Crianças vencem o Coronavírus em São Gonçalo

As crianças estavam internadas no Pronto Socorro de São Gonçalo - Foto: Divulgação

São Gonçalo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A pequena Pietra Rodrigues Curitiba, de apenas dois aninhos, recebeu alta do Pronto Socorro Infantil de São Gonçalo na tarde deste domingo (31), após ficar internada por três dias devido ao Coronavírus. No mesmo dia, o pequeno Kauã, de oito anos, morador de Maricá, também deixou a unidade após uma semana internado no recém aberto Centro de Terapia Intensiva (CTI).

A mãe da menina, Sabrina Curitiba, procurou a unidade no dia 25 de maio. Bastante nervosa, aguardou a filha na consulta médica e nos resultados dos exames, que confirmaram a presença da doença na pequena Pietra.

"Saímos do consultório médico direto para a internação. Um dia parecia uma eternidade. Um dia parecia ter 365 dias. Um desespero. Toda hora vinham verificar a oxigenação da minha filha, a temperatura. Recebemos todos os cuidados aqui. Só tenho a agradecer a Deus e a todos os profissionais do Pronto Socorro", garantiu.

Há uma semana o Pronto Socorro Infantil, no bairro Zé Garoto, ganhou oito leitos de CTI para pacientes com Coronavírus. No domingo também, o pequeno Kauã Moreira Santos, de oito anos, deixou a unidade após uma semana internado. Morador do município do Maricá, a mãe do pequeno garante que não encontrou assistência na cidade e veio direto para São Gonçalo.

"Nos fomos até a UPA de Inoã, mas não tinha estrutura para manter ele internado. Então resolvemos vir para São Gonçalo e aqui no Pronto Socorro Infantil ele foi direto para o CTI. Graças a Deus deu tudo certo e ele está bem", disse Letícia Moreira.