20
Ter, Out

Candidato a prefeito realiza alinhamento estratégico e vice ganha as ruas de São Gonçalo - Foto: Divulgação

Capitão Nelson (Avante), candidato a prefeito de São Gonçalo, deu sequência a sua agenda eleitoral nesta terça-feira (29). Durante o dia, o prefeitável realizou alinhamento estratégico na sede de seu partido, mas foi muito bem representado nas ruas da cidade.

Isto porque o vice da chapa, Sergio de Oliveira Gevu, marcou presença nas vias gonçalenses. O candidato se reuniu com moradores na Quadra da Pepsi, na Rua TV. Graça, no Barro Vermelho. Na sequência, o vice seguiu na localidade, se encontrando com apoiadores e moradores, em um salão de festas.

“Campanha, geralmente, já tem agendas muito apertadas. No ano atípico que estamos vivendo, a correria aumenta ainda mais. Entretanto, sei que o nosso ideal para a nossa chapa foi bem representado nas ruas pelo Gevu, que integra a nossa visão de cidade e sabe, assim como eu, o que é necessário para transformar nossa cidade na São Gonçalo que queremos”, afirmou Capitão Nelson.

Quarta-feira – Excepcionalmente nesta quarta-feira (30), a agenda do Capitão Nelson será divulgada pela manhã.

Toda a agenda de campanha do prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, candidato à reeleição pelo Cidadania, foi cancelada por conta da tempestade - Foto: Divulgação

Toda a agenda de campanha do prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, candidato à reeleição pelo Cidadania, na manhã e tarde desta terça-feira (29) foi cancelada devido ao vendaval que atingiu a cidade durante a madrugada. O único compromisso mantido pelo candidato foi uma reunião no início da noite com lideranças políticas no bairro Zé Garoto. 


Por volta das 4h da manhã, Nanci começou a receber as primeiras informações da Defesa Civil da cidade. Os estragos maiores haviam sido registrados nas regiões do Gradim, Porto Novo, Porto Velho, Patronato, Paraíso e Porto da Pedra.


Além de muitas casas destelhadas, moradores acionaram o órgão para informar queda de árvores. No total foram quase 80 ocorrências até as primeiras horas do dia. Homens e máquinas do departamento de Parques e Jardins, dos setores de limpeza urbana e infraestrutura, guarda municipal e Enel começaram cedo a desobstruir ruas e avenidas.
Todo o trabalho foi acompanhado pelo prefeito José Luiz Nanci após deixar o Centro de Comando da Defesa Civil, no bairro Boa Vista.


-"Logo nas primeiras horas do dia já tínhamos um mapa das ocorrências. Então, acionamos todas as equipes de infraestrutura e fomos para as ruas. Tivemos o apoio importante da Enel, que fez a retirada das árvores caídas junto a rede de energia elétrica. Graças a Deus não tivemos feridos nem mortos"


Uma das vias mais atingidas foi a Rua Jayme Figueiredo, que liga os bairros do Camarão ao Paraíso. Nesta região foram mais de 15 árvores tombadas. Com a destruição, a região ficou sem luz, assim como os bairros do Centro, Rocha, Galo Branco, Neves, Vila Lage e Porto da Pedra

Vendaval durante a madrugada desta terça-feira também derrubou árvores em pontos da cidade - Foto: Reprodução TV Globo

Forte chuva e ventania, durante a madrugada desta terça-feira (29), deixaram diversas casas destelhadas em São Gonçalo. Durante esta manhã foi possível ver o tamanho do estrago causado pelo temporal que também derrubou cerca de 50 árvores pela cidade. Até o momento, não há informações de feridos. De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo, os ventos atingiram até 100 km/h.

Segundo a Defesa Civil municipal, nove ocorrências foram registradas. A Prefeitura de São Gonçalo informou que equipes já estão na rua para solucionar as demandas. O prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, cancelou a agenda de campanha desta terça para avaliar o estrago causado pela ventania. 

"Perdemos parte do nosso telhado. Dois carros avariados com as telhas que caíram do nosso telhado. Fora as telhas de zinco da fábrica da Cintra. Tem uma no nosso portão e casa do vizinho. Estava até agora limpando lá fora. Graças a Deus tinha colocado todos os cachorros para dentro e nenhum foi atingido, mas as casinhas deles foram arrastadas pelo vento. Foi uma coisa horrível", disse um morador do bairro Santa Catarina.

