APA de Maria Paula reúne crianças no ‘Estudo Vivo’

Programa leva alunos para vivenciar experiências aprendidas na sala de aula - Foto: Renan Otto/Prefeitura de São Gonçalo

São Gonçalo
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Através do programa Estudo Vivo, uma parceria entre as Secretarias municipais de Meio Ambiente e de Educação, cerca de 30 crianças da U.M.E.I. Augusto Cesar Morett Silva estiveram, nesta terça-feira (28), na APA Estâncias de Pendotiba para visitar o local e conhecer sobre a fauna e a flora da região.

O programa de educação ambiental iniciou as visitas em abril deste ano e proporciona às crianças vivenciar, na prática, aquilo que aprendem na sala de aula sobre o meio ambiente. As visitas do passeio acontecem nas APAs do Engenho Pequeno, de Maria Paula e na Sala Verde, em Neves.

Um grupo de alunos percorreu um roteiro acompanhado de biólogos e coordenadores, tendo acesso a informações ambientais através de contação de história. A turma teve acesso às instalações da Área de Soltura de Animais Silvestres (Asas), para onde os animais silvestres resgatados são levados e cuidados até serem devolvidos para o seu habitat natural.

Dois agentes do Grupamento de Defesa e Preservação Ambiental (GPAm), com brincadeiras, mostraram para as crianças como é feita a captura dos animais que estão machucados, e todo o tratamento que recebem até serem devolvidos para a natureza. Os guardas também explicam como devem agir caso encontrem animais silvestres em alguma residência ou na rua, ligando para o número 153.

“Essa é uma oportunidade única para que desde tão pequenos eles aprendam a respeitar a natureza e os animais. Como eles são tão pequenos, quando chegar na época deles aprenderem isso na escola, pelos livros, já terão visto pessoalmente e o entendimento vai ser mais divertido”, disse Angélica Sotero, mãe do Miguel, que acompanhou o passeio.

Com o grupo de crianças mais velhas, além da visita aos setores da APA, também é feita uma trilha para que conheçam de perto a flora local. No fim do passeio, o grupo escolhe uma espécie arbórea para plantar em um espaço reservado na APA, que leva o nome da escola.

Davi, de 4 anos, ficou animado para plantar sua primeira árvore. “A tia disse que, com muitas árvores, a gente respira melhor. E fica fresquinho também. Eu quero plantar”, disse.

Com a implantação de áreas de proteção ambiental na cidade, São Gonçalo conseguiu expandir de 4% para 19% sua área preservada, incluindo as APAS do Engenho Pequeno, Estâncias de Pendotiba, Alto do Gaia e Itaoca.

A escola que se interessar em participar do programa pode se inscrever através do email [email protected] Grupos de excursão também podem se inscrever.