20
Ter, Out

Autor também ficou ferido e está internado - Foto: Marcelo Feitosa

Um policial militar matou a esposa e tentou assassinar os sogros, na madrugada desta quarta-feira (23), no bairro Zé Garoto, em São Gonçalo. O autor do crime também se feriu durante o atentado.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG) foi acionada para a ocorrência. Foi lavrado auto de prisão em flagrante contra o autor por crime de feminicídio contra a esposa e por tentativa de homicídio contra os sogros.

A Polícia Militar informou que o 7ºBPM (São Gonçalo) foi acionado. No endereço, a equipe policial verificou que três pessoas feridas já haviam sido socorridas e uma estava em óbito. A área foi isolada para perícia. Uma das pessoas feridas era o policial militar.

Ele foi encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres, onde permanece internado. A Corregedoria da Polícia Militar, através da 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar, também esteve no local do fato.

A DHNSGi ainda afirmou que os agentes aguardam a alta médica do autor para encaminhá-lo à delegacia, bem como a das vítimas sobreviventes, para depoimento.

Homem foi localizado em uma residência no bairro Trindade, em São Gonçalo - Foto: Agência Brasil

Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) prenderam em flagrante nesta terça-feira (22) um homem que integra uma turma de baloeiros. Ele foi localizado em uma residência no bairro Trindade, em São Gonçalo, que era usada para armazenar diversos materiais para confecção de balões e outros alusivos a esta prática. No local, também foram encontrados carretéis de linha chilena e cinco pássaros da fauna silvestre. A prisão é consequência de uma investigação iniciada pela DAIRJ em julho deste ano quando turmas de baloeiros invadiram o Aeroporto Internacional e trocaram tiros com policiais civis e federais.

O homem foi autuado pela prática dos crimes de organização criminosa, concurso material, fabricar, vender, expor à venda, ter em depósito para vender ou entregar a consumo coisa ou substância nociva à saúde, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente ou em desacordo com a obtida e praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Segundo Adriano França, delegado titular da DAIRJ, as investigações continuam com o objetivo de identificar os demais baloeiros que não foram presos em flagrante no dia da invasão ao aeroporto, bem como evitar a ocorrência de acidente aéreo.

Animal estava desaparecido desde sábado (12), após um assalto na BR-101 - Foto: Reprodução/Redes sociais

Fubá foi encontrado! A proprietária do cachorrinho da raça shih-tzu confirmou a informação por meio de suas redes sociais. O mascote estava desaparecido desde sábado (12) quando foi roubado, junto com o carro da família.

"Queríamos agradecer a todos pela ajuda, empenho, carinho e apoio. Graças a vocês encontramos o nosso Fubá", disse a dona que, no entanto, não havia informado onde foi achado o animal.

Memória

O mascote foi roubado junto com o carro onde estavam seus donos, na manhã de sábado, na Rodovia BR-101, altura do bairro de Boaçu, em São Gonçalo.

O automóvel, levado pelos criminosos, foi encontrado abandonado no domingo (13), mas Fubá não estava lá. O crime aconteceu quando a família se deslocava para a Região dos Lagos, onde passariam o fim de semana.

Fubá pertence a um casal que possui dois filhos. As crianças, de acordo com os pais, estavam sentindo falta do mascote, que tem oito meses de idade, e toma medicação controlada para controlar problemas respiratórios.

Atendimentos continuarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h - Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo

Continuando as festividades dos 130 anos do município de São Gonçalo, nesta terça-feira (22), foi reaberto o Espaço Rosa em novo endereço. A unidade de saúde deixou o anexo ao Hospital Luiz Palmier e passa a funcionar na Rua Francisco Portela, 2744 - Zé Garoto. Com a nova sede, será possível proporcionar melhor atendimento, dar mais foco à saúde da mulher e fortalecer a sua autoestima e bem-estar. Os atendimentos continuarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O novo local continuará ofertando os mesmos serviços de prevenção e diagnósticos precoces de câncer às mulheres, através da realização dos exames de: mamografia, ultrassonografia transvaginal, mamária, pélvica, abdome total, obstétrica no primeiro, segundo e terceiro trimestre, obstétrica morfológica, obstétrica com doppler e transllucência nucal. Também estão disponíveis na unidade Core biópsia, Colposcopia e preventivo.

