20
Ter, Out

Manifestantes protestam contra o racismo em SG

Ato emergencial acontece em frente à Prefeitura de São Gonçalo, no Centro - Foto: Arquivo pessoal

São Gonçalo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na tarde desta sexta-feira (5), integrantes do movimento negro realizam um ato emergencial em frente à Prefeitura de São Gonçalo, no Centro. O protesto é mais um em meio aos que acontecem país a fora após episódios de racismo e mortes de inocentes pela polícia, como no caso do adolescente João Pedro, 14, morto durante uma operação no Complexo do Salgueiro, também em São Gonçalo. 

A concentração estava marcada para às 14h na praça Zé Garoto e teve início às 15h. O ato contou com cerca de 300 pessoas com cartazes e faixas escrito frases como "Vidas negras importam" e "chega de mortes pela nossa cor". Alguns manifestantes também fizeram uma homenagem aos meninos João Pedro e Miguel - morto após cair de um prédio de luxo em Recife. 

A estudante Mélanie Mozzer, 22, faz parte do movimento negro e destacou a importância do ato no atual contexto visto no Brasil e nos Estados Unidos.

"O contexto atual é muito angustiante. Sabemos que a cada 23 minutos morre um jovem preto fruto de um racismo estrutural no Brasil. Em 2020, estamos diante de uma pandemia e nem por isso eles deixaram de nos matar. É triste demais termos que fazer esse protesto em um momento como esse, mas não nos deixaram escolha. Por isso é tão importante nos movimentar porque não podemos ser silenciados, lutamos por justiça e precisamos dela agora", expôs.

E completa "Eu sempre vou em vários protestos e quando estou lá sinto que tenho forças pra mudar o que está acontecendo, olho pro lado e vejo meus semelhantes lutando junto e isso mostra que estou no caminho certo. Esse ato em específico tinham pouquíssimas pessoas porque estamos em pandemia e por isso os poucos que estavam lá precisavam gritar mais alto e nos unirmos mais, o que acabou tornando tudo muito forte e significativo", conta Mélanie.

O ato foi realizado Teve fim por volta das 17h da tarde e foi realizado de forma pacífica pelos manifestantes, não há registros de confusão. 

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.