NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas, por Lucas Schuenck. [email protected]

Um mês para eleições em Silva Jardim

Os eleitores do município de Silva Jardim irão às urnas no próximo dia 8 de março para as eleições suplementares

Divulgação

Em exatamente um mês, o município de Silva Jardim será a primeira cidade do Estado do Rio a ter eleições neste ano. Isto porque a prefeita Maria Dalva do Nascimento (SD), a Cilene, foi cassada, em setembro do ano passado, por compra de votos, abuso de poder político e econômico e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2016.

Como Cilene foi eleita como vice-prefeita e havia assumido a prefeitura depois da renúncia de Wanderson Gimenes (SD), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) determinou a realização de um novo pleito, que acontece no dia 8 de março.

Para concorrer nas eleições suplementares, sete chapas registraram candidaturas para os cargos de prefeito e vice. Todos os pedidos de registro, agora, aguardam julgamento pelo juízo da 63ª Zona Eleitoral até o dia 21 de fevereiro.

Uma das chapas a serem julgadas é exatamente a encabeçada por Cilene, a prefeita que foi cassada em setembro do ano passado. Juntamente com o vice Marcos Antônio Nascimento, o Marquinho Caranga, ela tenta recuperar o Poder Executivo municipal pelo partido Solidariedade.

O prefeito eleito exercerá o mandato até 31 de dezembro de 2020 já que, no primeiro dia de janeiro de 2021, assume o cargo o candidato que será escolhido nas eleições municipais deste ano, de forma ordinária.

Por ordem alfabética, concorrem Antônia Benfeitas, a Dra. Antônia Benfeitas, candidata pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), tendo como vice Maria José da Silva. Evandro Pietrafessa encabeça a candidatura do partido Avante, com Elmo Cruz Machado como vice. Jaime Figueiredo e a vice, Marcilene Xavier, são os candidatos da coligação "Reconstruindo Silva Jardim" (PP/Pros).

A chapa de Júlio Cezar Delphino, o pastor Júlio Cezar, traz como vice Pedro Paulo do Carmo, o Pedro Paulo Pepê. Eles concorrem pelo partido Podemos. Já Valber Tinoco terá como vice o coronel Wolney Dias, na Coligação "Escrevendo uma Nova História" (Republicanos/PTB).

Por fim, Zilmara Brandão e o vice Liés Abibe são os nomes do Partido Liberal (PL).

CPI da Prolagos começa na terça

O deputado estadual Dr. Serginho (PSL)

O deputado estadual Dr. Serginho (PSL)

Divulgação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar suspeitas de irregularidades praticadas pela Prolagos, concessionária de serviços públicos de água e esgoto, será instalada na próxima terça (11), na Alerj. A primeira reunião deve efetivar a presidência do deputado Dr. Serginho (PSL), autor do pedido de CPI. "A CPI é necessária não só para termos ações em defesa da Lagoa de Araruama e meio ambiente, mas para restabelecer os direitos dos consumidores que estão sofrendo com cobranças indevidas na conta de água e esgoto", explica o parlamentar.

Vagas para tecnologia

A Spot Educação, holding de educação complementar que faz parte do fundo Gera Capital, busca profissionais para integrar um novo núcleo de tecnologia e inovação dentro da empresa. São 20 vagas de emprego na área de Tecnologia da Informação, para início em janeiro, na sede da holding, no Rio. Há vagas para desenvolvedores com conhecimento em PHP, em Ruby on Rails, em React Native, Java, entre outros. Os currículos dos interessados devem ser enviados para o e-mail [email protected]

 

Lei quer menos assédio em estádios

A deputada estadual Dani Monteiro (Psol)

A deputada estadual Dani Monteiro (Psol)

Divulgação

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio aprovou, nesta semana, um Projeto de Lei que torna obrigatória uma campanha permanente contra o assédio sexual em estádios. "Torcida também é lugar de mulher e nós queremos garantir o direito de ir e vir sem sermos agredidas ou importunadas, mesmo em ambientes tradicionalmente masculinos", argumenta a deputada Dani Monteiro (Psol), autora da Lei.

Início das aulas no Rio

O ano letivo de 2020 na Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, a maior da América Latina, começou com 55 mil novas matrículas. Ao todo, nas 1.540 escolas da prefeitura, são 650 mil alunos em segmentos que passam por Creche, Pré-escola, Ensino Fundamental, Classe Especial e Educação de Jovens e Adultos. Na próxima segunda-feira (10), o prefeito Marcelo Crivella e a secretária municipal de Educação, Talma Suane, estarão no Espaço de Desenvolvimento Infantil Ana de Barros Câmara, em Coelho Neto, para a aula inaugural com educadores e servidores municipais.

Futuro

"Estamos prontos para receber as crianças e os pais em mais um ano letivo. Elas são o futuro, merecem estrutura e ensino de qualidade. Este ano, além do uniforme, há mais novidades, como o material didático. Nossa responsabilidade é enorme e superamos todos os desafios com dedicação e amor ao ofício de educar quem construirá o futuro de nossa cidade", disse a secretária Talma Suane.

Firjan age em solidariedade

A Firjan montou, nesta semana, uma Rede de Solidariedade para apoiar os moradores das regiões impactadas pelas chuvas no Norte e no Noroeste fluminense. Unidades da Firjan Senai Sesi, em 19 municípios, estão recebendo donativos para as vítimas, como alimentos não perecíveis, materiais de limpeza, materiais de higiene pessoal e fraldas. Todos os materiais arrecadados serão destinados para os municípios de Itaperuna, Cardoso Moreira, Natividade, Porciúncula, Italva e Bom Jesus do Itabapoana, cidades mais afetadas pelas chuvas.

 

Deputado cobra privatização

O deputado federal Paulo Ganime, líder do partido Novo na Câmara dos Deputados, protocolou, na última quinta (6), uma indicação que sugere o cumprimento do Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio de Janeiro, em especial sobre a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

Cobrança

Em 5 de setembro de 2017, o Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal aprovou o relatório de avaliação do plano e o parecer sobre a adequação do prazo de duração. Entre as medidas apresentadas no pedido de adesão está a privatização da Cedae, cujo prazo estabelecido para alienação das ações, segundo o RRF, é de três anos, a vencer em setembro deste ano. Na prática, Ganime está solicitando cobranças, por parte do Ministério da Economia, ao Governo do Rio para que o plano de privatização da Cedae seja cumprido.

 

Scroll To Top