10
Sex, Jul

Aulas também seguem suspensas até o fim de julho. Comércio de rua poderá abrir de 8h às 20h aos sábados. Cidade ultrapassa 4 mil recuperados da Covid-19 - Foto: Marcelo Feitosa

A Prefeitura de Niterói vai prorrogar as medidas de restrição de circulação na cidade até 31 de julho. O anúncio foi feito prefeito Rodrigo Neves em pronunciamento nas redes sociais nesta sexta-feira (26). Também foi anunciado que será publicado no Diário Oficial deste sábado (27) um decreto que mantém a suspensão das aulas até o dia 31 de julho. Motoristas de aplicativos e taxistas de municípios limítrofes continuam impedidos de circular na cidade até 31 de julho.  

O comércio de rua de Niterói, que reabriu no último dia 22, quando a cidade entrou no estágio amarelo nível 2, poderá ampliar seu horário de funcionamento aos sábados. Com isso, as lojas que têm permissão para funcionar poderão abrir de segunda a sexta-feira, de meio-dia às 20 horas, e aos sábados, de 8h às 20 horas.

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, ao longo do mês de julho será feita uma avaliação do ciclo da epidemia em Niterói para que a volta às aulas só aconteça de uma forma que não coloque em risco a saúde das crianças.

“Esses ajustes são feitos com base nas análises e avaliações do nosso Conselho Científico que, está assessorando a Prefeitura de Niterói nas medidas que estão sendo tomadas nesses últimos 100 dias de guerra contra o coronavírus. Quando iniciamos o Plano de Transição Gradual para um Novo Normal, no dia 21 de maio, muitos achavam que nós teríamos uma segunda onda de casos. É claro que isso não está descartado, ainda pode acontecer, mas as nossas decisões, sempre baseadas na ciência e em um planejamento sério, têm dado certo”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves.

O decreto trará, ainda, uma alteração no que diz respeito à regra que estabelece que crianças até 12 anos não podem acompanhar os pais em supermercados durante o período da pandemia coronavírus. Neste caso, esta determinação passa a ser uma recomendação para os pais e responsáveis.

O prefeito Rodrigo Neves informou também que hoje foi rodada novamente a métrica do plano, que leva em conta, entre outros indicadores, a taxa de transmissão, taxa de letalidade, adesão ao distanciamento social, taxa de recuperados, taxa de ocupação de leitos e capacidade da abertura de novos leitos.

“Niterói atingiu o índice 7.6 e é preciso atingir a nota 5 para atingir o estágio Amarelo 1, que esperamos atingir nos próximos 10 dias, se continuarmos evoluindo. Niterói tem hoje a menor taxa de letalidade da Região Metropolitana e também o melhor índice de adesão ao isolamento social da Região Metropolitana.  E isso sobretudo graças à participação e conscientização de cada niteroiense no engajamento às medidas de proteção e protocolos sanitários”, declarou o prefeito.

Nessa nova fase do plano de transição para o novo normal não houve aumento da procura por unidades de saúde. Esta semana, segundo a Fundação Municipal de Saúde (FMS), o número de atendimentos nos hospitais permaneceu com a mesma média de procura da semana anterior, assim como internações.

 As unidades da Atenção Básica continuaram realizando os atendimentos prioritários, como já estavam fazendo e, com o retorno de outras atividades, foi criado um plano para auxiliar a organização dos atendimentos, como tempo das consultas de acordo com a classificação da cidade pelas bandeiras de sinalização, taxa de ocupação da unidade compatível com a sinalização das bandeiras, normas para limpeza e utilização dos espaços.

 Segundo o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, com a melhora dos indicadores foi possível abrir novas atividade, porém o monitoramento continua e é importante manter as medidas de prevenção contra a Covid-19, como uso de máscaras, higienização das mãos e evitar aglomeração.

“O Plano de Transição para o Novo Normal prevê a análise sistemática de 12 indicadores que levam em consideração a situação da epidemia e da circulação do vírus na cidade e também a capacidade de atendimento da rede hospitalar. Com a melhora desses indicadores, foi possível passar para fase amarelo 2, onde retomamos algumas atividades nesta semana, mas sempre com muita segurança. Seguimos monitorando esses indicadores para organização do novo normal”, explica o secretário.

