25
Dom, Out

João Pedro: policial muda versão e entrega nova arma usada em operação

Adolescente de 14 anos morreu após ser baleado, no dia 18 de maio - Foto: Arquivo/Marcelo Feitosa

São Gonçalo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Policiais Civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), que participaram da operação no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, que resultou na morte do adolescente João Pedro Matos Pinto, no dia 18 de maio, prestaram novo depoimento à Delegacia de Homicídios (DH) de Niterói, neste sábado (30).

Um dos agentes mudou a versão em relação ao primeiro depoimento, e afirmou ter feito mais disparos durante preseguição a criminosos, que usavam a casa onde o jovem estava como rota de fuga. Testemunhas afirmaram que os criminosos também fizeram disparos contra os agentes.

Além disso, o policial entregou á DH um novo fuzil calibre 5.56, utilizado na ação. Segundo a polícia, a bala que atingiu João Pedro na região das costas é deste calibre. Na próxima semana, familiares da vítima serão ouvidos pelo Ministério Público (MPRJ), seguindo orientação da Defensoria Pública, que presta assistência jurídica à família.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.