20
Ter, Out

Número de infectados chegou a 15.921 desde o início da pandemia - Foto: Divulgação

 

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou um óbito em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta sexta-feira (2), chegando a 690 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 15.921 casos confirmados, 14.050 curados, 53 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.128 em quarentena domiciliar, 690 óbitos confirmados e dois óbitos em investigação.

O prefeito caminhou pelas ruas do bairro Monjolos, onde conversou com moradores e comerciantes - Foto: Divulgação

A agenda de campanha do candidato à reeleição à Prefeitura de São Gonçalo, José Luiz Nanci (Cidadania), começou cedo nesta sexta-feira (02).  O prefeito caminhou pelas ruas do bairro Monjolos, onde conversou com moradores e comerciantes, ainda gravou programa eleitoral e a noite participou de reuniões com lideranças políticas.


Candidato pela Coligação “Melhor o Certo do que o Duvidoso”, que tem apoio ainda dos partidos MDB e PV, Nanci mostrou à população algumas das realizações que fez enquanto prefeito através de material gráfico.


"Nós erramos em não investir em comunicação.  As pessoas falam que não fizemos nada, mas estamos mostrando que fizemos muito apesar dos inúmeros problemas que encontramos quando assumimos a prefeitura.  Vamos fazer muito mais em um segundo governo porque agora a casa está arrumada, as finanças em dia" garantiu Nanci.
A dona de casa Marivalda Silva, de 56 anos, conversou com o prefeito e falou sobre o tratamento que recebeu no Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças, mais conhecido como Hospital das Freiras, em Lagoinha, quando contaminada pelo Coronavírus.


“Cheguei bem cansada, com febre e falta de ar. O médico na hora pediu a minha internação após confirmar a doença através dos exames. A população precisa disso: chegar ao hospital e encontrar o médico, os exames e os remédios no exato momento em que precisa”, disse a moradora, que hoje está entre os 15mil curados do Covid-19 em São Gonçalo.     

Centro de Convivência Socioambiental da Mata Atlântica fica localizado no bairro Maria Paula - Foto: Divulgação

Um novo espaço de lazer e contemplação do meio ambiente passa a fazer parte da agenda turística de São Gonçalo a partir deste domingo (4). Será aberto ao público, às 10h, o Centro de Convivência Socioambiental da Mata Atlântica, localizado na nova Área de Proteção Ambiental (APA) Estâncias de Pendotiba, em Maria Paula. Também será realizado o lançamento da segunda etapa de construção da Área de Soltura de Animais Selvagens (ASAS). No entorno dos equipamentos, os amantes da arte poderão observar a mais nova obra do renomado designer, ilustrador e grafiteiro, Marcelo Eco.

A Unidade de Conservação Municipal de Maria Paula foi criada pela Prefeitura em 2018 e possui área total de 93,1 hectares, com vegetação característica da Mata Atlântica. Os equipamentos construídos dentro da APA são oriundos de um Termo de Compromisso de Compensação Ambiental (TCCA) celebrado com uma empresa de engenharia, através de aplicação da Lei n° 713/2017.

"Temos avançado muito nas políticas públicas de proteção ambiental. Com a criação de novas APAs, investimos na minimização dos impactos das crescentes emergências climáticas que assolam o planeta, garantindo melhor qualidade de vida e bem-estar à população", explica o secretário municipal de Meio Ambiente, Thiago Pereira.

O subsecretário municipal de Meio Ambiente e biólogo, Glaucio Brandão, explica que a Área de Soltura de Animais Selvagens nasce para dar conta das lacunas históricas de apreensão, aclimatação e soltura de pequenos animais selvagens na cidade.

"A Universidade Federal Fluminense (UFF) assumirá, através de convênio, a coordenação técnica e operacional da ASAS, além de desenvolver pesquisas de extensão no que se refere aos aspectos relacionados ao ecossistema de Mata Atlântica da região", conta.

Além dos novos equipamentos voltados ao meio ambiente, os visitantes poderão acompanhar o primeiro trabalho de Marcelo Eco em um espaço público da cidade. O artista trouxe sua obra "Eco X Ego", que representa a ressignificação das relações humanas com o ecossistema a sua volta, através do respeito à coexistência. Eco é pioneiro dentro da arte urbana carioca e tem no currículo exposições em diversos países, como França, Espanha, Itália, Argentina, dentre outros.

A APA Estâncias de Pendotiba pode ser acessada ao final da Rua Rigel Pacca Corrêa, em Maria Paula. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.