Boletim – De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (26), Niterói tem 4.857 casos confirmados de Covid-19, com 523 em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. A cidade registra 192 óbitos e tem 4.027 pacientes recuperados.  

 

O número de óbitos chegou a 192 - Foto: Douglas Macedo/Prefeitura de Niterói

Niterói registra 4.857 casos confirmados da covid-19, segundo o boletim atualizado divulgado nesta sexta-feira (26), com 105 casos a mais que a última quinta-feira (25). A cidade também contabiliza 4.027 pacientes recuperados da doença.

Dentre esses, 115 se encontram hospitalizados e 523 estão em isolamento domiciliar, com acompanhamento diário da Secretaria de Saúde de Niterói. O número de óbitos chegou a 192 nesta sexta.

Segundo o prefeito da cidade Rodrigo Neves, somente cerca de 30% dos leitos, públicos e privados, voltados para pacientes com covid estão ocupados. Vale ressaltar que, entre os confirmados, 80% dos casos de contaminação são com pessoas abaixo dos 60 anos.

A Prefeitura de Niterói ainda não informou se a programação será cancelada ou adiada - Divulgação

A tela de projeção de 210 metros quadrados do Niterói Cine Drive-in no Caminho Niemeyer, no Centro de Niterói, rasgou por conta da forte ventania que atingiu a cidade, na manhã desta sexta-feira (26). As sessões programadas para esta sexta, sábado e domingo foram adiadas para o próximo fim de semana.

Por volta de 5h30, a Defesa Civil de Niterói emitiu alerta de previsão de rajadas de vento.

O projeto é uma parceria Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria Municipal das Culturas / Fundação de Arte (FAN), da NELTUR e da Coordenadoria Geral de Eventos, com o grupo Planet, que cuida dos filmes que serão exibidos e do som para os espectadores.

O espaço tem capacidade para abrigar até 110 automóveis simultaneamente, com até duas pessoas para cada sessão adulta e até quatro pessoas (sendo duas crianças a partir dos 12 anos) nas sessões infantis.

O Niterói Cine Drive-in surgiu com a proposta de dar uma nova opção de lazer e entretenimento aos niteroienses num momento em que a exibição de filmes nos cinemas tradicionais ainda não foi liberada.

Na última quarta-feira (24), aconteceu a pré-estreia do evento, apenas para convidados, com o filme "Minha Mãe é uma Peça 3", do artista niteroiense Paulo Gustavo. O mesmo filme foi exibido na noite da quinta-feira (25) para as pessoas que adquiriram os ingressos, que já estão todos esgotados. Nesta sexta-feira (26), a programação conta com a exibição do filme "Nasce uma estrela", às 20h.

Previsão do tempo

Uma frente fria se aproxima do estado do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (26). A nebulosidade aumenta, mas o sol aparece durante toda a manhã. Há previsão de pancadas de chuva na parte da noite.

Em Niterói, a temperatura deve variar entre mínima de 18 graus e máxima de 26 graus.

 

Veículo percorrerá os bairros da cidade para fazer castrações e também funcionar como serviço de educação sobre proteção animal - Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

Com o objetivo de ampliar o trabalho e as políticas públicas de proteção animal, a Prefeitura de Niterói lança em agosto o Castramóvel, que é um caminhão que percorrerá os bairros realizando a castração de animais domésticos. O veículo terá quatro salas: de preparação, pré e pós cirurgia e sala de cirurgia. Inicialmente, a unidade terá uma autonomia para até 100 cirurgias por mês.

O Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos (CCPAD), órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, que completa três anos em julho, já realizou em torno de 4000 castrações de cães e gatos de moradores da cidade.

