NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas, por Lucas Schuenck. [email protected]

Sepol 'morde' dinheiro do crime

'Shark Attack', da Sepol, abocanhou R$ 147 milhões do crime organizado em nome de empresários laranjas

Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Secretaria de Estado de Policia Civil (Sepol), por meio da 19ª DP, da Tijuca, realizou, na manhã desta quinta-feira (12), a operação “Shark Attack” para cumprir 12 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão contra acusados de lavagemde dinheiro do tráfico na comunidade do Borel, na Tijuca. A ação interestadual é mais uma etapa de um trabalho que vem sendo realizado pela unidade, com o objetivo de desarticular o fluxo financeiro do dinheiro que sustenta a organização criminosa.

Os mandados foram expedidos contra o núcleo estratégico responsável pelo fluxo da engenharia financeira montada para lavar o dinheiro da organização criminosa. Os alvos são laranjas, empresários e contadores. Nesta fase, realizada nas cidades de Ribeirão Preto, em São Paulo, Curitiba, no Paraná, e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, os agentes estão cumprindo os mandados e fazendo o bloqueio das contas bancárias de oito empresas, além do sequestro de quatro imóveis e veículo.

A investigação apontou uma série de operações atípicas e suspeitas nas contas da quadrilha, confirmadas pelas quebras de sigilo bancário. Ainda segundo o apurado, entre os anos de 2015 e 2019 circularam cerca de R$ 147 milhões na contas.

De acordo com a unidade, o material apreendido em fases anteriores foi determinante para a identificação dos integrantes que compõem a estrutura empresarial voltada para a lavagem de ativos. As investigações prosseguem para identificar outros envolvidos.

Governador do Rio discute PEC da desvinculação de fundos em Brasília

Segundo Witzel, a PEC 187 está pronta para ser deliberada no plenário do Senado

Segundo Witzel, a PEC 187 está pronta para ser deliberada no plenário do Senado

Divulgação

O governador Wilson Witzel, em Brasília, pelo segundo dia consecutivo, se reuniu com senadores e lideranças partidárias nesta quarta (11) para discutir a Proposta de Emenda à Constituição 187, conhecida como PEC da desvinculação de fundos. Witzel defende que o patrimônio dos fundos da União extintos seja destinado à formação de um fundo com o objetivo de liquidar a dívida pública.

"A alteração da PEC é uma das propostas que estão sendo debatidas no Fórum de Governadores. É uma PEC que poderá, com os fundos a serem extintos pela União, criar um fundo ressegurador da dívida ativa. O que isso significa? Os estados poderão renegociar as suas dívidas com a União e pegar no mercado internacional dinheiro mais barato, com juros menores e refinanciar seus débitos, podendo, inclusive, aumentar a sua capacidade de financiamento para investimento em infraestrutura, habitação, saneamento, mobilidade urbana e as obras que estão paralisadas que geram empregos", ressaltou o governador.

Segundo Witzel, a PEC 187 está pronta para ser deliberada no plenário do Senado. Caso a emenda seja aceita, o texto volta à análise da Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Sendo aprovada, seguirá para a Câmara dos Deputados.

Alerj previne coronavírus

Com os alarmes ligados sobre a recém decretada pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) publica, nesta sexta (13), suas medidas para mitigação dos impactos provocados pela doença. Após reunião nesta quinta (12), diversos parlamentares decidiram implementar medidas como o controle da entrada de pessoas em plenário.

Afastamento

Entre as medidas, no segundo artigo da publicação, está a restrição do acesso a Casa exclusivamente a "parlamentares, autoridades públicas, servidores, terceirizados, profissionais de veículos de imprensa, assessores e assistentes de entidades e/ou órgãos públicos, estagiários e representantes de instituições públicas". Eventos coletivos também estão vetados. Os casos suspeitos serão afastados administrativamente por até 14 dias.

Filhote de anta inédito no Rio

Foi flagrado, na última segunda-feira (4), o primeiro filhote de anta nascido na natureza dentro do Estado do Rio de Janeiro pela equipe pela equipe do Refauna - uma iniciativa que reintroduz populações de espécies animais extintas em fragmentos de Mata Atlântica do Estado do Rio com o objetivo de restaurar interações ecológicas perdidas nas florestas fluminenses. De acordo com os pesquisadores do Refauna, este é o primeiro nascimento de anta em vida livre que se tem notícia, uma vez que a espécie foi considerada extinta há mais de 100 anos no Estado.


Em Cachoeiras

O filhote foi registrado na Reserva Ecológica de Guapiauçu (Regua), que fica em Cachoeiras de Macacu, Região Metropolitana, e é resultado do cruzamento entre as antas que começaram a ser reintroduzidas em 2017 na Regua. Até agora, 10 animais foram soltos na reserva pela equipe do Refauna.


Planejamento

As imagens do vídeo são motivo de comemoração após muito trabalho, conforme explica um dos coordenadores do projeto, Marcelo Rheingantz. "A reintrodução de antas começou a ser planejada em 2012 e em 2017 conseguimos liberá-las, de fato, no habitat em que elas costumavam existir naturalmente há mais de 100 anos. A reprodução desses animais é lenta, são 13 meses de gestação para o nascimento de um filhote, que demora cerca de dois anos para se tornar independente. Depois de muito trabalho, empenho e torcida, toda a equipe está muito feliz com essa notícia", comemora Marcelo.

Pagamentos

O Governo do Estado do Rio, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda, vai quitar nesta sexta-feira (13) - décimo dia útil, conforme prevê o calendário oficial - os salários de fevereiro para 469.889 servidores ativos, inativos e pensionistas.


R$ 1,91 bi

O valor líquido da folha de janeiro é de R$ 1,91 bilhão. Nesse montante já está incluída a primeira parcela do 13º salário dos servidores que fazem aniversário em março e das pensionistas cujo instituidor do benefício nasceu em março. Vão receber metade do abono natalino 31.288 servidores ativos, inativos e pensionistas, totalizando um valor de R$ 85 milhões. Os pagamentos serão efetuados ao longo do dia.

Scroll To Top