Crescimento na gestão de áreas verdes

A APA de Maria Paula é uma das três novas Unidades de Conservação da Natureza (além da Área de Proteção Ambiental de Itaoca e da Área de Proteção Ambiental do Alto do Gaia) criadas nesta gestão, o que equivale a uma área total de 37,24 km², saindo de um patamar de apenas 10,13 km² de áreas protegidas até então. Fato histórico, já que, desde o ano de 2001 (com a criação do Parque Natural Municipal de São Gonçalo), e desde a criação da APA do Engenho Pequeno em 1991, nenhuma outra Unidade de Conservação da Natureza havia sido criada na cidade. São Gonçalo saiu do percentual de 4% de áreas de Unidade de Conservação, no ano de 2016, para o patamar de 19% de áreas abrangidas por Unidades de Conservação da Natureza no território municipal em 2020.

Os idosos tiveram aulas de ginástica e alongamento - Foto: Divulgação

Em homenagem ao Dia Internacional do Idoso, o Complexo de Assistência Social e Saúde para o Idoso, Mulher e Pessoa com Deficiência, localizado no bairro Jardim Catarina, realizou uma série de ações para comemorar a data. Nesta sexta-feira (02), os idosos tiveram aulas de ginástica e alongamento.

No local funciona o Centro Dia para o Idoso, o Centro de Referência e o Espaço Avançado de Atendimento à Saúde do Idoso. Diariamente são atendidos 136 usuários, respeitando o decreto de isolamento social. Com mais de 10 mil atendimentos desde a sua inauguração, em março de 2019, o espaço oferece à população diversos serviços e oficinas, além de atendimentos ligados à qualidade de vida e bem-estar.

O Centro de Referência funciona como ponte de atendimento em casos de violência, violação de direitos, assistência jurídica para idosos, mulheres e pessoas com deficiência. A equipe técnica especializada é formada por assistentes sociais, psicólogos e educadores sociais.

"O espaço é totalmente aberto à pessoa idosa, onde ela pode realizar atividades físicas e outros atendimentos ligados à qualidade de vida e bem-estar. Entre as atividades oferecidas estão oficinas de música, alongamento, ginástica natural, zumba, dança sênior e teatro. Para dar continuidade aos serviços, visando estimular a memória e o bem-estar do idoso, bem como o entretenimento, os técnicos trabalham com algumas atividades de vídeo via aplicativos online", explica a subsecretária de Saúde, Maria Auxilia Rodrigues.

O Espaço Avançado de Atendimento à Saúde do Idoso atende com serviços de geriatria, enfermagem gerontológica e fisioterapia, além de oficinas de estimulação cognitivas. O Centro de Referência fica na Rua Albino Imparato, 1501, Jardim Catarina (em frente à Lona Cultural).

Instituições entraram com pedido de tutela provisória no TJERJ - Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, aguarda decisão do Tribunal de Contas do Estado e do Ministério Público para realizar repasses as creches conveniadas com o município. Entretanto, as instituições, que estão sem aulas desde abril devido a pandemia do coronavírus, entraram com pedido de tutela provisória no TJERJ solicitando pagamento de repasse deste período. O pedido foi negado pela Justiça em sentença nesta terça-feira (29).


"As creches prestaram serviços ao município até meados de março, quando começou a pandemia do Covid-19. A prefeitura realizou o pagamento dos meses de fevereiro e março e as creches foram incluídas no programa do kit merenda", explicou o secretário de Educação, Mauricio Nascimento.


O procurador geral do município, Luiz Tubenchiak, assegurou também que não existe até o momento uma definição jurídica para o tema: “Não temos decisões judiciais uniformizadas sobre esta situação , sendo certo que a única decisão sobre o tema é o indeferimento de antecipação de tutela para pagamento, o que impede o pagamento de qualquer valor até que ao questão seja decidida pelo judiciário”.


Relembrando – Em abril de 2017, assim que assumiu a prefeitura, o prefeito José Luiz Nanci, pagou uma dívida de cerca de R$1,8 milhão deixada pela gestão anterior junto às creches conveniadas. A decisão foi acertada em reunião entre o Governo e o Ministério Público (MP).


"Algumas unidades chegaram a ficar até sete meses sem receber os recursos previstos para o ano letivo de 2016. O Ministério Público acompanhou a questão desde o início daquele ano e deu todo respaldo legal as decisões do governo", explicou o prefeito.


Em 2018, com o objetivo de ampliar o número de vagas, Nanci manteve encontro com representantes das creches que estavam com documentos pendentes. Na época, a secretaria de Educação havia feito um Chamamento Público, mas apenas 24 instituições apresentaram a documentação exigida.


"O nosso objetivo era habilitar todas as instituições e garantir o maior número de vagas possível para as crianças do município. A prefeitura sempre procurou agilizar o processo, mas sempre agindo com transparência, impessoalidade, moralidade e legalidade”, garantiu Nanci.

Número de casos confirmados chega a 15.818 - Foto: Alex Ramos

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou dois óbitos em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta quinta-feira (1), chegando a 689 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 15.818 casos confirmados, 13.894 curados, 59 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.176 em quarentena domiciliar, 689 óbitos confirmados e dois óbitos em investigação.