“Com esse trabalho, já diminuímos não só o abandono de crias de animais, mas também ajudamos na saúde dos animais que passam por esse procedimento cirúrgico. Temos também um projeto em andamento para instalação de uma unidade de castração no Parque Rural do Engenho do Mato e estudos para implantação de containers em alguns pontos da cidade”, explica Eurico Toledo, secretário de Meio Ambiente de Niterói. “Vale ressaltar que a cidade ainda conta com uma Unidade de Castração situada em Icaraí, que é administrada pelo Controle de Zoonoses da Prefeitura”, completa o secretário.

A Secretaria de Meio Ambiente informa que já existe um mapeamento com números de castrações realizadas em cada bairro da cidade. Esses dados serão utilizados para preparar a programação do veículo por toda a cidade.

Quando o Castramóvel estiver em funcionamento, ele ficará 15 dias na mesma localidade, somente atendendo moradores da região, com isso evitando o deslocamento das pessoas que precisam castrar seus animais e não têm condições de levar os animais até os centros fixos de castração. Também será dada prioridade a locais mais carentes.

"Estaremos embasados em estudos e sempre seguindo as legislações sobre o tema”, explica o secretário Eurico Toledo.

Além do trabalho de controle populacional através das castrações, o veículo será também uma unidade de educação sobre proteção animal. Serão distribuídos cartilhas e folhetos sobre o tema nos bairros onde o veículo estiver. A educação somada a castração são os eixos principais para um desenvolvimento de políticas públicas solidas de proteção animal. Já foram distribuídas mais de 10 mil cartilhas nas escolas municipais.

Segundo Marcelo Pereira, coordenador do CCPAD, o Castramóvel irá atender as regiões mais carentes da cidade conseguindo a lei federal 13.426/2017, que incentiva esse tipo de prática como a própria proteção animal e controle de crias.

“Com esse controle teremos a possibilidade de reduzir significativamente o abandono de animais. Serão quatro veterinários, uma anestesista e ajudantes. Também não deixaremos de fazer as campanhas de adoção que realizamos habitualmente”, afirma o coordenador.  

Caso aconteceu no bairro de Icaraí, em Niterói - Foto: Reprodução de Vídeo

Guardas municipais foram flagrados jogando spray de pimenta no rosto de um vendedor ambulante, durante abordagem nesta quinta-feira (25), no bairro de Icaraí, Zona Sul de Niterói. A ação foi filmada e o vídeo circula por meio das redes sociais.

Segundo a Prefeitura de Niterói, os ambulantes ainda não possuem autorização para voltar ao trabalho nas ruas. Os profissionais cadastrados na cidade estão recebendo um auxílio emergencial de R$ 500 por mês.

No entanto, um homem, que possui deficiência física, que compromete sua mobilidade, estava vendendo panos de chão, na Rua Coronel Moreira César. Ainda assim, para reprimir o rapaz, os guardas utilizaram spray de pimenta. Pessoas que testemunharam a cena demonstraram indignação.

“Olha só, olha isso. Que absurdo, covardia”, disse uma mulher, que passava pelo local.

Por meio de nota, a Secretaria de Ordem Pública da cidade afirmou que condena quaisquer ações de violência e tais atitudes não condizem com o treinamento recebido pelos agentes da Guarda Municipal. A GM determinou abertura imediata de investigação pela Corregedoria para apurar o caso e definir as providências a serem tomadas.

Outro caso - Na quarta-feira (24), outro ambulante também se desentendeu com guardas municipais. O vendedor, que é imigrante senegalês, vendia máscaras no Centro da cidade quando foi abordado por cerca de 10 guardas. Ele alega ter sido agredido e precisou de atendimento médico.

Telão foi rasgado ao ser atingido por uma rajada de vento - Foto: Divulgação

As sessões do Cine Drive-In de Niterói programadas para esta sexta-feira (26), sábado (27) e domingo (28) foram adiadas. Na manhã desta sexta, uma rajada de vento que atingiu o município rasgou o telão de 210 metros, que fica no Caminho Niemeyer, no Centro. Segundo a Prefeitura de Niterói, há previsão de uma frente fria neste fim de semana, o que impossibilita a realização do evento.

A suspensão da sessões foi uma orientação da Defesa Civil do município, que emitiu um alerta na manhã desta sexta sobre a possibilidade de ventos fortes no fim de semana.