“Enxergo ser preciso oferecer os melhores atendimentos à população. As pessoas têm direito a exames e tratamentos eficientes e isso se trata de uma condição humana básica. Portanto, queremos respeitar e oferecer os melhores serviços à população. O Espaço Rosa é uma vitória do povo de São Gonçalo”, afirma o secretário de saúde, Jefferson Gomes.

Um dos serviços ofertados na unidade é o exame de mamografia, um dos principais na detecção do câncer de mama. Recomendado às mulheres a partir dos 40 anos, mas caso a paciente tenha histórico de câncer na família, a realização do exame é indicada a partir dos 35 anos. Para marcar exames é necessário levar o pedido médico do SUS, xerox do RG e CPF, e xerox do comprovante de residência.

Segundo a coordenadora do Espaço Rosa, Nathalia Rodrigues, o local também dispõe de um grupo de apoio oncológico, que surgiu após identificarem a dificuldade das pacientes em aceitar o processo e não conseguirem se expressar e dialogar com suas famílias.

“Por ser um mundo novo, no qual se cria muitas dúvidas sobre quimioterapia, mastectomia, pós-cirúrgico, alimentação, além de muitas serem abandonadas pelo marido e ficarem sozinhas sem apoio, criamos o grupo onde elas trocam experiências. Fazemos encontros, visitamos as que estão internadas ou operaram e doamos diversos utensílios para ajudar no cotidiano das pacientes e na autoestima das mesmas. Fazemos de tudo para aliviar esse momento tão difícil na vida de um paciente com câncer”, explica.

O Espaço conta com equipe multidisciplinar composta por psicóloga, ginecologista, mastologista e ultrassonografistas, que além de fortalecerem a autoestima das pacientes, também disponibilizam programa de prevenção e diagnóstico do câncer de mama e do colo do útero.

Um dos serviços de maior sucesso entre as pacientes é o Grupo Unidas Pela Vida, que funciona há três anos. Uma das beneficiadas é a autônoma Fátima Nunes, que é atendida pelo Espaço Rosa desde maio de 2019.

Fátima retirou um quadrante do seio e quatro linfonódulos das axilas, sendo um deles positivo. Para ela o Espaço Rosa é um local de amor e acolhimento.

"O Espaço Rosa me proporcionou coisas maravilhosas. Aqui temos amizade, acolhimento, lazer, sem contar com a equipe do local que nos atendem com o amor e carinho que precisamos", disse Fátima.

Segundo Fátima, o novo local é melhor por ser de fácil acesso para quem está em tratamento e para as próximas mulheres que virão.

Além dos exames e do grupo de apoio aos pacientes em tratamento oncológico, o Espaço Rosa também disponibiliza inúmeros projetos e ações sociais, como: a campanha de doação de cabelos para confecção de perucas para pacientes em tratamento de câncer, caminhada contra o câncer de mama, sutiã do recomeço, o sino do recomeço, tatoo legal, a doação de lenços, a doação prótese de alpiste para as mamas, doação de perucas e a novidade que é a doação e colocação de mega hair e a almofada pós cirúrgica.

Fátima recebeu a peruca durante o tratamento, mas optou por não usá-la. Pra ela estar careca era uma forma de mostrar que seria vencedora.

"Deus me tocou que eu precisava ficar careca pra ser exemplo da vitória. Espaço Rosa significa a união de pessoas do bem que nos proporcionam autoconfiança e uma saúde melhor para o nosso atendimento", afirma.

Estabelecimento faz parte dos mercados Rede Economia - Foto: Reprodução via redes sociais

O mercado Rede Economia, localizado na Avenida Santa Luzia, em São Gonçalo, foi saqueado nesta terça-feira (15), por volta das 15h.

