NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas do Estado do Rio de Janeiro, por Lucas Schuenck. [email protected]

Witzel dá posse a novo secretário de Obras

Bruno Kazuhiro, novo secretário de Obras, toma posse na presença do governador Wilson Witzel e do vice Cláudio Castro

Magá Jr/Governo do Rio

A aproximação entre o Partido Social Cristão (PSC), do governador Wilson Witzel, e o Democratas (DEM), de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, se concretizou ontem. O chefe do Executivo estadual empossou, nesta segunda (11), Bruno Kazuhiro, líder da juventude do DEM como novo secretário de Estado de Infraestrutura e Obras do Rio de Janeiro (Seinfra). Kazuhiro, de 31 anos, é advogado e mestre em Ciência Política e pós-graduando em Gestão Pública pela Universidade Cândido Mendes.

"Fico muito feliz em ver esta juventude que o Bruno representa. Estamos passando a pasta estadual para alguém que tem formação de gerenciamento de obra, de fazer acontecer. Vamos dar início este ano ao projeto Comunidade Cidade, que começará pela Rocinha. Há também o término de obras do Somando Forças, do Museu de Imagem e do Som (MIS) e a construção de presídios por conta do déficit de vagas no sistema penitenciário. São muitos os desafios que se apresentam. Tenho certeza que o Bruno está apto a desenvolver estes trabalhos", afirmou Wilson Witzel, em cerimônia no Salão Nobre do Palácio Guanabara.

Segundo o secretário, uma das prioridades da pasta será o Comunidade Cidade.

"Além disso, vou me aprofundar em assuntos como a retomada do MIS e os presídios verticais, além da questão do déficit habitacional do estado do Rio de Janeiro. Agradeço ao governador pela confiança", afirmou Kazuhiro.

O novo titular da pasta também disse que irá valorizar os quadros técnicos do Estado do Rio.

"A Emop (Empresa de Obras Públicas) tem engenheiros de alta qualidade. Não tenho dúvida de que ouvindo estes profissionais poderemos entender quais são os problemas que precisamos corrigir e, talvez, até desengavetar bons projetos", ressaltou Kazuhiro.

Na posse, estiveram presentes o vice-governador Cláudio Castro e os secretários da Casa Civil e Governança, André Moura, e de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues, além de representantes de outras pastas e lideranças políticas do Rio.

CPI da energia vota seu relatório

A presidente da CPI da Enel e Light na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Zeidan (PT), coloca nesta terça (12), em votação, o relatório de 528 páginas da investigação de denúncias de irregularidades na prestação de serviço das concessionárias de energia elétrica. O relatório faz 22 encaminhamentos, fruto de 12 audiências públicas, 13 reuniões e oito meses de trabalho da comissão. "A novidade desta CPI será, sem dúvida, a criação do juizado especial cível da energia elétrica, através de uma indicação legislativa apresentada por nós em virtude da grande demanda jurídica. Existe, hoje, no judiciário, a área cível e criminal, essa será uma subdivisão que se faz necessária pela enxurrada de ações contra as concessionárias de energia elétrica", disse Zeidan.

Neves e Altineu selam acordo

O prefeito Rodrigo Neves (PDT) e o deputado federal Altineu Côrtes (PL), presidente de seu partido no estado, anunciaram, nesta segunda-fera (11), uma aliança política entre o Partido Democrático Trabalhista e o Partido Liberal na cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. O ex-deputado Alexandre Santos também participou do encontro representando sua esposa, a deputada federal Soraya Santos, que está em uma missão da Câmara dos Deputados na ONU, não podendo participar da reunião. O casal também é filiado ao PL. Ficou acertado que, no início de dezembro, o PL fará uma plenário em Niterói, com a participação do prefeito Rodrigo Neves e de dirigentes do PDT para formalizar a aliança. O PL possui, hoje, 43 deputados federais e nenhum representante na Câmara Municipal de Niterói.

Emendas para seus redutos

Deputados estaduais da Alerj entregaram, na última semana, suas emendas parlamentares ao projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2020 enviado pelo governo estadual. Cada deputado tem pouco mais de R$ 2,3 milhões para destinar, no orçamento do próximo ano, para regiões e áreas de interesse. O deputado Max Lemos (MDB) utilizou R$ 1 milhão desse montante para investimentos em segurança pública da Baixada Fluminense, sendo distribuídos em duas parcelas de R$ 500 mil para a implantação do Programa Segurança Presente em Queimados e Comendador Soares, Nova Iguaçu. Também na área de segurança pública, o deputado estadual Filippe Poubel (PSL) pediu o encaminhamento de R$ 2,5 milhões para a construção de um batalhão de Polícia Militar no município de Maricá.

Maricá recebe novos secretários

O Prefeito de Maricá, Fabiano Horta, participou de cerimônia de posse dos secretários

O Prefeito de Maricá, Fabiano Horta, participou de cerimônia de posse dos secretários

Divulgação/Evelen Gouvêa

Tomaram posse na tarde de segunda (11) os novos secretários municipais da Prefeitura de Maricá. Com presença do prefeito, Fabiano Horta, a cerimônia apresentou os secretários de Comunicação Social, Olavo Noleto; Turismo, José Alexandre Almeida da Silva; e Esporte e Lazer, Carlos Vagner Frauches. Além destes, Celso Netto assumiu a Secretaria de Trânsito e Engenharia Viária e o tenente-coronel Júlio César Veras Vieira, a Secretaria de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional.

TJ-RJ dispensa paletó no verão

O intenso calor carioca comoveu o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Atendendo a uma reivindicação antiga dos advogados, o uso de terno e gravata na estação mais quente do ano será dispensado a partir do dia 1º de dezembro para os profissionais de direito que atuam no Estado do Rio. A liberação vai até o dia 20 de março do próximo ano. A decisão foi publicada por meio de um Ato Normativo, assinado em conjunto por Cláudio de Mello Tavares, presidente do TJ-RJ, e o corregedor geral da Justiça, desembargador Bernardo Garcez. Ele levou em conta, segundo nota divulgada pela Justiça, "que o Conselho Nacional de Justiça definiu que cabe a cada tribunal a regulamentação dos trajes a serem utilizados em suas dependências" e que "a temperatura no verão do Rio de Janeiro ultrapassa a casa dos 40 graus".

Deputados apoiam PEC da Reparação

A deputada federal Clarissa Garotinho durante apresentação da PEC da Reparação, de sua autoria, na Alerj

A deputada federal Clarissa Garotinho durante apresentação da PEC da Reparação, de sua autoria, na Alerj

Divulgação

Deputados federais e estaduais se reuniram, nesta segunda (11), na Alerj, para debater a PEC da Reparação, uma proposta que pode gerar até R$ 70 bi aos cofres públicos caso seja aprovada no Congresso Nacional. As discussões foram propostas pelas comissões de Tributação e Economia da Casa, presididas por Luiz Paulo (PSDB) e Renan Ferreirinha (PSB). Apesar de representarem correntes ideológicas diferentes, os presentes se mostraram comprometidos com a aprovação do projeto de autoria da deputada federal Clarissa Garotinho (Pros).

Scroll To Top