De acordo com a Prefeitura, as sessões marcadas para esses três dias serão realizadas no próximo fim de semana. As entradas valem, automaticamente, para sexta (3), sábado (4) e domingo (5). Os filmes e horários permanecerão os mesmos.

Quem desejar o ressarcimento do valor doado para assistir aos filmes deverá solicitar a devolução por meio do canal Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Reeleito, Marcelinho Calil afirma que a tônica da administração da escola continuará a mesma. Helio José de Souza Nunes assume a vice-presidência - Foto: Divulgação/Leandro Lucas

Em Assembleia Geral Ordinária, a Unidos do Viradouro elegeu na quinta-feira (25), a diretoria que comandará a escola para o próximo triênio. Marcelinho Calil, que assumiu o comando da escola em abril de 2017, permanece no posto. Helio José de Souza Nunes, que integrava o Conselho Deliberativo, assume a vice-presidência. Como só houve inscrição de uma chapa, a eleição se deu por aclamação.

Reeleito, Marcelinho Calil afirma que a tônica da administração da escola continuará a mesma.

"Há três anos, a gente chegou e encontrou uma situação delicada. Em pouco tempo, a gente conseguiu honrar toda a tradição e o tamanho da Viradouro. Vamos continuar, com muito amor e com muito trabalho, buscando manter a escola em um nível alto na competição, almejando sempre as primeiras colocações. Paralelamente a isso, também vamos continuar, com pé no chão, atuando com esse sentimento de respeito e de carinho com a comunidade e com a instituição, tentando fortalecer a Viradouro como uma referência cultural e social", afirmou.

A posse da nova diretoria aconteceu assim que foi concluída a assembleia.

Transporte rodoviário será alternativa - Foto: Henrique Freire/Governo do Estado

A grade das Barcas, na linha Praça XV - Praça Araribóia, terá nova grade a partir deste sábado (27). Em dias úteis, fins de semana e feriados, a última viagem do dia no sentido Niterói-Rio será às 20h30, e a última viagem no sentido Rio-Niterói, às 21h. A mudança está prevista no Decreto 47.128/2020 do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Para evitar aglomeração no interior das estações e nos barcos, as roletas estão programadas para que o número de passagens disponibilizadas seja exatamente igual ao número de assentos da embarcação da vez. Vale ressaltar que a linha Charitas permanece sem operação.

As alterações serão mantidas apenas enquanto estiverem vigentes as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, sendo garantido aos passageiros o atendimento pelo modo rodoviário, uma vez que os ônibus da linha 100 realizarão viagens, das 21h30 à meia-noite, partindo dos terminais João Goulart, em Niterói (sentido Centro do Rio), e Menezes Côrtes, no Rio (em direção ao Centro de Niterói).

Veja a nova grade:

 

Projeto de Lei estipula prazo máximo de quatro anos para os vínculos - Foto: Divulgação

O prazo máximo para o contrato de agentes civis do programa Niterói Presente poderá ser ampliado. Atualmente, os vínculos, que possuem caráter temporário, tem limite previsto de até três anos de duração, de acordo com a Lei Municipal 3378/2018, expirando em novembro deste ano.

De acordo com Projeto de Lei (PL), apresentado pelo vereador Bruno Lessa (DEM), o contrato dos agentes passaria a ter prazo máximo de 4 anos. Desse modo, segundo o PL, a renovação dos servidores temporários evitariam gastos com capacitação e contratação de novos homens para a atividade que já vem sendo desempenhada de forma satisfatória.

"O objetivo é dar continuidade a um programa que é muito positivo e deve ser ampliado. A norma municipal que rege a contratação dos agentes versa sobre contrato temporário, eles não são estatutários do município e o limite encerra este ano. A gente está propondo alteração para que a norma passe a ter um prazo maior e os contratos sejam prorrogados", disse o vereador.

