 1.382 clientes impactados, entre janeiro e abril de 2020, foram 8.094.

“No momento em que a recomendação das autoridades é que a população que pode evite sair de suas casas, precisamos minimizar os impactos na rede para que, quem está em cumprindo o distanciamento social, não seja prejudicado. Além disso, quem solta pipa perto da rede elétrica, se expõe a um sério risco de acidente”, enfatiza Artur Tavares, presidente da Enel Distribuição Rio.

A companhia reforça que contato de pipas com a rede elétrica pode ser uma combinação perigosa. Quando não se leva em consideração a segurança, a brincadeira pode provocar acidentes graves e ocasionar danos à rede, prejudicando diretamente o fornecimento de energia. Nesses casos, equipes da distribuidora são mobilizadas para realizar os reparos necessários e substituir parte dos fios para restabelecer o serviço.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.