As janelas do estabelecimentos foram quebradas e, segundo fotos divulgadas, as pessoas, entre homens e mulheres, entravam no mercado através dos buracos formados pela quebra dos vidros. Nas imagens e no vídeo postados nas redes sociais, é possível ver diversas pessoas se ajudando para invadir e saquear o mercado.

Ainda não há informações sobre o que foi levado, nem quantidade de produtos roubados, mas há indícios de que a motivação do ato foi o aumento absurdo no preço das mercadorias do mercado.

De acordo com a polícia, os seguranças do local, ao perceberem toda a movimentação, isolaram o entorno do mercado para evitar um maior prejuízo e acionaram a PM. 

Ainda segundo os agentes, equipes do 7º BPM (São Gonçalo), foram informados sobre um roubo envolvendo o estabelecimento e se deslocaram para o local. O gerente do mercado não quis registrar um boletim de ocorrência na delegacia.

A cidade contabiliza 14.917 casos confirmados da doença - Foto: Divulgação

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou um óbito em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta segunda-feira (21), chegando a 675 no total. Outros dois óbitos ocorreram no último sábado (19). O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 14.917 casos confirmados, 12.541 curados, 56 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.645 em quarentena domiciliar, 675 óbitos confirmados e oito óbitos em investigação.

A prisão foi efetuada após o criminoso sofrer um acidente com a moto - Foto: Divulgação

Policiais da 74ª DP (Alcântara) prenderam, nesta terça-feira (15), um homem acusado de roubo. Ele foi capturado no hospital, após sofrer um acidente de moto.

Contra o acusado foi cumprido mandado de prisão, expedido pela Justiça. Ele foi encaminhado ao sistema prisional.

Na mesma tarde, um outro homem também foi preso acusado de roubo. Ele foi capturado no bairro Eldorado, no município de Maricá.

Segundo os agentes da 74ª, contra o acusado foi cumprido mandado de prisão, expedido pela Justiça. Ele possui passagens por roubo, formação de quadrilha ou bando, porte de arma de uso restrito e tentativa de homicídio.

 

Homem foi condenado por tráfico de drogas - Foto: Divulgação

Policiais da 75ª DP (São Gonçalo) prenderam nesta quinta-feira (17) um homem evadido do sistema penal há três anos. Ele cumpria pena por tráfico de drogas. O acusado foi localizado no bairro Arsenal e não resistiu à prisão. O homem se encontra à disposição da justiça.

Tio Douglas, do Projeto Primeira Chance, faz manifestação silenciosa na entrada da unidade desde a noite de segunda-feira (14) - Foto: Reprodução/Redes sociais

"Eles salvaram minha vida e hoje estão sem salário!", é o que está escrito no cartaz carregado por Douglas Pinheiro de Oliveira, na entrada do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em São Gonçalo.

Tio Douglas, como é conhecido, idealizou e coordena o projeto Social Primeira Chance, na mesma cidade, e, há alguns meses, testou positivo para o novo coronavírus. Ele foi tratado na unidade de saúde e afirma que os profissionais de lá salvaram sua vida.

"Eu estou aqui desde ontem, passamos a noite aqui e vamos ficar até terem resposta de algum órgão. Peguei covid há três meses, cheguei aqui mal, de cadeira de rodas e saí bem, respirando legal. Em forma de gratidão, soubemos que já estavam com salários atrasados, dividimos as cestas básicas que tínhamos no projeto com eles, para agradecer por tudo que eles fizeram por milhares de pessoas. Resolvi fazer esse protesto solidário, acampar aqui porque são meses sem pagamento e de silêncio total", disse.

Douglas ficou sensibilizado ao saber da atual situação dos funcionários do hospital, vinculados à OS Instituto dos Lagos Rio, que administra a unidade. São cerca dois meses de salários atrasados com o terceiro próximo de vencer. Por isso, desde a segunda-feira (14), por volta de 16h, ele faz um protesto silencioso, segurando seu cartaz, em apoio àqueles que outrora o salvaram.

