NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Artigos

O Agro é pop

João Carlos da Silva

Quem vê o dinamismo do campo e seus belíssimos resultados analisa diversas situações. Se o agricultor brasileiro conta com um Ministério que abrange o setor, forte e operoso, vai logo sintonizar na faixa que melhor soa aos seus ouvidos. É mais ou menos assim. O Brasil se fortaleceu no campo desde tempos idos. Entrou nessa década com uma força no mercado interno e externo sem precedentes. Toda sua linha de exploração avançou no mercado. O leite gerou uma ampla cadeia produtiva e produziu mais que o habitual . A produção de lácteos teve um crescimento acima da média e seus custos são gerados e medidos em sua própria raiz. Os queijos brasileiros avançaram no mercado externo com selo de qualidade fomentado em muito estudo e pesquisa. Hoje é possível alinhar um queijo nacional com um de produção externa com competitividade. A suinocultura e a produção de frangos elevou a balança comercial numa esfera potente. Discute-se lá fora a nossa carne bovina, suínos e aves. Rendem absurdos. O criatorio de ovinos e caprinos avançou também. O agronegócio prosperou acima da média nesses anos todos. Política bem talhada no setor mostra que o Brasil não tem necessidade de levar puxão de orelhas de Trump ou de outro qualquer. Nossa produção de grãos nos dá uma tranquilidade para transitar em terras estrangeiras. O mundo se alimenta da produção de nossas terras férteis. Isso é fato. No campo político, a Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara dos Deputados trabalhou com eficiência para que o agro fosse cada vez mais pop. A Ministra da Agricultura Tereza Cristina surfou com inteligência e serenidade decolando o agro brasileiro lá fora . Conversou com o mundo moderno e cacifou nossos produtos de maneira exemplar. Para tanto ela teve o apoio firme da Comissão e da Frente Parlamentar da Agropecuária. Através de reuniões importantes com debates frequentes atingindo os interesses para o desenvolvimento do agronegócio e fortalecer o campo, o Deputado Federal Fausto Pinato ( PP SP) conservou o diálogo como alavanca de convencimento em diversas questões. A Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara dos Deputados trabalhou muito no decorrer do ano. Pinato agregou forças ao seu lado para levar na Comissão tudo aquilo que o campo aspirava. Fortaleceu não só a Ministra como tambem a FPA. Fortaleceu o discurso do governo que diz o tempo todo que o Brasil é agro e o agro é pop. Fausto Pinato alinhou o pop com fortalecimento do agronegócio brasileiro discutindo temas relevantes não só para o governo mas para os que acreditam que poderemos dar certo através da rica produção do campo. Se cuida, Trump!

Scroll To Top