O projeto ainda prevê uma eventual dificuldade na contratação e capacitação de novos profissionais no cenário atual, levando em conta a pandemia da covid-19. Segundo o PL, os contratos se encerram em novembro e novas contratações não podem ocorrer devido às medidas sanitárias adotadas para evitar a proliferação do coronavírus.

Lessa ainda manifestou a intenção de que todos os vereadores assinem o projeto, que passaria a ser de toda a Câmara. O vereador chamou atenção para a importância que o Niterói Presente possui para a redução dos índices de criminalidade na cidade. Ele também espera que a votação possa ocorrer em breve.

"Apresentei esse PL porque a gente sempre fica em cima de questões de prazo. Essa é uma questão muito importante e tenho falado com colegas vereadores para que seja um projeto de toda a casa e todos possam assinar. O Niterói Presente deve ser um programa de estado e não um programa de governo. Espero que a gente vote tão logo", concluiu.

Procurada, a Prefeitura de Niterói afirma que os agentes civis foram contratados por processo seletivo simplificado realizado em 2017. Tais agentes foram sendo chamados durante a vigência do processo seletivo, que teve validade de dois anos. Por força de lei, cada agente só pode ter o contrato renovado por duas vezes, totalizando, no máximo, três anos de serviço temporário.

No final de novembro de 2020, cerca de 30 agentes civis, de um total de 220 existentes, serão dispensados. Para suprir essa redução temporária, que representa cerca de 10 agentes civis por dia, foi aumentado em 100 postos diários o número de policiais militares contratados diariamente pelo Proeis para o Niterói Presente.

O Gabinete de Gestão Integrada de Segurança de Niterói informa ainda que, em janeiro de 2021, será iniciado um novo processo seletivo simplificado para renovação do efetivo temporário de agentes civis.

Criminalidade 

A Prefeitura de Niterói afirmou, nesta semana, que os índices de criminalidade na cidade mantiveram tendência de queda. De acordo com índices divulgados, na terça-feira (22), pelo Instituto Público de Segurança (ISP), o indicador de letalidade violenta registrou um recuo de 47,79% se comparado ao acumulado entre janeiro e maio de 2019. Com relação à roubo de rua, a variação neste mesmo período foi de 52% no geral e 70,97% no indicador roubo de veículos.

Segundo o Município, os agentes do Niterói Presente atuam, atualmente, nos bairros do Barreto, Icaraí, Santa Rosa, Centro, Fonseca, Charitas, São Francisco e Jurujuba, com uma média de 488 agentes nas ruas. O programa é um convênio com o Governo do Estado.

Rosângela de Oliveira Pinto e Elias Santos da Silva caíram de um prédio, na madrugada desta sexta-feira - Foto: Colaboração/Cyro Neves/Rádio Tupi

A Polícia Civil afirma que a principal linha de investigação, para a morte do casal que caiu de um prédio em Icaraí, Zona Sul de Niterói, é de feminicídio seguido de suicídio. O crime aconteceu no começo da madrugada desta sexta-feira (26), e causou espanto em moradores da localidade.

O caso aconteceu por volta de 0h30, quando a Polícia Militar foi acionada para verificar possível suicídio. De acordo com o 12º BPM (Niterói), a equipe, quando chegou ao local, encontrou os corpos de Rosângela de Oliveira Pinto, de 53 anos, e Elias Santos da Silva, de 51 anos.

O batalhão também informou que, segundo informações de moradores, os mesmos seriam um casal e que, durante uma briga, Elias teria empurrado Rosângela do prédio e logo após se suicidou. O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou as mortes. Na sequência, a Polícia Civil realizou a perícia.

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), que registrou a ocorrência, foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte. Foi realizada perícia no local e outras diligências estão em andamento para esclarecer o caso. A unidade aguarda ainda o laudo do exame de necropsia com as causas das mortes.

Até o momento a principal linha de investigação é de feminicídio seguido de suicídio, mas nenhuma hipótese é descartada ainda. A PM informou que foi acautelado pela equipe da DHNSG os aparelhos celulares das vítimas e um cordão de ouro.

