NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Técio, novo cidadão niteroiense

Técio Lins e Silva recebeu o título de Cidadão Niteroiense das mãos do vereador Leandro Portugal (PV), acompanhado do deputado federal Chico D'Ângelo, do prefeito Rodrigo Neves e dos deputados estaduais Waldeck Carneiro (PT) e Paulo Bagueira (SDD)

Reprodução/Redes Sociais

Enquanto seguia para a Câmara Municipal de Niterói, na última terça (27), onde recebeu o título de Cidadão Niteroiense, o advogado criminalista Técio Lins e Silva sentiu o gostinho de ser da cidade. Passando pela Rua Visconde de Sepetiba, em direção à Casa Legislativa, ele ouviu: "Dr. Técio, vamos tomar um café aqui".

Quem o chamou foi o deputado estadual niteroiense Paulo Bagueira (SDD), que estava na livraria-café do prédio da OAB. Técio não se fez de rogado, atravessou a rua, tomou café e cumprimentou os presentes.

Já na Câmara, o advogado recebeu o título das mãos do vereador Leandro Portugal (PV), durante sessão com plenário lotado. Estavam presentes o prefeito Rodrigo Neves (PDT), deputados estaduais, federais, juízes, desembargadores, defensores públicos, secretários municipais e nomes do mundo jurídico, que marcaram presença para prestigiar a homenagem.

Técio Lins e Silva, nascido no Rio de Janeiro, integrou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é criminalista inscrito na OAB do Rio há 40 anos e, a partir de 1974, tornou-se também professor de Direito Penal da Faculdade Candido Mendes. Para o prefeito Rodrigo Neves, que foi defendido por Técio no início do ano, o advogado impediu, em seu caso, que o Judiciário cometesse mais erros.

"É marcante a trajetória de Técio Lins e Silva. A liberdade só existe quando não há abuso de poder. Nesse contexto, o papel do advogado é fundamental. A linhagem de Técio é exemplar. Entre seus 13 tios, oito seguiram a carreira do Direito. Obrigado doutor Técio por ter feito a minha defesa e corrigido um erro jurídico grosseiro", destacou Neves.

Também estiveram presentes, na oportunidade, Cláudio Vianna, presidente da OAB-Niterói, os vereadores Milton Cal (Progressistas), Paulo Eduardo Gomes (Psol), Renato Cariello (PDT), João Gustavo (PHS) e Andrigo de Carvalho (SDD); o desembargador Manoel Alberto, ex-presidente do Tribunal de Justiça; os deputados estadual e federais, Waldeck Carneiro (PT), Chico D'Ângelo (PDT) e Sérgio Zveiter (DEM).

Bagueira que, mais cedo, o convidou para o café, também estava no plenário, além de toda a família do prefeito Rodrigo Neves.

 

Ética e cidadania nas escolas

Em tempos de extremismos políticos e discussões acaloradas, a Fundação Municipal de Educação de Niterói (FME) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deram a largada para implantar nas escolas municipais um programa voltado para ética e cidadania. Os presidentes da FME, Bruno Ribeiro, e da Comissão OAB Vai à Escola, Alcilene Mesquita, além da superintendente jurídica da FME, Ellen Nascimento, se reuniram para começar a traçar diretrizes. "A escola é importante não só para a transmissão do conhecimento, mas também de valores e princípios que são primordiais para a formação dos alunos", disse Ribeiro.

Justiça do Rio reconhecida

Um dos tribunais mais engajados na luta contra a violência doméstica e familiar contra a mulher, o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) lidera o ranking dos cinco maiores do país no que se refere ao percentual de processos do segmento que tramitam nas varas exclusivas, com um índice de 56%. Em segundo lugar, vem o tribunal de São Paulo, com 52%.

Conscientização

O projeto também estabelece que os municípios que não dispõem de Deam mantenham os Núcleos de Atendimento à Mulher (Nuams) com o mesmo padrão de funcionamento. O texto também determina a realização de campanhas de conscientização.

Atendimento 24 horas

O plenário da Alerj aprovou nesta quarta (28) um projeto de lei de autoria da deputada Dani Monteiro (Psol), que torna obrigatório o funcionamento ininterrupto - 24h por dia, sete dias na semana, incluindo feriados - das Delegacias de Atendimento à Mulher. Segundo o PL 241/2019, que segue agora para sanção do governador Wilson Witzel, o efetivo das delegacias especializadas deverá ser composto de, no mínimo, 20% de mulheres, e os atendimentos às vítimas de violência doméstica deverão ser atendidas em salas reservadas.

Minas em 3º

Os seguintes foram Minas Gerais (10%), Rio Grande do Sul (9%) e Paraná (0%). Os dados foram divulgados nesta quarta (28) na 15ª edição do Relatório Justiça em Números, divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça. Esta foi a primeira vez que o relatório apresentou dados desse tipo.

Liderança Empreendedora

Nesta sexta (30), acontece o evento "Liderança Empreendedora Feminina", a partir das 9h, no Auditório do Edifício dos Correios, localizado no Centro do Rio. O encontro é organizado pelo Grupo de Empresários G10, em correalização com o Grupo Identidade e homenageará personalidades como Fabio Queiroz, presidente da Asserj, entre outros.

Brasília: turismo em pauta

O secretário de Turismo de Cabo Frio, Paulo Cotias, e a secretária de Estado de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça

O secretário de Turismo de Cabo Frio, Paulo Cotias, e a secretária de Estado de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça

Divulgação

Em visita a Brasília nesta semana, o secretário de Turismo de Cabo Frio, Paulo Cotias, acompanhado do superintendente de Eventos Clóvis Barbosa e a superintendente de Turismo Cláudia Tinoco, estiveram com a secretária de Estado de Turismo do DF, Vanessa Mendonça. O encontro resultou na assinatura de uma Carta de Intenções estabelecendo ações para o fomento do turismo em forma de parceria.

Alerj visita Câmara de São Gonçalo

Câmara Municipal de São Gonçalo recebe CPI do Feminicídio da Alerj

Câmara Municipal de São Gonçalo recebe CPI do Feminicídio da Alerj

Divulgação

A Câmara Municipal de São Gonçalo recebeu, nesta quarta (28), membros da CPI da Alerj que investiga os Casos de Feminicídios do Estado do Rio, para a primeira audiência pública itinerante. A sessão foi solicitada pela presidente da comissão, a deputada estadual Martha Rocha. "Vamos iniciar a CPI itinerante com o objetivo de conhecer de perto a realidade de outros municípios. Estamos em São Gonçalo pela relevância do trabalho realizado nas especializadas", declarou.

PRA VOCÊ PENSAR

"Só depois da última árvore derrubada, do último peixe morto, o homem irá perceber que dinheiro não se come."

Provérbio indígena

Scroll To Top