Alguns bairros seguem sem energia elétrica, como Barro Vermelho, Neves, Galo Branco e Zé Garoto.

A forte ventania derrubou diversas árvores em Neves, Gradim e no Paraíso. Parte da Rua Visconde de Itaúna, na altura da conhecida rua da caminhada, está interditada pois há grande quantidade de galhos no chão. 

Árvore caída no Gradim - Foto: Divulgação 

O Climatempo já havia alertado que uma rápida frente fria chegaria ao estado do Rio nesta terça-feira (29), trazendo um alívio ao forte calor registrado durante o último final de semana. A previsão para esta terça, segundo o Climatempo, é de sol, com pancadas de chuva de manhã e muitas nuvens à tarde. À noite, o tempo deve permanecer firme. Os termômetros devem variar em mínima de 21 graus e máxima de 27 graus.

Sheila foi vista pela última vez pela manicure no bairro Porto Novo - Foto: Arquivo Pessoal

Desde a última quinta-feira (24), familiares de Sheila Cristina Guimarães Viana, de 37 anos, tentam descobrir seu paradeiro. Sumida há cinco dias, ela teria desaparecido após sair da manicure, próximo a sua casa, no bairro Porto Novo, em São Gonçalo, por volta das 16h30.

Uma hora e meia antes do ocorrido, a mulher saiu da casa onde mora com os pais para fazer as unhas e, desde então, não falou mais com os parentes e amigos. Segundo a irmã de Sheila, Cristiane Guimarães Viana, de 40 anos, a manicure teria se oferecido para levar a mulher de volta para casa.

"A manicure buscou ela [a Sheila] aqui na esquina de casa e a levou para fazer a unha, ao terminar perguntou ela queria que a trouxesse de volta. Ela disse que não, porque recebeu um telefonema dizendo que um suposto namorado iria buscá-la. Mas nós,  familiares, não conhecemos esse suposto namorado, não sabemos nada sobre isso" contou a irmã.

Porém, ela não retornou para casa desde então, o que tem deixado toda a família desesperada. Sheila tem um alto grau de dislexia e se porta como uma adolescente, já que o problema causa deficiência intelectual.

Os pais, já idosos, estão muito preocupados com o paradeiro da filha

"Estão tristes né. E se mantendo fortes, porém, se sentindo impotentes. Eles são hipertensos, minha mãe faz avaliações constantes, pois teve câncer de mama, por isso que tomei a frente do caso" revela a irmã.

Ainda segundo a irmã, ela só carregava o celular, carregador, identidade e cpf quando saiu de casa e a última vez que esteve online no WhatsApp foi no dia 24, mesmo dia em que desapareceu, às 16h08, mas ainda estava na manicure neste momento. Sheila vestia um short jeans claro, camiseta preta com top estampado, sandália salmão e uma bolsa marrom.

Ainda de acordo com a irmã, todos os contatos mais próximos de Sheila afirmaram saber sobre um namorado, mas nunca tiveram acesso a fotos, nome ou endereço do homem.

Sheila era uma mulher bastante ativa nas redes sociais, mesmo que escondido por conta da repressão de seus pais, mas nem isso ajudou a encontrar o paradeiro da mulher. Cristiane, que está com seu tablet, vasculhou todo o equipamento e não encontrou nenhum sinal da irmã ou do suposto namorado.

A família registrou um boletim de ocorrência na 73ªDP (Neves), na madrugada de quinta para sexta-feira (25), além de realizar buscas em hospitais de São Gonçalo e Niterói e no Instituto Médico Legal (IML). Na manhã de sexta, os familiares realizaram um RO na Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

Cristiane também procurou por Sheila a partir de imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos e casas próximos ao local do desaparecimento, mas sem sucesso. Ela agora aguarda para ver imagens cedidas de outras casas e estabelecimentos, ainda nesta terça-feira (29).

Quem souber alguma informação sobre o paradeiro de Sheila, é só entrar em contato com o telefone (21) 98934.5900 ou ligar para o Dique Denúncia, no número (21) 2253-1177.