Na pauta foram abordados os projetos do IACS, do Cinema Icaraí e um programa de pesquisa e desenvolvimento a partir de um processo seletivo de 78 trabalhos relacionados ao plano estratégico de Niterói - Foto: Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, se reuniu na tarde desta quinta-feira (25), com o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, para tratar da retomada de três projetos desenvolvidos em parceria entre o Município e a instituição: a obra de reforma do Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS), o projeto do Cinema Icaraí e um amplo programa de pesquisa e desenvolvimento a partir de um processo seletivo de 78 projetos relacionados ao plano estratégico de Niterói.

O prefeito Rodrigo Neves destacou que é preciso manter o foco no controle da pandemia, mas também retomar as atividades dentro do conceito do novo normal.

“São projetos de investimentos expressivos, que são importantes para a UFF, para a Prefeitura, mas, sobretudo, são importantes para Niterói e para o desenvolvimento e futuro da cidade”, enfatizou o prefeito. “Estamos enfrentando a maior crise da história da nossa geração e é muito importante que a universidade e a prefeitura estejam juntas, enfrentando esses cenários adversos. Essa cooperação tem um efeito multiplicador positivo extraordinário”, reforçou.

Para o reitor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, esta parceria para a UFF é fundamental uma vez que representa a universidade se colocando a serviço dos cidadãos de Niterói.

“Isso só é possível pela visão estratégica da gestão do prefeito, que acredita que a ciência é um instrumento importante de desenvolvimento social e econômico. Nós ficamos muito orgulhosos de poder ter essa parceria com a Prefeitura que, além de seu próprio mandato pensa na cidade, nas pessoas, nos projetos estratégicos como o IACS e o cinema Icaraí, que representam não só um ganho para a UFF, mas também para ajudar o município a manter sua liderança em economia criativa, elemento importante de recuperação econômica no pós-crise com o novo normal”, disse o reitor.

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, reforçou a importância desta parceria para o desenvolvimento da cidade.

“Esse encontro revela que a parceria entre a Prefeitura de Niterói e a Universidade Federal Fluminense continua forte, mesmo em um momento de grandes despesas por conta da pandemia. É uma união estratégica para a cidade e vai seguir avançando", afirmou a secretária.

A secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, também destacou o papel destas iniciativas para a cidade por meio desta parceria com a UFF, uma das maiores universidades federais do país.

“A parceria entre o poder público e a universidade é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e cultural da cidade, e essa premissa é ainda mais relevante em Niterói pela importância e papel desempenhado pela UFF. Por isso, construímos uma parceria abrangente, alinhada aos objetivos definidos no planejamento estratégico de Niterói e que compreende o lugar estratégico do IACS como motor de produção cultural e audiovisual da cidade”.

A diretora do IACS, professora Flávia Clemente de Souza, lembrou que o instituto foi fundado em 1968 e tem grande representatividade para a cidade tendo formado várias gerações.

“Neste momento, contamos com a Prefeitura como grande parceria para realizar um sonho de mais de 30 anos. A retomada das obras é de fundamental importância para a comunidade. É muito importante ter um gestor à frente da Prefeitura que entenda o valor da educação não só como processo formal, mas como processo de transformação social. E, mesmo neste momento tão complexo, não foi deixado de lado a importância de investir neste tipo de iniciativa. É um projeto realmente necessário do ponto de vista da infraestrutura e o que trazemos de contribuição é colocar de volta para a cidade todo esse capital em áreas do futuro como audiovisual, cinema e comunicação, que são importantes para o futuro de todos”, destacou.      

IACS – O projeto do novo prédio, elaborado pela comunidade do IACS, foi mantido para a construção de onze edifícios interligados com bibliotecas, laboratórios, salas de aulas e espaço de convivência. No bloco que será construído ficarão abrigados os cursos de Graduação em Arquivologia, Artes, Biblioteconomia e Documentação, Cinema e Audiovisual, Comunicação Social, Estudos de Mídia, Jornalismo, Produção Cultural, e de Pós-Graduação em Ciências da Informação, Cinema e Audiovisual, Comunicação, Cultura e Territorialidades, Mídia e Cotidiano e Estudos Contemporâneos das Artes.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.