"Contas para pagar, falta de comida em casa e doenças acometidas pelas preocupações que sabemos que uma falta de salário traz. Por isso passarei a noite aqui em protesto para chamar a atenção das autoridades e crendo que, de alguma maneira, Deus há de agir para que eles recebam o que é deles por direito e justiça", complementou Douglas.

Com medo de represálias, funcionários da unidade não fazem mais manifestações. Esta é uma das motivações para a ação de Douglas. "Eu estou aqui para dar voz a quem teve a voz retirada. Eles quiseram falar e foram demitidos. Para que eles não corram esse risco, decidimos falar por eles", explicou.

O Instituto dos Lagos Rio, alvo de investigações, irá deixar a administração do hospital ao final de setembro, que será assumida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio da Fundação Estado. O Estado havia anunciado que manteria os funcionários já contratados pela OS para trabalhar no hospital.

Procurada, a OS confirmou que, atualmente, o débito é de dois meses de salários. O Instituto dos Lagos afirmou que aguarda repasse do Estado para quitar salários. 

A Secretaria de Estado de Saúde informou que o último repasse ao Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT) foi feito em 4 de agosto, referente ao mês de julho. O repasse referente a agosto está sendo feito hoje e ainda nesta semana estará na conta da Organização Social. O pagamento da folha salarial dos funcionários é de responsabilidade da organização social.

Após a Fundação Saúde assumir a unidade, a Secretaria contará, nos próximos 180 dias, com os funcionários já contratados para trabalhar nas unidades, com o objetivo de evitar interrupções no atendimento. Ao longo desse período, a SES fará avaliação por efetividade e custo dos serviços prestados.

Cadastro poderá ser feito por trabalhadores e trabalhadoras de cultura, espaços artísticos, coletivos e eventos culturais, microempresas, cooperativas, instituições e organizações culturais da cidade - Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de São Gonçalo (SMTC) publicou a Portaria n.º 001/SETURCUL/2020, no Diário Oficial do município desta quarta-feira (16), sobre a homologação dos cadastros dos trabalhadores e trabalhadoras de cultura, espaços artísticos, coletivos e eventos culturais, microempresas, cooperativas, instituições e organizações culturais da cidade. O documento segue as normativas da lei federal n.º 14.017, de 29 de junho de 2020.

Após encerrado o prazo para o preenchimento do cadastro, no último dia 5, a SMTC atuou com sua equipe técnica em regime de urgência para agilizar as análises dos 1009 formulários preenchidos pelos artistas e produtores de cultura da cidade.

“A classe artística está entre os setores que mais danos sofreram por causa da pandemia do coronavírus. Após 70 dias com o cadastro aberto para os artistas, no dia seguinte ao encerramento das inscrições, iniciamos as análises dos cadastros. Devido à urgência em atender a classe, em 10 dias conseguimos confirmar os cadastros e publicar a homologação”, ressalta o secretário de Turismo e Cultura, Carlos Ney Ribeiro.

O documento publicado no Diário Oficial pode ser conferido na íntegra através do link: https://servicos.pmsg.rj.gov.br/diario/2020_09_16.pdf, entre as páginas 6 e 15.

O município já apresenta baixo risco de contaminação - Foto: Divulgação

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou um óbito em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), nesta segunda-feira (14), chegando a 665 no total. O município apresenta, atualmente, baixo risco de contaminação.

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 14.395 casos confirmados, 11.900 curados, 70 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.759 em quarentena domiciliar, 665 óbitos confirmados e um óbito em investigação.

Covidímetro: O índice leva em consideração o percentual de ocupação de leitos de UTI adulto dedicados ao Covid-19, pelo SUS; percentual de ocupação de leitos de enfermaria dedicados ao Covid-19, pelo SUS; taxa de variação de óbitos por semana; taxa de variação de pacientes internados por semana; e percentual de casos confirmados por Covid-19 nas duas últimas semanas. Atualmente, São Gonçalo permanece na fase 1, coloração amarela, com risco baixo de contaminação.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.