Candidato à prefeitura afirmou que o momento é “de doação, de gastar sola de sapato” e garante fôlego na briga pelo Executivo municipal - Foto: Divulgação

Capitão Nelson (Avante), candidato a prefeito de São Gonçalo, teve dia intenso de campanha nesta segunda-feira (28). Pela manhã, o ex-deputado estadual e vereador licenciado participou de uma sessão de fotos em sua residência, no bairro Lagoinha. Em seguida, seguiu para a sede de seu partido no Centro de São Gonçalo, onde realizou gravações eleitorais.

Por volta das 16h, o prefeitável caminhou com apoiadores partindo da Praça Zé Garoto. O compromisso durou cerca de uma hora, passando pela Dr. Feliciano Sodré e se estendendo até a altura da prefeitura.

Depois, Capitão Nelson retornou a sede do partido, onde se reuniu com apoiadores. Após o encontro, se encontrou com moradores do Pacheco, no próprio bairro, por volta das 20h.

“Eu esperei muito por esse momento. É um momento de doação, de gastar sola de sapato. Sabemos que todos os esforços de nossa equipe estão alinhados a um só objetivo: transformar nossa cidade na São Gonçalo que queremos. Hoje, o dia é de vitória. Mas amanhã cedo estamos novamente na rua, porque sabemos que, se o cidadão nos conhecer melhor, o cidadão vai nos escolher para governar essa cidade que tanto amamos”, declarou Capitão Nelson após dia intenso de campanha.

Nesta terça (29), às 9h, Capitão Nelson caminha com apoiadores no Jardim Alcântara. À tarde, o candidato se reúne em seu comitê para alinhamento estratégico de campanha. À noite, o prefeitável segue para mais duas reuniões no Barro Vermelho.

Número de óbitos chega a 686 na cidade - Foto: Divulgação

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou dois óbitos em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta terça-feira (29), chegando a 686 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 15.568 casos confirmados, 13.621 curados, 62 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.199 em quarentena domiciliar, 686 óbitos confirmados e cinco óbitos em investigação.

Covidímetro: O índice leva em consideração o percentual de ocupação de leitos de UTI adulto dedicados ao Covid-19, pelo SUS; percentual de ocupação de leitos de enfermaria dedicados ao Covid-19, pelo SUS; taxa de variação de óbitos por semana; taxa de variação de pacientes internados por semana; e percentual de casos confirmados por Covid-19 nas duas últimas semanas. Atualmente, São Gonçalo permanece na fase 1, coloração amarela, com risco baixo de contaminação.

O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação - Foto: Divulgação

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou um óbito em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta segunda-feira (28), chegando a 684 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 15.453 casos confirmados, 13.452 curados, 63 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.254 em quarentena domiciliar, 684 óbitos confirmados e um óbito em investigação.

Ação faz parte do programa “Saúde na Hora”, do Ministério da Saúde - Foto: Divulgação

São Gonçalo está entre os municípios selecionados pelo Ministério da Saúde para receber o programa “Saúde na Hora”. Além do horário convencional, de 7h às 17h, 16 Unidades de Saúde da Família funcionarão até as 22h, de segunda a sexta-feira, e até as 13h, aos sábados. A iniciativa permitirá o acesso da população a consultas e exames de rotina a partir de horários flexíveis de atendimento.

O projeto inicial foi lançado na Clínica da Família do Mutondo na noite da última segunda-feira (28). No local, além das consultas médicas e de enfermagem, a população contará com serviços odontológicos, vacinas, pré-natal, planejamento familiar, puericultura, acompanhamento do Bolsa Família, testes rápidos (HIV, sífilis, hepatite B e C, gravidez e pezinho), coleta de exames e de preventivo, curativos, nebulização, dispensação de medicamentos, raio x, ultrassonografia e academia da saúde.

Mentora do projeto junto ao Ministério da Saúde, a subsecretária de Atenção Básica de São Gonçalo, Maria Auxiliadora Rodrigues, garante que a cidade está ganhando um grande presente no mês de aniversário. "Agora mais pessoas terão acesso aos nossos serviços. Antes, muitos cidadãos não conseguiam acessar os serviços de saúde da Atenção Primária porque saíam de casa para trabalhar muito cedo e as unidades de saúde ainda não tinham aberto. Na volta do trabalho, as unidades de saúde já estavam fechadas. Então, a única opção era procurar os serviços de urgência e emergência, como UPAs ou hospitais, mesmo para tratar problemas menos graves, o que sobrecarrega a rede hospitalar”, explica.

