24
Qui, Set

As ações de desinfecção continuam sendo intensificadas em São Gonçalo

Sanitização foi feita em todos os setores do Hospital Municipal Luiz Palmier e o Pronto Socorro Infantil - Foto: Divulgação

São Gonçalo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Agentes de Controle de Endemias percorrem, diariamente, todos os bairros da cidade e unidades de saúde para proteger a população, assim como os pacientes, acompanhantes e funcionários contra o coronavírus. Na manhã desta terça-feira eles sanitizaram todos os setores do Hospital Municipal Luiz Palmier e o Pronto Socorro Infantil. 

Com aparelho costais, a equipe percorreu cada setor das unidades, enquanto os funcionários aguardavam no pátio o termino da sanitização. Paralelo ao trabalho dos agentes da prefeitura, soldados da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, em Niterói, estão reforçado o trabalho semanalmente nas unidades de saúde de São Gonçalo. 

Além dos equipamentos costais, a secretaria de Saúde também mantém 32 motos sanitizando diariamente ruas e avenidas da cidade. O produto utilizado é o mesmo dos chineses, o quartenário de amônia de 5ª geração diluído em glicerina vegetal. 

“A sanitização das ruas é extremamente importante para conter a doença no município e a proposta é que ele seja utilizado em área urbana. No Centro e no Alcântara daremos atenção especial por ser locais com grande concentração de pessoas. O quaternário tem a função desinfetante contra fungos, bactérias e vírus. A aplicação deste produto visa romper a cápsula do vírus e eliminar estes seres do ambiente”, explica o prefeito José Luiz Nanci.

De acordo com Adaly Fortunato, diretor da Vigilância Ambiental, as motos são monitoradas por GPS e acompanhadas em tempo real direto da base do órgão. A tecnologia permite que seja acompanhada a que velocidade a moto está circulando, o exato momento em que o produto começa a se liberado e a quantidade que é aplicada durante a operação.

“As motos têm duas velocidades. O deslocamento da base até o local da ação a velocidade máxima é de 60 quilômetros. Quando o produto começa a ser liberado, a velocidade é de 10 a 15 quilômetros para que todos os locais possam ser atendidos. Outra vantagem é que a cada 5 segundos nós acompanhamos as informações e podemos ver a eficácia da ação”, relata Adaly Fortunato.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.