São Gonçalo tem mais de 4 mil curados da covid-19

Frank Miller deixou o hospital sob aplausos - Foto: Divulgação

São Gonçalo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

São Gonçalo ultrapassou, neste final de semana, a marca dos 4 mil pacientes curados da covid-19 e que estavam internados em uma das unidades de referência no tratamento da doença na cidade. Entre os que deixaram o hospital estava Frank Miller, de 49 anos.

Acompanhado de parentes, ele deixou o Hospital Municipal Luiz Palmier, no Zé Garoto, sob aplausos de enfermeiros, médicos, psicólogos, assistentes sociais e maqueiros após três dias de internação.

"Só tenho a agradecer a Deus e a todos vocês. Muito obrigado por todo o atendimento. Que vocês sejam abençoados sempre", disse o paciente aos funcionários ao deixar o hospital.

A equipe multiprofissional do Hospital Luiz Palmier cuida hoje de 34 pacientes internados, sendo 15 no Centro de Tratamento Intensivo. A unidade, que pode ter até 100 leitos, recebeu na última sexta-feira (17) dois pacientes transferidos do Hospital de Campanha de São Gonçalo. Um deles não resistiu e foi a óbito neste domingo. O outro segue internado no CTI.

Paralelamente, o município conta ainda com o Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças, mais conhecido como Hospital das Freiras, no bairro de Lagoinha. A unidade hoje tem 13 pacientes internados, sendo sete no CTI.

O Hospital Franciscano, além dos leitos para internação, também presta serviços de consulta médica 24 horas por dia, com exames laboratoriais e de imagens e ainda teste rápido. A unidade vem atendendo cerca de 300 pessoas diariamente.

"Estou com febre e sem paladar. Graças a Deus vim aqui, passei pelo médico, fiz exames e fui medicado. Estou indo para casa agora ficar em isolamento social, mas tenho que voltar em dez dias. Este hospital é um adianto e está salvando muitas vidas", garantiu o mecânico Gilbert Carvalho, de 36 anos.