NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Caso Riocentro pode ser reaberto

Índios participaram da audiência pública no Vale da Ribeira, em SP

Divulgação

O ministro do Tribunal de Justiça (STJ) Rogério Schietti votou na quarta pela retomada do processo que trata do caso Riocentro, atentado à bomba frustrado, ocorrido em maio de 1981. A ação é resultado de um recurso do Ministério Público Federal (MPF). Shietti, que é relator do caso, votou pela retomada do processo, por entender que os ex-militares supostamente envolvidos no atentado, de acordo com o MPF, devem ser processados porque crimes contra a humanidade são imprescritíveis, o que significa que não têm prazo para serem julgados. A Terceira Seção do STJ começou a julgar o recurso do MPF para reabrir o processo, mas, após o voto do relator, o julgamento foi suspenso por um pedido de vista do ministro Reinaldo Soares da Fonseca. Não há data para a retomada do julgamento.

Governo, índios e ONGs

Participaram como convidados o presidente da Funai, Marcelo Xavier; o superintendente do Incra/SP, Edson Alves Fernandes; o superintendente do Ibama/SP, Davi de Sousa Silva; dentre outras autoridades estaduais e municipais e representantes de entidades, ONGs, indígenas e sociedade civil como um todo.

Mais audiências

Segundo Nabhan Garcia, a realização da audiência está embasada na meta estabelecida pelo presidente Jair Bolsonaro, "Menos Brasília e mais Brasil". Informou ainda que serão realizadas mais audiências públicas desta natureza em todo o país

Questões fundiárias

A Secretaria Especial de Assuntos Fundiários, do Minstério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizou na terça-feira, em Miracatu (SP), audiência pública para debater, receber propostas, críticas e sugestões sobre questões fundiárias, indígenas e ambientais do Vale do Ribeira, região com menor IDH do estado de São Paulo, com instituições públicas, iniciativa privada e representantes da comunidade rural, urbana, quilombolas e indígenas. A audiência foi conduzida pelo secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia.

Ouvidoria da Educação

A 4ª edição da Ouvidoria Itinerante da Secretaria de Estado de Educação acontece nesta quinta-feira. Equipes estarão no Ciep 336 - Jornalista Octávio Malta, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, para receber sugestões, prestar informações e esclarecer dúvidas de servidores e da comunidade escolar local, nas áreas de gestão de pessoas, infraestrutura, pedagógica, transporte, entre outras. O atendimento será das 10h às 16h.

CURTAS

O projeto "Alerj ao Pôr do Sol" terá início nesta quinta-feira (29), às 17h30, com apresentações de músicas brasileiras e estrangeiras executadas pelo Quinteto de Jazz 193 do Corpo de Bombeiros. As performances serão realizadas sempre nas primeiras quintas-feiras de cada mês na escadaria do Palácio Tiradentes e estão abertas ao público em geral.

A Cinelândia estará mobilizada nesta quinta-feira para os eventos do Dia D da Diálise. Profissionais de saúde estarão orientando a população sobre os cuidados com a saúde para prevenir a doença renal e haverá teste de glicemia e aferição de pressão arterial.

Também comemorado nesta quinta-feira, o Dia do Nutricionista será lembrado com palestras sobre alimentação saudável na Anhanguera Niterói durante todo o dia.

40 mil alunos na Bienal

Como forma de incentivar à leitura, a Secretaria de Estado de Educação levará 40 mil alunos à Bienal do Livro, que começa na sexta-feira. Os jovens poderão interagir com autores, conhecer e levar obras literárias para casa.

Voucher de R$ 50

Cada estudante receberá um voucher de R$ 50 para trocar por livro, revistas ou quadrinhos. Outros 5 mil vouchers serão distribuídos para professores. A ação é uma parceria da Seeduc com a Secretaria de Cultura e Fecomércio.

Scroll To Top