Número de óbitos desde o início da pandemia atinge 687 - Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou um óbito em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta quarta-feira (30), chegando a 687 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 15.678 casos confirmados, 13.750 curados, 56 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.184 em quarentena domiciliar, 687 óbitos confirmados e quatro óbitos em investigação.

Candidato à reeleição, ele também garantiu que dará continuidade as obras de infraestrutura na cidade - Foto: Divulgação

Depois de percorrer as unidades municipais de saúde como faz todos os dias, o prefeito de São Gonçalo e candidato à reeleição pela Coligação “Melhor o Certo do que o Duvidoso” apresentou algumas de suas propostas para um segundo governo aos moradores do bairro de Neves e Vila Lage durante caminhada na hora do almoço.

Nanci garantiu que dará continuidade as obras de infraestrutura na cidade, principalmente as que de pavimentação e saneamento básico. Ele lembrou que nos últimos três anos foram concluídos mais de 44 quilômetros de asfalto e outros 20 de concretagem de ruas, travessas e avenidas.

"Apesar de todos os problemas que encontramos na prefeitura quando assumimos o governo em 2017 fizemos e ainda estamos concluindo muitas obras de infraestrutura. Em muitos locais a população aguardava o fim da vala de esgoto correndo a céu aberto na sua porta há mais de 50 anos. Demos um fim nisso, garantindo melhor qualidade de vida as pessoas", garantiu Nanci.

A Usina de Asfalto da prefeitura produziu nos últimos três anos mais de 100 mil manilhas que também deram fim ao drama de muitos moradores. “Vamos continuar avançando com o nosso trabalho. Agora com a casa arrumada e as finanças em dia, podemos e vamos fazer muito mais”, disse o prefeito.

Itens como cervejas e refrigerantes foram levados pelos criminosos - Foto: Marcelo Feitosa

Uma carga de bebidas foi roubada, na manhã desta quarta-feira (30) na comunidade do Morro do Castro, no bairro Tenente Jardim, em São Gonçalo. Cerca de metade da carga, que tinha itens como cervejas e refrigerantes, foi subtraída.

Segundo informações da transportadora, o caminhão foi interceptado por criminosos armados. Os bandidos forçaram motorista e ajudante a transbordar as bebidas para outro veículo.

A empresa ainda irá contabilizar o prejuízo. O caso aconteceu por volta de 9h30. As vítimas foram libertadas sem ferimentos e o caminhão também foi liberado com o restante da carga que os criminosos não conseguiram levar.

O caso foi registrado pela 73ª DP (Neves). Até o fechamento desta matéria, os assaltantes não tinham sido encontrados.

O decreto foi publicado nesta quinta-feira (1) - Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal de São Gonçalo decidiu manter suspensas as aulas até o dia 31 de outubro do corrente ano. O decreto foi publicado nesta quinta-feira (1), no Diário Oficial Eletrônico do município, e abrange as unidades de ensino na cidade, públicas e particulares. O documento ressalta que este prazo pode ser revisto a qualquer momento. Neste período, as unidades de ensino municipais manterão seu funcionamento administrativo, realizando atendimento ao público no horário de 9h às 14h.

A medida, de forma excepcional, tem o único objetivo de resguardar o interesse da coletividade na prevenção do contágio e no combate da propagação da Covid-19, doença provocada pelo Coronavírus. Segundo o decreto, é preciso considerar a necessidade de proteção à saúde de alunos, professores e demais servidores.

O decreto considera que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco da doença e de outros agravos, e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação, na forma dos artigos 196 e 197 da Constituição da República.

De acordo com as vítimas, a policial alegou que estava próximo do horário do fim do seu plantão - Foto: Marcelo Feitosa

Uma delegada foi acusada de se recusar a registrar uma ocorrência de flagrante de furto na 73° DP (Neves). De acordo com as vítimas, a policial alegou que estava próximo do horário do fim do seu plantão, na madrugada de terça-feira (29).

Moradores de uma casa na Rua Abílio José de Mattos, no Porto da Pedra, em São Gonçalo, vinham desconfiando de sumiços de objetos na casa. Naquela madrugada, eles conseguiram flagrar o autor, o imobilizaram e acionaram a Polícia Militar.

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde chegaram por volta de 4h. No entanto, a delegada que estava de plantão se recusou a registrar o caso alegando que estaria próximo do fim do horário de seu plantão, e que seria feito pelo delegado que assumisse depois.

No entanto, o horário da policial se encerrava somente às 8h, quatro horas após a chegada dos denunciantes. Aguardando os trâmites da troca de plantão, as vítimas tiveram que aguardar cerca de 9h para fazer o registro.

Após o delegado seguinte chegar na distrital, o registro foi feito e o suspeito finalmente preso em flagrante. A família deixou a delegacia apenas por volta de 12h.

A Secretaria de Estado de Polícia Civil informa que o caso foi encaminhado para a Corregedoria Geral de Polícia Civil (CGPOL), onde será apurada a demora no atendimento da ocorrência.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.