De acordo com a subsecretária, ainda, todas as unidades que irão abrigar o projeto estão passando por obras de adaptação conforme determina as exigências do Ministério da Saúde, entre elas, sistema de informatização.

Além da Clínica de Família do Mutondo, a unidade Drº Zerbini, no bairro do Arsenal, funcionará das 8 às 22 horas, de segunda a sexta-feira, e das 8 às 13 horas aos sábados. As outras 14 unidades atenderão a população das 8 às 20 horas, de segunda a sexta-feira.

Cada equipe de Saúde da Família que atua nessas unidades é formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, além de profissionais de saúde bucal, como cirurgiões dentistas e técnicos de odontologia. "Todos terão acesso, independente de cadastro, aos serviços ofertados nessas unidades de saúde da Atenção Primária – principal porta de entrada ao SUS e onde é possível solucionar até 80% dos problemas de saúde do cidadão", garantiu Maria Auxiliadora.

Além da Clínica do Mutondo, o projeto "Saúde na Hora" está sendo implantado na Clínica Drº Zerbini, no Arsenal, e nas Unidades de Saúde da Família Ana Nery, Gradim; Juarez Antunes, Laranjal; Tancredo Neves, Luiz Caçador; Luiz Paulo Guimarães, Laranjal; Alberto Constantino Farah, Mutuapira; Wally Figueira da Silva, Rocha; Alexandre Fleming, Boaçu; Manoel de Abreu, Eliane; Emílio Ribas, Barracão; Jardim Catarina, Doutel de Andrade, Maria Paula; Floriano Barbosa, Jardim Catarina I e Portão do Rosa. As unidades selecionadas irão abrigar 60 equipes do Programa Saúde da Família.

Sala será em uma escola no bairro Ititioca - Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Educação de São Gonçalo (Semed), em parceria com a ONG Afrotribo, inaugura nesta quarta-feira (30), às 10h, a Sala de Leitura João Pedro. O equipamento será instalado na Escola Estadual Municipalizada Salgado Filho, localizada em Itaoca.

A Sala de Leitura João Pedro, além de ser um espaço voltado à leitura, terá atividades como: canto, teatro, libras e preparatório para concursos. Atualmente a escola conta com 241 alunos e possui educação infantil, pré 1 e pré 2, além do 1° ao 5 ano do ensino fundamental.

O município de São Gonçalo, através da Semed, está construindo uma política pública de bibliotecas e, com isso, trazendo a ideia de uma biblioteca viva, que transforma o antigo espaço destinado a guardar livros e receber pesquisas. A biblioteca viva, hoje, tem como objetivo transformar a sala de leitura em um espaço dinâmico, de grande atração para os gonçalenses.

Essa será a terceira de diversas salas de leitura que ainda serão inauguradas no município. A primeira foi a Sala de Leitura Ruth de Souza, em Venda da Cruz, e a segunda foi a Sala de Leitura Conceição Evaristo, no Boaçu.


Homenagem

Em uma forma de homenagear o adolescente João Pedro, de 14 anos, que foi morto no início deste ano, na comunidade do Salgueiro, o novo espaço de leitura receberá o seu nome. No dia da inauguração, seus pais e primos estarão presentes, como uma forma de honrar a memória do menino.

Ventos de 100 km/h derrubaram árvores e destelharam casas - Foto: Alex Ramos

Forte chuva e ventania, durante a madrugada desta terça-feira (29), deixaram diversas casas destelhadas em São Gonçalo. Durante esta manhã foi possível ver o tamanho do estrago causado pelo temporal que também derrubou cerca de 50 árvores pela cidade. Até o momento, não há informações de feridos. De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo, os ventos atingiram até 100 km/h com variação de direção causado por uma anomalia meteorológica.

De acordo com o secretário Municipal de Defesa Civil, Antônio Haag, bastaram cerca de 10 minutos para que o vento causasse tamanho estranho. Ele pontuou que equipes da Defesa Civil trabalham em conjunto com Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Parques e Jardins além da Enel, concessionária de energia elétrica, para que a normalidade seja estabelecida ainda nesta terça.

“Essa corrente atingiu alguns bairros como Paraíso, Gradim, Porto Novo, Porto Velho, Porto da Madama e com isso tivemos dezenas de árvores que vieram a cair, postes de energia também, bastante destelhamentos e nós estamos com 500 homens trabalhando para viabilizar o mais rápido possível o direito de ir e vir do cidadão”, disse Haag.

Segundo a Defesa Civil municipal, cerca de 30 ocorrências foram atendidas pelo órgão. Desde as primeiras horas do dia equipes estavam na rua para solucionar as demandas. O prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, cancelou a agenda de campanha desta terça para avaliar o estrago causado pela ventania. 

Ainda de acordo com Antônio Haag, os ventos atingiram a cidade entre os horários de 2h50 e 3h aproximadamente. Os pluviômetros instalados no município não registraram chuvas significativas. O secretário informou que espera que, até o final da tarde, o município deixe o estágio de atenção.

“Acreditamos que, até o final da tarde, todos os nossos trabalhos que fomos acionados em termo de vistorias poderão ser acionados e vistoriados da melhor forma possível. A Enel está trabalhando de uma forma intensa, principalmente nesses bairros mais afetados. Não tivemos feridos, desabrigados ou desalojados”, explicou.

Alguns bairros ficaram sem energia elétrica em pontos específicos, como Barro Vermelho, Neves, Galo Branco, Zé Garoto, Paraíso, Gradim, Porto Novo, Porto Velho, Porto da Madama. Também houve queixas de dificuldade no acesso aos sinais da rede telefônica e também da rede móvel de internet, ao longo da manhã.

Queda de árvores causou transtornos

A forte ventania derrubou diversas árvores em Neves, Gradim e no Paraíso. Parte da Rua Visconde de Itaúna, na altura do número 1572 ficou parcialmente bloqueada, com o tráfego em pista única, por conta da queda de uma árvore sobre um carro. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros trabalhavam na retirada.

"Foi do nada de madrugada a ventania. Tomei um susto porque nem esperava essa chuva, o tempo tava sol de dia", disse Ramon Lugado, administrativo, dono do automóvel e também morador da localidade.

Outra moradora da região também relatou momentos de pânico com a chegada dos fortes ventos. Ela chegou a ter parte do telhado de sua residência arrancada. Além disso, a rua teve diversas quedas de luz ao longo da manhã. No entanto, por volta de 11h, o fornecimento de energia já estava normalizado.

"Acordei com o susto. Fui no banheiro e quando voltei estava chovendo muito, tudo começou a desmoronar, fiquei com um medo danado. Vi tampas de caixa d'água voando, toda hora faltando luz, foi uma coisa feita. Estamos endireitando o telhado, levantou algumas telhas. A ventania foi terrível", disse Jane de Araújo, doméstica e moradora da região.

Jardineiro salva filhote de coruja

No bairro do Patronato, um filhote de coruja que caiu de uma árvore foi salva pelo jardineiro Diego Dias. O rapaz conseguiu resgatar a ave e a entregou para uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que foi acionada ao local por equipes da Defesa Civil.

"A coruja caiu do coqueiro, aproveitei e resgatei. Vi a equipe [da Prefeitura] aqui e estava procurando de alguém para cuidar", disse o jovem.

Frente fria estava prevista

O Climatempo já havia alertado que uma rápida frente fria chegaria ao estado do Rio nesta terça-feira (29), trazendo um alívio ao forte calor registrado durante o último final de semana. A previsão para esta terça, segundo o Climatempo, é de sol, com pancadas de chuva de manhã e muitas nuvens à tarde. À noite, o tempo deve permanecer firme. Os termômetros devem variar em mínima de 21 graus e máxima de 27 graus.

Cerca 1.500 saquinhos de doces foram distribuídos pelo departamento de harmonia da escola - Foto: Divulgação

As crianças invadiram a quadra da Unidos do Porto da Pedra na tarde desse domingo (27) para comemorar o dia de São Cosme e São Damião. Seguindo uma tradição de dez anos, o  distribuiu cerca 1.500 saquinhos de doces.

O diretor de harmonia, Aluízio Mendonça, fez um balanço geral da festa.

"Por mais um ano, a tradição foi mantida! Toda a harmonia da escola se uniu e com a ajuda dos amigos, conseguimos promover mais uma festa para a criançada da comunidade. Este ano, devido a crise, gerada pela pandemia do coronavírus, todas as medidas de proteção foram tomadas. Todas as pessoas envolvidas na entrega dos doces tiveram suas temperaturas verificadas e usamos máscaras para entregar os doces. Só entrava na fila, quem estivesse de máscara", disse Aluízio.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.